João Schmidt vê vitória como combustível também para a torcida

Após marcar seu primeiro gol como atleta profissional na última terça, na goleada do Tricolor sobre o Trujillanos-VEN, João Schmidt apareceu no CCT da Barra Funda, apesar da folga geral do elenco, para cumprir alguns compromissos com a imprensa.

Lançado ao profissional em 2011, a cria de Cotia (SP) só estreou no grupo principal no ano seguinte ainda sob a batuta de Muricy Ramalho. Passaram Juan Carlos Osorio, Doriva e só com Edgardo Bauza o volante pôde atingir a titularidade.

Feliz pelo primeiro gol após 25 jogos como profissional, João admitiu ter assistido o lance – que abriu a vitória do São Paulo no Morumbi – algumas vezes pelo celular. E o resultado positivo na busca por uma vaga na próxima fase da Copa Libertadores da América, segundo ele, não fez bem apenas ao elenco.

“O jogo de ontem (terça-feira) não foi um combustível só para a gente, mas também para o torcedor, para voltar a acreditar na nossa equipe. Acho que fizemos uma partida não só boa tecnicamente, mas também pela atitude em campo. Isso nos facilitou durante o jogo e os gols – que não vinham saindo – saíram naturalmente”, disse à ESPN Brasil.

Admitindo não ter problemas com o idioma na relação com o técnico Bauza, João Schmidt, que se caracteriza como um “jogador mais técnico”, contou que tem buscado aprimorar outro sentido não muito peculiar de seu jogo: o da marcação. O canhoto, dono de lançamentos precisos e passes calculados, agora tem se desdobrado na tentativa de aprender a marcar.

“Sou um jogador mais de passe, mas acredito que venho trabalhando bastante a marcação, que era um ponto fraco meu. Nos últimos jogos eu tenho roubado bastante bola. Acho que tenho cumprido meu papel para poder ajudar o São Paulo”, declarou o atleta, que afirma que “nunca deixou de trabalhar” para superar os momentos difíceis na trajetória tricolor.

O primeiro gol de João Schmidt como profissional, no entanto, poderia ter acontecido em 13 de março, no estádio do Pacaembu. Naquela oportunidade, o São Paulo recebeu o Palmeiras e, ainda no primeiro tempo, o volante marcou de cabeça em lance anulado de forma errônea pelo árbitro.

O elenco do São Paulo se reapresenta no centro de treinamento nesta quinta-feira para iniciar a preparação para o duelo contra o São Bento, pela última rodada da primeira fase do Paulistão. Praticamente garantido no mata-mata, o Tricolor deve encarar o Audax por uma vaga na semifinal. Antes disso, porém, decide a vida na LIbertadores ao receber o River Plate daqui a uma semana.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Um comentário em “João Schmidt vê vitória como combustível também para a torcida

  1. Jornalista mal informado, primeiro gol como profissional!!!!!! ele não sabe que o João jogou uma temporada em Portugal, sendo um dos artilheiros do seu time. Mas pelo menos não desceu a lenha no São Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*