Ex-São Paulo e Palmeiras, Michel Bastos anuncia aposentadoria

Aos 36 anos de idade, Michel Bastos resolveu encerrar a carreira no futebol profissional. Por meio de um longo post em seu perfil no Instagram, o agora ex-jogador agradeceu aos clubes que defendeu em sua trajetória, entre eles São Paulo e Palmeiras.

“Não tenho palavras para descrever o que representa o futebol profissional na minha vida, mas chegou o tão difícil momento de me despedir. Quando era pequeno, via meu pai jogar e sonhava em ser como ele. Mas, com a permissão de Deus, cheguei muito além do que imaginava”, escreveu.

Nascido em Pelotas, Michel Bastos viveu o auge de sua carreira no Olympique de Lyon, clube pelo qual conquistou a Copa e a Supercopa da França. Na Copa do Mundo de 2010, convocado pelo técnico Dunga, representou a Seleção Brasileira como titular na lateral esquerda.

“Hoje, um capítulo se acaba, mas outros começam e também prometem ser cheios de alegrias e emoções”, escreveu. “Continuarei protagonizando meus próximos capítulos de uma outra forma, cuidando da minha família, que hoje é o meu bem maior”, diz o texto.

De volta ao Brasil após defender a Roma, Michel Bastos teve passagem turbulenta pelo São Paulo e sem brilho pelo Palmeiras. Em seguida, o ex-jogador da Seleção Brasileira foi contratado por Sport e América-MG, os dois últimos clubes de sua carreira profissional.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

3 comentários em “Ex-São Paulo e Palmeiras, Michel Bastos anuncia aposentadoria

  1. Ex-jogador ainda teimando em achar que estava em atividade.
    O histórico dele mostra um jogador complicado. Percebe-se em sua carreira que nos clubes por onde passou era contratado como solução e logo virava parte ou o próprio problema até ser emprestado ou dispensado.
    Foi muito cedo foi para a Europa e voltou. Após sucessivos empréstimos conseguiu fazer algum sucesso na França.
    Depois, voltou a ser dispensado, de alguns praticamente chutado, de vários clubes até chegar ao São Paulo.
    Seu  bom momento aqui (e talvez o único além do obtido na França) realmente foi antes de renovar contrato. Depois foi uma lástima.
    A decadência total no São Paulo começou a partir do dia em que xingou o Osório por ter sido substituído. Depois disso, se tornou uma figura abstrata.
    Sua saída acabou não sendo diferente da dos clubes anteriores e nem dos posteriores.

  2. Eu me lembro exatamente quando ele, ainda jogando bem, renovou com o São Paulo: era um sábado, 23 de maio de 2015.Eu sou do interior mas estava em SP e fui ao Morumbi para assistir São Paulo 3×0 Joinville (ele não jogou esta partida).Naquele mesmo dia, Osorio se despedia de seu time na Colombia e 8 dias depois,assumiria o São Paulo.Bastos renovou no dia que mencionei,pegou dengue (neste meio tempo o Cruzeiro nos desclassificou na Libertadores) e Michel mudou seu nome no São Paulo para Migué Bastos.Não jogou mais nada, até este dia em que anuncia sua aposentadoria. Uma pena.Poderia ter contribuído bem mais com o tricolor.

Deixe uma resposta para Joao Domingos Custodio Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.