Com Petros enfermo e suspenso, Hudson treina entre os titulares

Sem Petros, o São Paulo deu sequência, na ensolarada manhã desta sexta-feira, à sua preparação para o duelo com o CSA-AL, em Maceió, pela segunda fase da Copa do Brasil. O capitão do time tricolor se ausentou da atividade realizada no CT da Barra Funda devido a uma amigdalite que o aflige desde a última quarta.

O camisa 6, inclusive, jogou com febre durante a vitória por 1 a 0 sobre o Bragantino, no Morumbi, pelo Campeonato Paulista. Após a partida, sentiu um mal-estar e foi para o hospital junto ao médico do clube, José Sanchez. Na quinta-feira, ficou em repouso no CT e, nesta manhã, realizou exercícios leves no Reffis.

De qualquer forma, Petros já seria desfalque no confronto a ser disputado na próxima quinta-feira, às 21h30 (de Brasília), no Estádio Rei Pelé, já que cumprirá o segundo dos dois jogos de suspensão referente à expulsão após o empate por 1 a 1 com o Bahia, em 3 de dezembro, pela última rodada do Campeonato Brasileiro de 2017.

Dessa forma, a tendência é que Hudson o substitua diante do CSA. Ao menos foi o que acenou o técnico Dorival Júnior no treino desta manhã, quando dirigiu uma breve atividade tática em campo reduzido. Após atuar pelo Cruzeiro na última temporada por empréstimo, o volante fez sua reestreia pelo Tricolor na última quarta, quando entrou no lugar de Nenê no segundo tempo do jogo contra o Bragantino.

A equipe titular, portanto, treinou com Sidão; Éder Militão, Bruno Alves, Rodrigo Caio e Reinaldo; Jucilei e Hudson; Marcos Guilherme, Nenê e Cueva; Diego Souza. Já o time reserva foi composto por Lucas Paes; Bruno, Arboleda, Anderson Martins e Edimar; Aderllan e Araruna; Brenner, Shaylon e Valdívia; Tréllez.

Em seu primeiro treino com o grupo completo, o recém-contratado Valdívia atuou aberto na ponta esquerda. O meia-atacante, porém, se mostrou um pouco abaixo fisicamente em relação aos companheiros. Ele aguarda a publicação de seu nome no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF para poder estrear com a camisa tricolor.

O São Paulo folgará neste fim de semana de Carnaval, retomará a preparação na próxima segunda-feira e, na quarta, viajará rumo a Maceió. Nesta segunda fase da Copa do Brasil, diferentemente da primeira, o Tricolor não terá a vantagem do empate. Portanto, em caso de empate, o classificado será definido nos pênaltis, já que os confrontos seguem sendo disputados em jogos únicos.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

5 comentários em “Com Petros enfermo e suspenso, Hudson treina entre os titulares

  1. É Hudson chegou a hora de mostrar a que veio, mostrar pelo menos o futebol que vc jogou no cruzeiro ou entao veio para passear chateado por nao ter ficado no cruzeiro.
    Torcemos e esperamos que vingue senao sera vaiado como sempre.
    Como relacao ao que o amigo escreveu abaixo sobre Maicossuel mais uma vez so mostra o quanto esse diretoria Leco lero é incompetente, logico isentando o Rai e Ricardo Rocha que chegaram agora mas tinham que fazer algo.

  2. Nada a ver com esse assunto, mas o fato é que fiquei indignado com contratação do tal Maicossuel por cerca de 4 milhões de reais – um milhão de dólares. Como ele atuou em 8 (oito) partidas, a conclusão aritmética é de que cada vez que ele entrou em campo, o São Paulo pagou 500 mil reais. Agora, leio que o São Paulo arcará com seu salário integral nos primeiros seis meses de Grêmio, em razão do desequilíbrio muscular. O que me deixa intrigado com a capacidade da equipe médica que realizou os exames admissionais desse cara. Se o Presidente estivesse realmente preocupado com as finanças do clube, demitiria todo o staff médico por JUSTA CAUSA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*