De olho em decisão, São Paulo usará time reserva contra a Ponte

Antes de fazer o jogo de volta contra o Talleres-ARG, o São Paulo tem um compromisso válido pela sexta rodada do Campeonato Paulista. Neste sábado, às 19 horas (de Brasília), o Tricolor enfrenta a Ponte Preta, no estádio Moisés Lucarelli.

Para este confronto, a tendência é que o pressionado técnico André Jardine mande a campo um time completamente reserva. A ideia é poupar todos os titulares para o duelo decisivo com os argentinos, pela Pré-Libertadores, na próxima quarta-feira, no Morumbi.

Derrotado por 2 a 0 no jogo de ida, em Córdoba, o São Paulo tem situação bem mais tranquila no Estadual. Com nove pontos ganhos, o time lidera o Grupo D da competição, seguido por Ituano (7), Oeste (6) e Botafogo-SP (4).

O treinador, porém, tem problemas para montar a equipe reserva. Anderson Martins (tendinite no joelho direito), Liziero (entorse no tornozelo direito) e Brenner (lesão na coxa esquerda) não devem atuar. Já Luan e Igor Gomes, a serviço da Seleção Brasileira sub-20, são desfalques certos. Assim como Hudson, suspenso pelo acúmulo de três cartões amarelos.

No miolo de zaga, Lucas Kal e Rodrigo, ambos revelados pelas categorias de base do clube, devem jogar juntos. Bruno Alves, que foi titular na Argentina, pode ficar como opção no banco.

No meio, Willian Farias e Araruna tendem a formar a dupla de volantes, enquanto a armação pode ficar sob responsabilidade de Jonatan Gómez. No ataque, Helinho, Antony, Biro Biro e Everton Felipe são opções para as pontas, com Gonzalo Carneiro ou Diego Souza como referência.

Assim, uma possível escalação tem: Jean; Igor Vinícius, Bruno Alves, Rodrigo e Léo; Willian Farias, Araruna e Jonatan Gómez (Diego Souza); Helinho (Antony), Diego Souza (Gonzalo Carneiro) e Everton Felipe (Biro Biro).

Para sobreviver na Libertadores, o São Paulo precisa vencer o Talleres no jogo de volta, na próxima quarta-feira, no Morumbi, por três gols de diferença. Caso devolva o 2 a 0, a vaga será definida nos pênaltis. Se sofrer um gol, terá de marcar quatro vezes para avançar na competição.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

4 comentários em “De olho em decisão, São Paulo usará time reserva contra a Ponte

  1. Poupar o goleiro?
    Não seria melhor ele ir jogando para ver se melhora seu desempenho, já que, por problema de desgaste físico não é que o goleiro vai falhar. Pelo contrário: quanto mais jogar, melhor fica!!!

  2. Gostaria de ver esse time jogando… pra ver se não da pra usar esse ataque na quarta.

    Volpi, Igor, Arboleda, BrunoA, Leo; Luan, Araruna, Nene; Helinho, Antony e Carneiro.

    No segundo tempo, entram Hernanes, por que acredito que o melhor seria sempre revezar com o Nene e nunca jogarem juntos.
    Brenner, pra dar ritmo pra ele.
    Biro-Biro, pra ver ele jogar.

  3. RIDÍCULO, TEM QUE POR OS “TITULARES” PARA JOGAR E JOGAR E JOGAR, AFINAL DE CONTAS QUEM SÃO OS TITULARES, ESSE MONTE DE JOGADORES QUE NÃO RESOLVEM NADA, QUE PERDEM PARA O TIMINHO DO SANTOS E DO GUARANI E DO TALLERES, CADE A DIRETORIA DE MERDA????? TEM QUE POR O QUE FOR DE MELHOR PARA JOGAR E TREINAR E TREINAR E TREINAR, PQP.

Deixe uma resposta para Paulo RP Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.