Com polivalência e histórico, Rodrigo Caio ganha nova chance com Tite

Entre as vagas ainda disponíveis na Seleção Brasileira de Tite para a disputa da Copa do Mundo, uma é na zaga. Miranda, Marquinhos e Thiago Silva estão praticamente com um e meio pé na Rússia. A disputa pelo quarto posto é acirrada e envolve vários candidatos: Jemerson, Rodrigo Caio, Gil, Pedro Geromel, David Luiz…

O são-paulino, que não havia sido chamado para os jogos contra Bolívia e Chile, acabou ganhando nova oportunidade graças à contusão sofrida por Thiago Silva, que, mesmo cortado, seguirá concentrado com a equipe. Agora, Rodrigo Caio tenta aproveitar os treinos para mostrar serviço ao treinador.

O jogador aposta em dois fatores para levar vantagem sobre seus rivais:

  • Polivalência: além de zagueiro, pode jogar como volante, posição em que começou no futebol. Em outras convocações, inclusive, o próprio técnico Tite ressaltou tal característica. Chegou a cogitar o jogador como um substituto para Casemiro, hoje titular inquestionável.
  • Histórico: Tite leva muito em consideração o rendimento do atleta desde a primeira convocação. E Rodrigo Caio sempre teve excelente comportamento. Em campo, participou da histórica campanha na Olimpíada de 2016, quando o Brasil conquistou a inédita medalha de ouro. Na ocasião, formou dupla de zaga com Marquinhos, a equipe não perdeu nenhum jogo e só levou um gol.

Rodrigo Caio estava no dentista quando recebeu uma ligação de Edu Gaspar avisando sobre a convocação.

– Primeiramente, fico triste porque é um companheiro de posição que ficou lesionado. Isso a gente não deseja para ninguém. Tive várias lesões e sei como é isso. Mas estou feliz de retornar e de poder ajudar de alguma forma. Isso é gratificante – ressaltou o jogador.

O beque comentou também sobre o fato do treino de sexta-feira ter sido realizado no CT da Barra Funda, local que ele conhece como poucos, já que defende o São Paulo.

– Já são sete anos aqui no CT. É a minha casa, onde eu passo a maioria dos meus dias. Passo mais tempo aqui do que em casa. Feliz de treinar com a Seleção aqui.

Rodrigo Caio ainda luta por uma vaga na Copa do Mundo da Rússia (Foto: Marcelo Prado)

Rodrigo Caio ainda luta por uma vaga na Copa do Mundo da Rússia (Foto: Marcelo Prado)

Pelas últimas convocações, é possível dizer que Jemerson está à frente de Rodrigo Caio na disputa pela vaga. Até porque o ano de 2017 não tem sido muito feliz para o são-paulino. Em campo, sua equipe vive fase muito ruim. No primeiro semestre, foi eliminada de três competições. Agora, luta contra o rebaixamento no Brasileiro. O defensor cometeu falhas individuais em algumas partidas.

Dificilmente, Rodrigo ganhará chance de atuar contra o Chile. Com isso, o segredo será provar que merece ser chamado para os amistosos até o Mundial. Como? Escorado nos pontos destacados acima e, sobretudo, apresentando bom nível de atuação com a camisa são-paulina.

Fonte: Globo Esporte

Um comentário em “Com polivalência e histórico, Rodrigo Caio ganha nova chance com Tite

  1. Sou Sao Paulino e nao convocaria o Rodrigo pelo que vem jogando.
    Pelo lado financeiro para o Sao Paulo seria bom que ele fosse para a copa, assim o clube o venderia e faria um bom dinheiro com ele.
    Nao Sao Paulo ele ja deu o que tinha pra dar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*