Compactação e agressividade: o que o São Paulo promete contra o Sport

Compacto e agressivo. São esses os atributos que o técnico Dorival Júnior espera do São Paulo nas próximas partidas. A começar pelo duelo contra o Sport, neste domingo, às 16 horas (de Brasília), no Morumbi, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro.

As atuações no triunfo sobre o Vitória e no empate com o Corinthians viraram referência no Tricolor. Em ambas as partidas, o time do Morumbi possuiu mais posse de bola e finalizações, tendo o controle das ações durante quase todo o tempo.

A ideia é manter o maior número de jogadores possível no campo adversário. Por isso, a aposta de Dorival no esquema 4-1-4-1, com uma linha ofensiva de quatro armadores leves – Marcos Guilherme, Cueva, Hernanes e Lucas Fernandes. Na visão do treinador, foi assim que o São Paulo realizou, no Majestoso, a melhor atuação sob o seu comando.

“É o que esperamos: time que corre menos riscos, que saia com consciência, que trabalhe a posse de bola com paciência e objetividade, que comece a marcação no campo de ataque”, disse Dorival, antes de citar a postura da equipe no clássico como exemplo.

“Nosso primeiro tempo foi muito bom. No segundo, ainda que tivéssemos bem posicionados, recebemos o Corinthians um pouquinho dentro do nosso campo, o que não é bom. Precisamos estar mais no campo deles. A compactação acontece, são coisas importantes e os jogadores têm de acreditar nisso um pouco mais. Ainda estamos no processo de formação, é engraçado isso no fim do ano, mas é o que acontece”, ponderou.

No treino da última quarta-feira, Dorival exigiu que os jogadores de defesa estivessem próximos para facilitar na saída de bola. Na ocasião, eles não podiam contar com os atletas de ataque. O meia-atacante Marcos Guilherme revelou que essa tem sido uma das principais cobranças do técnico no dia a dia.

“Não demos espaços para o Corinthians, jogamos muito compactos. É isso o que o Dorival está pedindo durante os treinamentos e nesse jogo conseguimos fazer”, afirmou o jogador, antes de alertar. “Agora, não adianta fazermos isso em um tempo ou em um jogo e não darmos sequência. Nosso maior objetivo é repetir essa situação, mas vindo com o resultado positivo, que é o que mais importa”, apontou.

Passadas 25 rodadas do Brasileiro, o São Paulo ocupa o 17º lugar, com 28 pontos, dois a menos que o 14º colocado Sport, o seu adversário deste domingo, no Morumbi. Uma vitória sobre os pernambucanos garante a saída da equipe tricolor da zona de rebaixamento.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.