Com paz abalada, São Paulo busca “respostas importantes” para Libertadores

A 10 dias do jogo mais importante do ano até aqui, o São Paulo ainda procura “respostas importantes”. Foi assim que André Jardine definiu a sua busca por questões que ainda não foram resolvidas para enfrentar o Talleres, no próximo dia 6 de fevereiro, estreia da equipe na Copa Libertadores.

Criticado no início do ano por conta do desempenho na Florida Cup e pela péssima reta final em 2018, o comandante viveu uma semana de paz com boas vitórias nas primeiras rodadas do Estadual. Porém, voltou a ver suas escolhas serem questionadas por parte da torcida e da mídia após o clássico do último domingo.

Depois da derrota por 2 a 0 contra o Santos, no Estádio do Pacaembu, o treinador chegou a elogiar o desempenho de alguns de seus jogadores em determinadas situações do jogo, mas deixou claro que precisa melhorar o desempenho de sua equipe.

O São Paulo teve pouca posse de bola durante a partida e quase não fez o goleiro Vanderlei trabalhar. Ele falou que, contra equipes grandes, o time precisará aprender a sofrer.

“Vamos saber tirar lições, coisas boas da derrota e ver o que não funcionou. Ao enfrentar equipes que estão acima, vamos ter que saber jogar recuado. Com o tempo, com o treinamento, poderemos nos impor como eu quero”, afirmou o comandante.

“Já temos um caminho a seguir. Claro que seria melhor se a gente já estivesse entrosado, mas jogando de quarta e sábado é praticamente impossível”, completou.

De acordo com Jardine, sua equipe também precisa evoluir bastante no aspecto emocional e admitiu que o tempo para colocar tudo em ordem é pequeno.

“Precisamos ser mais equilibrados emocionalmente. É uma crítica que eu já fiz aos jogadores”, começou. “Eu tenho que buscar o ponto de equilíbrio para desenvolver uma equipe e entrosar atletas que vão estar neste jogo. Preciso acelerar este processo, porque, sem dúvidas, precisamos de respostas importantes contra o Talleres. E vamos ter esses dois jogos para responder questões que apareceram agora”, finalizou.

Antes de enfrentar o Talleres, o São Paulo tem mais dois jogos do Paulistão: o Guarani, no dia 31, às 21h, e o São Bento, no dia 3 de fevereiro, às 17h.

 

Fonte: Uol

10 comentários em “Com paz abalada, São Paulo busca “respostas importantes” para Libertadores

  1. O Nenê sofreu 6 faltas em 25 min, sendo que 2 delas os jogadores do Santos pisaram após ele estar caído, com isso ele ficou totalmente irritado. A muito tempo observo o comportamento dos juízes com o São Paulo, é nítido que em clássicos somos sempre prejudicados, ontem no lance do gol não foi falta, e o juiz acabou o jogo faltando 20 segundos com a bola no ataque, na primeira falta do Hudson ele levou cartão ( faltas idênticas as feitas no Nenê). Aí fiquei sabendo que indicaram o Dário Pereira para relacionamento na federação, pra mim DP, foi o maior zagueiro q vi jogar, mas…pra bastidores??? Ele é um ” padre”. Enfim entramos em clássicos perdendo!!

    • Entendi….achei que o time estava mal treinado, que nossos volantes eram lentos, que os nossos laterais são fracos, que o nosso meia estava velho, que o Diego Souza não corre…..mas não ! Ufa !
      Perdemos por culpa do juiz !
      Ótima notícia ! Estamos bem, vamos com tudo.
      Culpa do juiz, achei a resposta para as minhas perguntas. Inclusive deve ser isso que o Leco pensa: faço tudo certo e o juiz atrapalha…
      #SQN

  2. O discurso é do mesmo nível do que tem apresentado em seu trabalho como técnico do profissional, ou seja, péssimo, conseguiu desarticular o pouco que o Aguirre fez, um sistema defensivo mais seguro, o futebol apresentado voltou a ser um amontoado de baratas tontas.
    Não conseguiu entender o elenco que tem nas mãos, e formatar um sistema de jogo adequado.
    Até pode querer propor o jogo, daí a fazer este time transformar em realidade seu desejo tem uma distância intransponível.
    Já o perfil do elenco do santos, que de há muito tempo é jovem e leve, conseguiu dar uma resposta positiva ao proposto pelo técnico.
    Pensei que o sujeito fosse mais inteligente, montando um esquema de jogo mais conservador e com o tempo ir tentando alterar o perfil do elenco, mas pelo visto é daqueles que morre por e com suas convicções, típico de quem não enxerga um palmo adiante do nariz.
    Quanto à Libertadores, a meu ver, se continuar nesta linha de trabalho, além de não ter classificado para fase grupos ano passado, não chegará a ela este ano.
    Jardine, mude enquanto é tempo que para o futuro este será seu aliado.

  3. Fico aqui pensando: porque será que estamos há 10 anos na fila ?
    Como pode um elenco que tem Arboleda, Reinaldo, Jucilei, Hernanes, Pablo, Éverton…não ganharem nada ?
    Porque os dirigentes sempre cometem os mesmos erros ?
    Porque Diego Souza e Nene ?
    Porque efetivar o Jardine ?
    Porque trocar de treinador muito diferente do anterior ? Desde lá atrás, quando entrou Ricardo Gomes no lugar do Muricy. Outro exemplo é o Bausa no lugar do Osório e agora Jardine no lugar do Aguirre.
    O que acontece ?
    Contratações bizarras (como uma lista de laterais direitos e esquerdos que nunca jogaram).
    Não tem ligação base e profissional, parecem dois esportes diferentes.
    Porque ?
    Somos muito piores que Santos, Palmeiras e Corinthians ?
    Estamos muito perto da Portuguesa ?
    Como pode um time com a 3a. Maior torcida do Brasil se apequenar ?
    Como pode um estádio igual ao Morumbi se transformar em um problema frente as arenas modernas ? (Ninguém viu isso ?)
    Como pode isso acontecer em plena época da informação, inteligência, tecnologia ?
    Não encontrei respostas…uma pena. Teria que mudar tudo, desde o sistema de gestão, passando pelo elenco, treinador, etc. E esse tipo de mudança demora anos, às vezes demora gerações.
    Uma pena

  4. todos sao paulinos torce para que Jardine dê certo, agora que é temeroso ele como treinador com certeza estao fazendo uma aposta muita alta com risco muito alto.
    Eu teria apostado no Abel Braga que esta no Flamengo tinha tudo para dar certo muito experiente, calejado, macaco velho, mas enfim a cagada ja foi feita agora é torcer para ela nao feder muito…rs, desculpem o trocadilho chulo, agora proximo jogo ganhar do Guarani que ganhou das Galinhas.
    Abre olho tricolor ou 2019=2018=2017…

  5. Se o Jardine não aproveitar o momento em que as coisas ficaram bem claras e oxigenar a equipe com um pessoal mais rápido, vai cair do cavalo e a gente com ele.

  6. O que incomoda no discurso é: “enfrentar equipes que estão acima” sendo que o Santos é ou deveria ser a quarta força de SP… os caras não fizeram contratações, só perderam jogadores…

    Jardine precisa ter mais personalidade senão vai rodar…
    Colocar uma nova filosofia com os mesmos jogadores é algo complicado por que nem todos têm essa característica. Não sei qual a mágica que ele irá fazer, mas tem que acontecer pro jogo da pré libertadores…

  7. O cara – Jardine – ousa falar em ENTROSAMENTO. O time que ele escalou era o MESMO que terminou o ano, com uma alteração: o Pablo, pois o goleiro não conta quando se trata de entrosamento. Até quando vou ter que aguentar essa catili[aria de perdedor ????

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.