Contratações de Cícero, W. Nerm e Neilton colocam em xeque o planejamento

Quando o São Paulo começou a pré-temporada, Cícero, Wellington Nem e Neilton despontaram como três das principais contratações. Oito meses depois, os três não fazem parte do time e, desta maneira, colocam em xeque o planejamento do clube para 2017. Como reflexo também dessas mudanças de percurso, o time já foi eliminado de três competições no ano e ocupa apenas 17ª posição, na zona do rebaixamento do Campeonato Brasileiro.

O primeiro a deixar o São Paulo foi Neilton, que rescindiu o seu vínculo para acertar a sua transferência para o Vitória. No total, o atacante disputou apenas 11 partidas pelo Tricolor e não marcou nenhum gol. O rendimento abaixo do esperado havia rendido críticas do então treinador Rogério Ceni e da torcida. Neilton chegou ao Morumbi em uma troca com o Cruzeiro pelo volante Hudson.

Emprestado pelo Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, Wellington Nem será submetido à cirurgia para correção do rompimento do ligamentos cruzado anterior e colateral medial do joelho direito e não entra em campo mais neste ano. Desta forma, ele fechou a passagem pelo Tricolor com 25 partidas, um gol e muitas críticas da torcida.

Apesar dos treinadores Rogério Ceni e Dorival Júnior aprovarem a performance do atacante, muitos dentro do clube questionam o tempo do contrato assinado. Nem acertou uma temporada de acordo com o São Paulo, sendo que é um jogador que não disputava mais do que 19 partidas em um ano desde 2012, quando defendia o Fluminense. Além do histórico com lesões, contava contra o tempo de readaptação ao futebol brasileiro depois de três temporadas no exterior.

Por fim, Cícero chegou ao São Paulo por indicação de Rogério Ceni. Considerado um jogador caro para a sua idade, 32 anos, o meio campista não conseguiu emplacar uma boa sequência com a camisa tricolor. Apesar de ter disputado 32 partidas e marcado quatro gols, ele também foi alvo de críticas e se envolveu em polêmicas. No clássico com o Corinthians durante o Paulistão, uma prancheta caiu no pé do meio campista quando Rogério Ceni deu um chute em um momento de fúria. Já em um treino, ele foi repreendido por Ceni quando levou o filho para visitar o CT. A situação gerou um mal-estar entre os dois.
Comunicado de seu afastamento, Cícero vai treinar no CT em horários alternativos ao lado do também afastado Lucão e de Lucas Kal, Hugo Gomes, Foguete e Pedro, que retornaram de empréstimo. A intenção é negociá-lo com um time de Série B ou do exterior. Segundo apurou a reportagem, o desejo do departamento de futebol é assinar rescisão de Wesley, que tem proposta do Oriente Médio, e manter o restante do elenco até o fim do ano.

Outro lado

No início do ano, o São Paulo tinha como diretor de futebol José Jacobson – hoje o departamento é dirigido por Vinícius Pinotti. Já o comando técnico era de Rogério Ceni, que foi substituído por Dorival Júnior a partir de julho Além dessas mudanças, o clube teve de lidar com a saída de jogadores para o mercado europeu, como David Neres, Luiz Araújo, Lyanco, Maicon e Thiago Mendes.

“De acordo com o planejamento que fizemos, na pré-temporada com o Ceni, trouxemos os jogadores que ele solicitou. Começamos muito bem, ganhamos a Florida Cup contra o Corinthians, mas tivemos três resultados que não foram bons em três torneios. Perdemos quando não podíamos. O Rogério começou um trabalho sério, muito bem feito. Acho que ele ainda vai vingar como treinador. O planejamento foi muito bem feito, validado pelo Leco, pelo José Medices [vice de futebol, na época], e estava indo bem. Mas tivemos problemas, atletas que receberam propostas para ir embora e não tinha como dizer não. Por isso, o planejamento quebrou um pouco”, avaliou Jacobson.

 

Fonte: Uol

5 comentários em “Contratações de Cícero, W. Nerm e Neilton colocam em xeque o planejamento

  1. Verdade trabalho feito pelo Marco Aurélio, saiu da CBF para fazer este planejamento de 2017 e deu no que estamos vendo, estas contratações foram dele o aval e a manutenção de um monte de cabeça de bagre tipo Wesley, Bruno, Dênis, Douglas,etc é tudo dele, tem culpa no cartório sim , agora se mandou de novo para CBF tomar conta do time feminino.

  2. Planejamento??? Certamente, no São Paulo, essa palavra deve ter outra conotação. E pior, dizem, existe um departamento que avalia o desempenho dos jogadores. Qualquer leigo que acompanha o futebol à distância, já imaginava que a contratação de Wesley, Cícero, Curupira Nem, Kieza, Edimar e outros, seria uma fria. Vejam o histórico deles: Curupira Nem, por exemplo, jamais jogou mais que 15 partidas numa temporada. O Cícero saiu por incapacidade técnica. O Kieza teve passagens discretas por outros clubes grandes. Só se dá bem em times pequenos. Edimar estava na reserva do Cruzeiro, já com um pé fora do plantel. E assim vai… Se o Presidente tivesse aquilo roxo – ele não tem – puniria com a demissão por justa causa de todos esses jejunos que trabalham com a análise de desempenho. Análise de desempenho, que nome pomposo para uma merda de atuação.

  3. Quem entende razoavelmente de futebol jamais contrataria Cícero e Nem. O Neilton talvez valesse a pena a tentativa. O Cícero já tinha passagem pelo S.Paulo onde nunca se firmou como titular, salvo num pequeno período com o Leão como treinador. Outra coisa: depois que saiu do S.Paulo foi “estrela” no Santos, por um período quando aproveitou e fez um excelente (para ele) contrato com o Flu, que neste quesito chegava a ser pior que o S.Paulo. Depois, quando o Flu viu a besteira cometida, não titubeou para pagar parte dos salários dele para se livrar do jogador. Só isto já deveria para aquela anta do Rogério Ceni entender. Quanto ao Nem, o proprio texto informa o tamanho da besteira. Pior: dois jogadores caríssimos, quanto a salários. O Nem está resolvido; o Cícero, se o S.Paulo quiser se ver livre dele, vai ter que ajudar a pagar os salários…

  4. Bah… manter as eleições no mês de abril até este ano já é uma mostra da falta de planejamento…
    A anos o São Paulo F.C. não sabe o que é planejamento…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*