Justiça nega recurso e conselheiros “sub-judice” vão votar

A Juiza do Forum de Pinheiros não concedeu a limitar pretendida pelo conselheiro Francisco de Assis e assim os 240 conselheiros terão direito a voto na eleição desta terça-feira, para a presidência do São Paulo.

Francisco de Assis queria impedir 59 conselheiros, que se tornaram vitalícios depois de 2004, de votar, alegando estarem sub-judice em razão da ação, que também é de sua autoria, e que já teve decisão no Supremo Tribunal Federal, anulando todas as decisões administrativas de mudança de estatuto a partir daquele ano.

A diretoria do São Paulo entende que as votações feitas pelos sócios, aprovando as primeiras mudanças e o novo estatuto, já respondem à ação original.

O que alguns membros da oposição tentaram na última quinta-feira era, entre outras coisas, adiar o pleito desta terça-feira, até que uma decisão final fosse tomada. Mas a Justiça negou provimento e todos os conselheiros terão direito a voto.

 

Paulo Pontes

3 comentários em “Justiça nega recurso e conselheiros “sub-judice” vão votar

  1. Justiça tomou a decisão correta. O SP já fez o novo estatuto, está tudo legalizado.

    Hoje Leco ganha, espero que essa oposição repleta de safados desapareça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*