Maicon esquece desavença com Denilson: “Não foi briga, foi do jogo”

O gol precoce do Corinthians no clássico de domingo expôs nervosismo do São Paulo, fez com que os meio-campistas Denilson e Maicon reclamassem um do outro na frente de todos. Mais tarde, o time tricolor se acertou e virou a partida, e o desentendimento entre eles não foi além das quatro linhas do campo.

“Foi do jogo. O Denilson me cobrou, eu cobrei ele também. Nada de briga ou algo que vá interferir. A gente estava querendo vencer, querendo buscar sempre acertar”, explicou Maicon, nesta segunda-feira, dia seguinte ao triunfo no Pacaembu.

Contratado neste ano, Maicon clamava por sequência entre os titulares. Ela veio com Ney Franco. Dos 13 jogos do treinador no comando da equipe, o meia só não participou de um, tendo começado em campo nos últimos 11. Série que o anima, mas ainda é pouco.

“Estou feliz de estar tendo uma sequência de jogos. Só que é claro que você nunca tem que estar satisfeito com suas atuações, tem que sempre melhorar. E o grupo está no caminho certo, vem de três vitórias (duas pelo Campeonato Brasileiro e uma na Copa Sul-americana)”, comentou.

A próxima partida será na quinta-feira, diante do Botafogo, no Morumbi. Agora com 31 pontos ganhos, na quinta colocação do Campeonato Brasileiro, o São Paulo voltou a se aproximar do G-4, zona da tabela que garante vaga para a próxima edição da Copa Libertadores.

Por se tratar do começo do segundo turno, a ideia é entrar com ânimo renovado e terdesempenho melhor do que na primeira metade da competição nacional. “Com certeza, teremos que somar mais pontos do que no primeiro turno. Mas isso tem que ser jogo a jogo. Não adianta torcermos para que os outros percam se a gente não fizer o nosso papel”, concluiu o camisa 18 tricolor.

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*