Críticas de Muricy ao planejamento de 2015 repercutem mal na diretoria

A cobrança feita por Muricy Ramalho na entrevista coletiva realizada logo após a derrota nos pênaltis para o Atlético Nacional, da Colômbia, na última quarta-feira, que causou a eliminação do São Paulo na Copa Sul-Americana, não foi bem recebida pela diretoria do clube. O treinador disse que o planejamento para a próxima temporada ainda não está fechado e que existe lentidão na busca por reforços para 2015, quando o time voltará a disputar a Taça Libertadores (via Campeonato Brasileiro).

– Estamos um pouco lentos. Temos de apertar um pouco mais. Isso aqui é gigante. Quer o cara? Tem de ir para cima – afirmou o treinador.

Uma das fontes que conversou com a reportagem do GloboEsporte.com disse que estranhou a atitude do treinador, principalmente porque ele tem sido presença constante em todas as reuniões sobre o assunto.

– No início da semana, houve um encontro onde foram discutidas posições carentes e possíveis nomes para reforçar o elenco. Como agora ele fala um negócio desse? Às vezes, não dá para entender – afirmou.

Questionado sobre o assunto, o vice de futebol, Ataíde Gil Guerreiro, promete chamar o treinador para uma conversa.

– Ele falou isso quando? Vou conversar com ele. Na verdade, estamos trabalhando e faz tempo. Quando você pensa em reforços, existem os que estão aqui e os que estão fora. O que estão fora só podem ser negociados em janeiro. É preciso saber a hora certa de fazer isso. Mas estamos trabalhando para deixar o time ainda mais forte. Ninguém aqui está parado – discursou o vice-presidente de futebol.

O treinador pediu um lateral-direito, um zagueiro que atue pela direita e um primeiro volante, já que o time perde muito quando Souza ou Denilson não podem atuar. O sonho é contratar um substituto do mesmo nível para Kaká, que se apresentará ao Orlando City em janeiro, mas isso é visto com muita cautela pelos dirigentes, já que a situação financeira do Tricolor é delicada.

 

Fonte: Globo Esporte

3 comentários em “Críticas de Muricy ao planejamento de 2015 repercutem mal na diretoria

  1. Um lateral direito; um zagueiro que atue pela direita…
    No meu entender, Edson Silva e Antonio Carlos, para o treinador, estão muito bem, já que pela direita joga o Toloi: questão de preferência, ele já dispensou o Toloi para jogar na Roma. Nada contra a contratação de um bom zagueiro; mas estranho contratar um exatamente para a posição do único que temos que tem um certo valor técnico.
    Mais um volante, quando temos o Rodrigo Caio, que, segundo a imprensa, esteve para ser vendido para a Europa como votante e não como zagueiro, e que deve voltar em 2015?
    Contratar alguém como o Kaká, com a grana que está sobrando pelos lados do Morumbi, não acredito. E também é questão de representatividade – já foi escolhido o melhor do mundo e está jogando aqui: foi mais importante a comoção psicológica criada pela sua contratação do que o futebol jogado por ele nesta última passagem.
    Enfim, é difícil efetivar contratações, mesmo pontuais, que resolvam carências momentâneas (houve um tempo em que a zaga estava em paz com Rodrigo Caio e Antonio Carlos; o Denílson era muito criticado por todos e deu a volta por cima; o próprio Ganso era um grande problema e esquentava banco, e veja hoje) sem correr sérios riscos de novos Canetes, Clementes Rodrigues e Lúcios da vida.
    Paciência pode ser um grande aliado…

    • concordo, e ainda acrescento;se nao fosse a lessao do rodrigo caio,e a demora do muricy,em realizar algumas mudanças no time,certamente teriamos sidos campeoes brasileiros.acho que contratar e sempre nescessario,mas na medida que as oportunidades vao surgindo,porque se o clube demonstrar muito interresse em contratar,obviamente vao oferecer atletas,porque nada melhor que vender para quem quer muito comprar.

    • Zaga titular atual: Toloi (D) e Edson Silva (E)
      Zaga reserva : Lucão (D) e Antonio Carlos (E)
      Como Lucão está recuperando-se de fratura, falta um zagueiro pela direita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*