Estreia como técnico nada. Rogério Ceni já treinou time na Inglaterra

Todo são-paulino está ansioso para ver Rogério Ceni estrear como técnico, algo que só vai acontecer em 2017. Porém, não será a primeira vez que o ex-goleiro comandará um treino na vida.

Muito antes de sonhar dirigir o Tricolor na Florida Cup, nos Estados Unidos, o ex-jogador participou de dois cursos da FA (Football Association, entidade que gerencia a modalidade na Inglaterra).

Durante os estudos em Londres, Rogério Ceni aproveitou para comandar um dia de treino no Sporting Hackney, time inglês semiprofissional. Logicamente, a chegada do ex-goleiro causou espanto entre alguns jogadores da modesta equipe.

“Cheguei para o trabalho no Sporting Hackney, era uma quinta-feira qualquer, e vi uma figura muitíssimo conhecida. Os outros colegas não sabiam tanto quem era. Se tratava do grande e único Rogério Ceni. Não entendi o que estava acontecendo até que a nossa comissão técnica nos reuniu e contou que se tratava dele, mesmo. Então, eu pedi a palavra e falei que, como sul-americano, conhecia muito bem a carreira e a trajetória do Rogério Ceni”, contou o meia-atacante uruguaio Raul Dutra, que é torcedor do Peñarol.

Durante a atividade, o futuro comandante do São Paulo ministrou treinamentos de finalização e defesa.

“Ele nos passou alguns exercícios de toque e cruzamentos para atacar com dois homens na área. Depois, concluiu com um exercício em que ele era o único zagueiro para que a gente o superasse e finalizasse”, contou Raul, que elogiou o bom-humor do futuro treinador.

“Ele fez uma marcação fraca e ficava dando risada. Deu para perceber que é um grande sujeito, além de jogador”, destacou Raul.

Os únicos momentos de embaraço de Rogério Ceni foram com o idioma. Durante a atividade, ele se comunicou em inglês e provocou algumas risadas.

“Uma hora ele pediu para gente fazer mais um último exercício e falamos que não tinha problema. Ele não tinha entendido, confundiu-se e caímos na risada. O inglês dele é nota 6”, brincou Raul.

O trabalho de Rogério como técnico, ao menos no Sporting Hackney, deu bons frutos.

“Ele é um craque com todas as letras. Na partida seguinte ao treinamento, nós empatamos mas jogamos muito bem”, garantiu o uruguaio, que bancou o fã com o futuro treinador do São Paulo.

“Estava sem o meu celular, por isso não pude tirar uma foto. Mas em portunhol, perguntei para ele se iria chamar o Lugano para trabalhar com ele. O Rogério, rindo como se fosse aposentar o amigo, disse que no ano que vem”, contou Raul.

Como assinou com o São Paulo, Rogério não deve fazer, em breve, o curso de técnico para obter a certificação da Uefa, que custa por volta de 4 mil libras (equivalente hoje a R$ 17 mil). No total, Ceni participou de 106 horas de curso, entre agosto e outubro, em Londres. O futuro treinador do São Paulo também aproveitou o ano longe dos gramados para fazer visitas aos clubes europeus e estágios.

 

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*