Diante do Bragantino, São Paulo tenta reagir a recaída e desfalques

Antes de ter a chance de se recuperar no Campeonato Brasileiro das inesperadas duas derrotas seguidas para rivais menores, o São Paulo voltará seu foco para outra competição completamente diferente. Às 22 horas (de Brasília) desta quarta-feira, a equipe da capital paulista enfrenta o Bragantino em Ribeirão Preto, pela terceira fase da Copa do Brasil.

Vindo de tropeços para Chapecoense e Goiás, Muricy Ramalho armará seu time com novidades em relação à última atuação. Não por vontade própria, mas porque tem desfalques. Além do reserva Osvaldo (com dores no quadril), o treinador não poderá contar com o meia Kaká (que sofreu uma pancada na panturrilha direita, logo na estreia) e o atacante Alan Kardec (impedido de atuar por já ter defendido o Palmeiras).

A lista de nomes no departamento médico, que já contava anteriormente com o zagueiro Antônio Carlos e o atacante Luis Fabiano, resultará nas voltas do meia Maicon e do atacante Alexandre Pato. Outra alteração – esta não forçada – será a entrada de Paulo Miranda. Zagueiro de origem, ele poderá atuar tanto ao lado de Rafael Toloi quanto como lateral direito. No primeiro caso, Rodrigo Caio permaneceria como volante. Na outra ideia, Douglas deixaria a lateral para ser improvisado como um ponta.

SPFC – Site Oficial

Muricy Ramalho tem cinco desfalques ao todo, três novos em relação à última partida, pelo Brasileiro

Qualquer que seja o desenho tático da equipe, tanto a comissão técnica quanto os jogadores sabem que é preciso esquecer os tropeços recentes. Ou fazê-los serem esquecidos. “É outra história, é Copa do Brasil, situação de mata-mata. Como São Paulo, temos obrigação de conseguir uma vitória, de vencer para ficarmos mais cômodos no segundo jogo e pegarmos uma sequência de vitórias”, analisou o lateral esquerdo uruguaio Álvaro Pereira.

 

Na terceira fase do torneio, diferentemente das anteriores, vencer o jogo de ida por dois gols de diferença, como mandante, não assegura classificação antecipada. A partir de agora, sempre há dois confrontos, o que levou a diretoria do Bragantino a alterar o mando para Ribeirão Preto, na intenção de garantir maior público – com a presença de são-paulinos – e consequentemente também maior arrecadação.

Outra mudança do clube de Bragança Paulista foi no comando da equipe. No domingo, o técnico Paulo César Gusmão, mais conhecido como PC Gusmão, foi anunciado como substituto de Mazola Júnior, demitido em função da fraquíssima campanha na Série B do Campeonato Brasileiro. O time do interior paulista ocupa a penúltima colocação, com apenas dez pontos em 12 rodadas (seis derrotas, quatro empates e duas vitórias).

FICHA TÉCNICA
BRAGANTINO X SÃO PAULO

Local: Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto (SP)
Data: 30 de julho de 2014, quarta-feira
Horário: 22 horas (de Brasília)
Árbitro: Thiago Duarte Peixoto (SP)
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho (Fifa-SP) e Fábio Rogério Baesteiro (SP)

BRAGANTINO: Renan; Geandro, Yago e Tobi; Alexandre, Francesco, Fabiano e Magno Cruz; Antônio Flávio, Cesinha e Nunes
Técnico: PC Gusmão

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Douglas, Paulo Miranda, Rafael Toloi e Álvaro Pereira; Rodrigo Caio, Souza, Maicon e Ganso; Ademilson e Alexandre Pato
Técnico: Muricy Ramalho

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*