Lucas entende que Sul-Americana é ‘boa causa’ para ficar fora da Seleção

A falta de organização do calendário sul-americano, que colocou o Superclássico das Américas na mesma data da semifinal da Copa Sul-Americana, faz com que os jogadores adotem posições que há algum tempo seriam absurdas. Foi o caso do meia Lucas. Dividido entre o compromisso do São Paulo e o da Seleção, o jogador acabou entendendo que não defender o Brasil para vestir a camisa do Tricolor foi um bom motivo. Quem gostou foram os torcedores são-paulinos.

– Foi por uma boa causa. O São Paulo tá na semifinal da Sul-Americana, temos oportunidade de ser campeão. Só falei que se o Brasil for campeão eu quero medalha também (risos) – disse o meia, assim que desembarcou no Brasil vindo dos Estados Unidos.

Lucas vivia a expectativa de, com o corte de Hulk por lesão, assumir a vaga de titular. No entanto, Mano Menezes optou por escalar Thiago Neves, que não fez um bom jogo. Mas Lucas preferiu não criar polêmica.

– Tenho que respeitar a decisão. Estou para ajudar e aproveitar a oportunidade para jogar. Foi um jogo muito duro, complicado, contra uma escola parecida com a nossa, que marca e sabe jogar. Foi disputado, mas acho que o empate foi justo – completou.

O jogador ainda comentou a situação vivida por Neymar, que mandou na lua o pênalti que poderia ser o gol da virada do Brasil.

– Eu avisei para ele que o campo estava ruim e que tava soltando. Mas acontece com os melhores jogadores – finalizou.

Sem Lucas, a Seleção Brasileira se apresenta na segunda-feira para iniciar os treinos para o Superclássico das Américas. A partida contra a Argentina será na quarta-feira, em La Bombonera.
Fonte: Lance – Foto: Vipcomm

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*