Ganso exalta Rogério, mas lamenta chances perdidas pelo São Paulo

Paulo Henrique Ganso até reclamou por ter sido sacado por Edgardo Bauza a cinco minutos do fim da decisiva partida entre São Paulo e Cesar Vallejo, quando as equipes empatavam em 0 a 0. Três minutos após sentar no banco, contudo, a irritação do meia deu lugar à alegria: o atacante Rogério, a exemplo da partida que levou o Tricolor à Libertadores, contra o Goiás, na última rodada do Brasileirão de 2015, marcou o gol da vitória e carimbou o passaporte da equipe à fase de grupos do torneio continental.

— Até falei com Patón que queria jogar, até porque em uma decisão como essa,  ninguém gostaria de ficar de fora ou sair faltando cinco minutos. Mas a gente sabe que Rogério tem uma qualidade incrível, e hoje, mais uma vez, nos ajudou. O melhor é ter ele em nosso elenco para poder nos ajudar mais uma vez. — afirmou o camisa 10.

O que desagradou Ganso foram as chances que o time paulista desperdiçou no Pacaembu. Os comandados de Bauza finalizaram 24 vezes, mas somente em uma das últimas tentativas, aos 42 minutos da etapa complementar, a bola chegou a balançar as redes. Para o atleta, isso é a prova da superioridade tricolor em campo.

— Isso mostra que a gente atacou bem, criou, era só caprichar um pouco mais para fazer mais gols. Mas a gente está se preparando bastante, Patón está organizando nossa equipe taticamente, e com nossa qualidade, podemos crescer na competição. — acrescentou.

O São Paulo entra no Grupo 1, que conta com o atual campeão River Plate (ARG), além do Trujillanos (VEN) e The Strongest (BOL). O Tricolor estreia contra os bolivianos na próxima quarta-feira, às 19h30 (horário de Brasília), novamente no Pacaembu.

Antes, no domingo, o Tricolor busca a revanche contra o Corinthians, na Arena Itaquera, pela quarta rodada do Campeonato Paulista. O último encontro entre os clubes ocorreu em novembro, quando a formação alvinegra, recheada de reservas após a conquista do hexa, venceu o rival por 6 a 1. A preferência do São Paulo é a busca do tetra no torneio continental, e Bauza pode ir à Zona Leste com uma equipe mista, mas Ganso garante que a equipe estará empenhada para buscar pontos fora de casa.

— A prioridade é a Libertadores, mas a gente tem grupo muito forte e não pode perder clássico, ainda mais contra o Corinthians. Isso (o 6 a 1) já passou, faz parte do passado. O importante é ir concentrado no domingo. Independente de quem for entrar, vai jogar para a gente ganhar. — prometeu.

 

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*