Carlos cita interesse de São Paulo e Palmeiras, mas “sonho” é a Europa

Principal destaque do Goiás na Série B, Carlos Eduardo despertou o interesse de São Paulo, Palmeiras e clubes europeus. O assédio sobre o atacante de 21 anos cresceu nas últimas semanas, e o atleta comentou a respeito em entrevista coletiva. Ele exaltou o fato de estar na mira de grandes times paulitas, mas revelou que jogar fora do Brasil é sua prioridade.

Carlos entrou em pauta no São Paulo na última semana. O Tricolor analisa a possibilidade de fazer uma oferta ao Goiás. Já em relação ao Palmeiras, o atacante está no radar há mais tempo. O clube alviverde o teria sondado ainda em junho. Propostas concrentas até o momento, porém, apenas da Europa. Representantes de equipes da Alemanha, França e Bélgica já procuraram o Esmeraldino. Só que a conversa que mais agradou a diretoria foi com um time da Bulgária.

– Não posso dizer que estou pronto (para jogar na Europa), pois não sei como é lá, mas tenho que estar preparado para tudo. Tenho que acreditar no meu potencial e encarar. Converso com meus pais, sei que se for para sair do Brasil, vou com Deus do meu lado – conta o jogador, que nasceu em Nerópolis (GO) e vem de família humilde.

Vitrine

Carlos Eduardo é o artilheiro esmeraldino na Série B, com nove gols. Na terça-feira, o atacante fez um golaço no empate por 1 a 1 diante do Criciúma . O bom futebol apresentado na competição é o principal cartão de visitas do atleta, que, antes de tudo, garante estar focado em livrar em definitivo o Goiás do risco de queda.

3 comentários em “Carlos cita interesse de São Paulo e Palmeiras, mas “sonho” é a Europa

  1. Não seria a primeira vez que o S.Paulo contrataria o “artilheiro” da série B correndo todos os riscos. Hoje no Goiás, jogando a série B, as coisas têm dado certo pro garoto. O que garante que amanhã, num time grande como o S.Paulo e jogando contra jogadores da serie A, as coisas podem continuar iguais? Esses vários jogadores emprestados que povoam o CT são-paulino e que não vingaram, também não eram ótimos em seus clubes?
    Moral da história: ou vem por um preço que valha a pena o risco (melhor seria aluguel de passe com valor final fixado), ou deixem que vá para a Bulgária, onde os campeonatos devem ter a mesma relação técnica da série B brasileira!!!

  2. Nunca vi jogar, mas pela grana que o Goiás pediu, não vem, nem negociando vai chegar a um valor aceitável por um menino jogando na segunda divisão. Talvez o palmeiras pague, mas a probabilidade de matar a carreira do menino é enorme, vai ficar esquecido lá no banco até terminar o contrato e sair para um timinho do Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*