Com elenco estrelado, Muricy adverte: ‘Sem cara feia, meu filho!’

Pela terceira vez na temporada, agora com Kaká, Muricy Ramalho foi submetido às mesmas questões: quem sairá do time? Como o reforço jogará? Você tem medo que reclamem da reserva? As questões foram feitas em fevereiro, quando Alexandre Pato chegou por empréstimo do Corinthians, e repetidas em maio com a contratação de Alan Kardec.
 
– Kaká é um grande jogador, mas temos um time para voltar a ser campeão (desde 2008 não é). Estamos fazendo uma reformulação, muitos estão chegando para sermos campeões. É muito importante ter jogadores de nível, porque o São Paulo sempre foi assim – destacou o comandante tricolor.

O discurso já foi feito, agora Muricy terá de fazê-lo funcionar no dia a dia no CT da Barra Funda. A missão do técnico será impedir, ou ao menos reduzir a quantidade, de casos de insatisfação no elenco.

Na entrevista coletiva de ontem, o tom adotado foi de intolerância para atitudes como as que Ganso teve no primeiro semestre ao sair do time para o banco de reservas.

– Se provocar isso eu tiro, não tem esse negócio. Não está no contrato que eles têm de ser titulares. Tem de jogar 11, não posso escalar os 30. Quando o cara tiver a chance e não estiver bem, vai ter problemas. Isso está acabando – desabafou.

O trabalho, tão apreciado por Muricy Ramalho, será unir Kaká, Ganso, Alexandre Pato, Alan  Kardec e Luis Fabiano aos “mortais” Osvaldo, Boschilia, Ademilson e Ewandro para manter a paz do CT da Barra Funda ao Morumbi.

– Tem lugar para todo mundo jogar. Aqui não tem cara feia, biquinho. Se ficar com isso procura o diretor e sai. Aqui é um time de futebol e o plantel é importante demais. E em um plantel de profissionais há respeito. O técnico sou eu e joga quem estiver melhor – encerrou.

Fonte: Lance

Um comentário em “Com elenco estrelado, Muricy adverte: ‘Sem cara feia, meu filho!’

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*