Em situações opostas, Cruzeiro e São Paulo decidem vaga nas oitavas

Dois dos times mais tradicionais do futebol brasileiro, Cruzeiro e São Paulo voltam a se enfrentar nesta quarta-feira, às 19h30(de Brasília), desta vez para decidir em definitivo quem ficará com a vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil. Após vencer por 2 a 0 o jogo de ida, a Raposa entra em campo no duelo de volta, que será realizado no Mineirão, com grandes condições de confirmar sua classificação para a próxima fase.

A Raposa construiu uma importante vantagem no jogo de ida, no Morumbi, na última semana. O time celeste bateu o São Paulo por 2 a 0, com duas bolas paradas, e chega para o duelo em casa com a tranquilidade de jogar com o resultado a seu favor.

O pensamento dentro da Toca da Raposa II, no entanto, é ir para jogo e atacar o São Paulo. Pelo menos é esse o foco do meia Thiago Neves.

“Jogando no Mineirão não sei se será assim (estratégia defensiva). O Mano vai decidir nos treinos, mas acho que temos que atacar o São Paulo. Temos de atacar para fazer um gol, aumentar a vantagem… mesmo sabendo que eles vão vir para cima. Estaremos em casa. Eles vão ter que atacar, mas com cuidado, pois temos contra-ataque rápido e forte. Não vamos ficar só defendendo. Vamos agredir o São Paulo também”, salientou.

Para o jogo, o Cruzeiro terá o retorno do lateral-direito Ezequiel. Ele se recuperou de cansaço e volta para a vaga. Entre os volantes, Mano Menezes deve manter Hudson mesmo já tendo Henrique liberado.

Já o São Paulo vive um momento totalmente oposto ao do Cruzeiro. Não bastasse a derrota para a Raposa por 2 a 0 no jogo de ida da quarte fase da Copa do Brasil, dentro do Morumbi, a equipe viu o rival Corinthians vencer pelo mesmo placar também no estádio tricolor, no último domingo, pelas semifinais do Campeonato Paulista. Por isso, o clima nos dois próximos confrontos é de decisão dos rumos da temporada, principalmente o desta quarta-feira.

Em um momento tão delicado, a promessa de todos os jogadores para que a torcida acredite na classificação é de um grande empenho no Mineirão na partida decisiva da quarta fase da Copa do Brasil.

“Torcedor tem que acreditar porque temos um time de qualidade, uma camisa pesada. Um time respeitado no Brasil e no mundo. Vamos deixar a vida em campo. Falo por mim e pelo elenco. Estou ansioso para chegar a hora do jogo e tentar reverter o placar lá no Mineirão”, projetou o volante Jucilei.

Para a partida, porém, o Tricolor terá que superar não somente uma grande adversidade no placar, mas também uma lista cheia de desfalques. O maior problema é a lateral direita. Já sabendo que não poderia contar com Bruno e Buffarini, o técnico Rogério Ceni também perdeu para o duelo o volante Araruna, que vinha atuando improvisado na posição, mas será ausência devido a um estiramento no músculo adutor da coxa esquerda sofrido no clássico diante do Corinthians.

Outra ausência entre os nomes que vêm atuando é o do meia-atacante Wellington Nem, que será desfalque por ter sofrido uma lesão no menisco do joelho esquerdo também no Majestoso do último domingo. Para a lateral direita, a provável opção é a entrada do volante Wesley improvisado na função. Já no meio-campo, Thomaz deve entrar no setor de armação, e Cícero e João Schmidt brigar pelo lugar do volante Thiago Mendes, que está suspenso.

FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO X SÃO PAULO

Local: Estádio Mineirão, Belo Horizonte (MG)
Data: 19 de abril de 2017, quarta
Horário: 19h30(de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio
Assistentes: Fabrício Vilarinho e Bruno Raphael Pires

CRUZEIRO – Rafael, Ezequiel, Léo, Manoel, Diogo Barbosa, Hudson, Ariel Cabral, Thiago Neves, Rafinha, Arrascaeta e Rafael Sóbis
Técnico: Mano Menezes

SÃO PAULO – Renan Ribeiro; Wesley, Maicon, Rodrigo Caio e Júnior Tavares; Jucilei, Cícero(João Schmidt), Thomaz e Cueva; Luiz Araújo e Lucas Pratto
Técnico: Rogério Ceni

 

Fonte: Gazeta Esportiva

3 comentários em “Em situações opostas, Cruzeiro e São Paulo decidem vaga nas oitavas

  1. Por força do destino pelo menos o Wellington Nem fica de fora. Quem sabe o Cícero também sente algum mal estar e acompanha o colega. Esse cara é muito ruim mas parece ser muito amigo do treinador. Também não sei porque estranho: o que se pode esperar de um atleta cujo time paga para que ele defenda um concorrente???

  2. Se for goleado não tem problema nenhum ,afinal de contas nosso ex-Goleiro/Aprendiz de treinador está fazendo testes, por isso ele tem o direito de errar a vontade, pois afinal de contas ele é o “Mito Ceni” não é verdade.

    Nosso SP pode servir de cobaia para ele o quanto ele quiser !!!!
    Viva Leco e demais velharadas ,Vivaaaaaa!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*