Em reencontro com Dida, Rogério Ceni se vê mais perto do adeus

O torcedor que foi ao estádio neste sábado pode reencontrar dois dos principais goleiros do futebol brasileiro dos últimos anos. Titulares absolutos de São Paulo e Portuguesa neste Campeonato Brasileiro, Rogério Ceni e Dida, que estiveram juntos na campanha do pentacampeonato mundial da seleção brasileira, em 2002, travaram duelo a parte e bastante experiente nas metas no Morumbi.

Apesar do bom momento do Tricolor na temporada – com o triunfo foi aos 39 pontos, três atrás do G-4 -, o discurso do capitão são-paulino não foi dos mais otimistas. Ceni relembrou a primeira vez que enfrentou Dida e disse hoje, aos 39 anos, estar mais perto do adeus ao futebol. O arqueiro da Lusa tem 38 anos.

– A primeira vez que joguei contra o Dida faz 19 anos. Foi na Copa São Paulo, semifinal entre São Paulo e Vitória. Já nos enfrentamos algumas vezes. Talvez seja um dos últimos duelos, não da parte dele, mas da minha – relembrou.

Apesar da empolgação de Lucas, que deixou o Morumbi confiante na aproximação do Tricolor do G-4 do Brasileirão, Rogério Ceni tratou de acalmar os ânimos. Na opinião do capitão, a equipe comandada por Ney Franco ainda precisa evoluir na competição.

– Temos de evoluir muito como time para aspirar algo maior – disse.

– No segundo tempo melhorou, time jogou um pouco mais, fez os gols teve posse de bola, jogamos com mais calma, tem que ter essa calma quando ta 0 a 0. Precisamos melhorar muito – completou.

Na próxima rodada, o São Paulo volta a campo no domingo, dia 23, para enfrentar o Cruzeiro, às 16h (horário de Brasília), no Estádio do Morumbi.

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*