Lyanco explica por que escolheu o Brasil e quer ser exemplo aos 19 anos

O jovem zagueiro Lyanco mostrou toda sua forte personalidade durante uma rápida entrevista coletiva na manhã desta quarta-feira, no CT da Barra Funda. Depois de um treino físico, com circuitos e alguns trabalhos com bola debaixo de muito sol e um calor de 25ºC, o jogador foi abordado sobre o fato de ter escolhido a Seleção Brasileira mesmo depois de atuar pela equipe Sub-19 da Sérvia. Lyanco nasceu em Vitória, no Espírito Santos, mas tem dupla nacionalidade em função da origem de sua família.

“Eu devo muito a Sérvia, que me ajudou muito, tanto profissionalmente quanto como pessoa. Tive uma experiência excelente, fui muito bem recebido pelo treinador, pela comissão técnica, pelos jogadores. Para mim, foi uma decisão muito difícil, que eu tive de tomar”, explicou o defensor, que na última segunda-feira foi convocado por Micale para defender o time Sub-20 do Brasil em dois amistosos contra a Inglaterra, dias 1º e 4 de setembro.

“Minha família me ajudou bastante, me aconselhou, conversou, mas deixou a decisão na minha mão. O que pesou foi meu sonho. Sempre sonhei com a Seleção Brasileira. Isso pesou bastante. Mesmo sabendo da grandeza da Sérvia, não pude deixar a Seleção Brasileira. É um sonho que eu tenho desde molequinho, por mais difícil que eu sei que vai ser. Mas não tem coisa fácil. Tudo na minha vida sempre foi difícil”, contou.

E apesar de seus 19 anos, Lyanco não foge de qualquer responsabilidade. No São Paulo, o jogador ganhou a vaga do ídolo uruguaio Diego Lugano ao lado de Maicon, garante estar preparado para dar conta do recado e, inclusive, foi enfático ao afirmar que já age no dia a dia para ser uma referência no grupo tricolor.

“Quero ser exemplo. Por mais novo que eu seja, quero dar exemplo para os moleques que vão chegar possam ver como eu sou. Eu penso assim. E dentro de campo é mostrar o que eu posso fazer”, ratificou o atleta, que nesta tarde participará de segundo treino do dia no São Paulo, quando Ricardo Gomes deve esboçar a escalação para o duelo de domingo, contra o Inter, no Beira Rio. O trabalho, porém, não poderá ser acompanhado pela imprensa.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*