Gol pela seleção peruana não melhora status de Cueva no São Paulo

O golaço de Cueva pela seleção peruana contra a Bolívia, marcado na noite de quinta-feira, repercutiu entre a torcida do São Paulo. Seja com tom crítico ou bom humor, o teor dos comentários questionava: por que ele não rende mais da mesma maneira no Tricolor?

A resposta pode estar nas impressões internas do clube sobre o meia. A avaliação é de que, além da queda técnica, o problema é falta de entrega.

No caso específico de Cueva, a postura dentro e fora de campo incomoda até mesmo outros jogadores do elenco. Na direção também há críticas ao comportamento do meia.

No clássico diante do Palmeiras, por exemplo, Rodrigo Caio repreendeu o meia após uma tentativa de toque de calcanhar seguida de perda da posse de bola – ele foi substítuido por Dorival Júnior logo após esse lance, no segundo tempo.

Por tudo isso, a cobrança é para que o peruano se dedique mais diante da má fase do time, 19º colocado e na briga para fugir do rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Ou seja, tenha uma conduta adequada ao momento do São Paulo.

Há, inclusive, quem considere provável a saída do jogador do time titular contra a Ponte Preta, no próximo sábado, no Morumbi. Dorival tem usado Lucas Fernandes na posição do atleta, que defende a seleção peruana, mas só definirá a equipe nos treinos da próxima semana.

Cueva retornará ao Brasil provavelmente na quarta, depois de jogar na terça contra o Equador do zagueiro Arboleda, outro jogadores tricolor convocado, assim como Rodrigo Caio.

Cueva, do São Paulo, pode perder vaga no time titular (Foto: Érico Leonan/saopaulofc.net)

Cueva, do São Paulo, pode perder vaga no time titular (Foto: Érico Leonan/saopaulofc.net)

Ainda sob o comando de Rogério Ceni, Cueva foi alvo de reclamações de outros jogadores por postura e comprometimento. Após a saída do ídolo, Pintado foi interino para o clássico contra o Santos, no qual sequer relacionou o peruano. Na sequência, o auxiliar foi demitido e o meia voltou a ter espaço com Dorival. Mas o próprio treinador não esconde insatisfação com o jogador.

– Ele pode jogar muito mais, é natural, todos nós sabemos disso. E ele tem de buscar, tem de voltar a ter a mesma condição que já apresentou dentro do São Paulo. É natural que você sempre confie que no jogo seguinte isso possa acontecer. Eu espero que ele realmente intensifique ainda mais, trabalhe mais para que volte a ter o espaço que sempre teve – disse o técnico após o Choque-Rei.

Entre os torcedores, 80% acreditam que chegou a hora de o jogador perder o lugar no time titular. Neste ano, ele soma 31 jogos e oito gols, além de seis assistências. O rendimento caiu drasticamente após sofrer estiramento no dia 28 de março, pela seleção peruana.

Fonte: Globo Esporte

Um comentário em “Gol pela seleção peruana não melhora status de Cueva no São Paulo

  1. Quando estava bem, jogável de meia alimentando o ataque, exemplo é a goleada contra as galinhas, hoje o DJ o escala de atacante na ponta esquerda. Não dá né?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.