Buffarini, Denis e Renan Ribeiro puxam lista de quem vai sair do São Paulo

O fato de Buffarini não ser nem sequer relacionado para a partida do São Paulo deste sábado (4), contra o Atlético-GO, amplificou os rumores sobre o futuro do lateral direito. Sem espaço, o argentino deve ser envolvido em alguma negociação e deixar o Morumbi em 2018. Porém, o ala não é o único que vive tal situação no clube. Além do estrangeiro, há pelo menos outros nove jogadores que também não estão nos planos de Dorival Júnior e da diretoria.

O departamento de futebol evita falar sobre o assunto e espera o time deixar de vez qualquer possibilidade de ser rebaixado para a Série B para colocar em prática a sua estratégia. Mesmo assim, jogadores como Denis, Renan Ribeiro, Lugano e Gilberto já sabem que não vão mais defender o time. Há de se lembrar ainda que Morato, em processo de recuperação de cirurgia no joelho direito, está emprestado pelo Ituano até dezembro e tem o seu futuro indefinido.

Por outro lado, o departamento analisa quais contratações poderão ser feitas, quem voltará de empréstimo e quais jogadores terão os seus contratos renovados. Há casos de atletas importantes para o elenco, como o volante Jucilei o meio campista Hernanes, que têm contratos perto do fim.

Jucilei está emprestado pelo Shandong Luneng, da China, só até o fim deste ano e gostaria de permanecer no clube. Ídolo e bem adaptado, Hernanes está emprestado pelo Hebei Fortune até junho de 2018.

Veja quem deve deixar o São Paulo no fim deste ano:

Denis

É o jogador com mais tempo de São Paulo. No clube desde 2009, não conseguiu se firmar como o substituto de Rogério Ceni na última temporada e perdeu espaço neste ano. O salário do arqueiro, na casa dos R$ 200 mil, é considerado alto para um reserva. Tem contrato só até o fim de dezembro, que não será renovado para 2018.

Renan Ribeiro

Tem contrato até o fim do Campeonato Paulista de 2018. Era o terceiro na disputa por uma vaga no time titular desta temporada e, aos poucos, conseguiu se firmar no time sob o comando de Rogério Ceni. Depois da chegada de Dorival Júnior, em julho, voltou para o banco de reservas. A negociação para renovar o acordo emperrou e o jogador já percebeu que não permanecerá no Morumbi.

Bruno

No início deste ano, tinha moral e chegou a renovar o vínculo até o fim de 2018. Por conta de atuações abaixo do esperado, passou a ser alvo de críticas e perdeu a confiança. Caso apareça alguma oportunidade, será envolvido em uma negociação.

Buffarini

Indicado pelo então técnico Edgardo Bauza, foi contratado pelo São Paulo na última temporada. Falhou em algumas partidas e não se firmou no time. Por questão técnica, nem sequer foi relacionado para o jogo contra o Atlético-GO, neste fim de semana. Para complicar, tem o o salário considerado alto pela diretoria. O empresário do jogador já sinalizou com a sondagem de alguns clubes e o São Paulo não deve segurá-lo.

Lugano

Apesar de ser considerado um dos maiores ídolos da história do clube, não tem sido utilizado. Aliás, o uruguaio nunca teve a oportunidade de entrar em campo com Dorival Júnior – a sua última partida foi contra o Flamengo, em julho. Se decidir prosseguir a carreira, o veterano uruguaio, de 37 anos, deve mudar para outro time.

Edimar

Está emprestado pelo Cruzeiro só até o fim desta temporada. Experiente, o jogador de 31 anos deve continuar no São Paulo se o Cruzeiro envolvê-lo em alguma negociação. Porém, não há intenção de o Tricolor fazer um grande esforço para contratá-lo.

Denilson

Mais um que foi emprestado só até o fim deste ano. Não agradou ao técnico Dorival Júnior e à diretoria. Por isso, deve voltar Granada, da Espanha, o dono dos seus direitos.

Gilberto

Apesar de ser o vice-artilheiro do São Paulo nesta temporada, com 12 gols, não vai continuar no clube. Por meio do empresário Sandro Zardo, o jogador já comunicou a diretoria que não quer renovar o vínculo para ter mais oportunidades em outro clube. O Botafogo já demonstrou interesse no atacante, que também recebeu sondagens do exterior.

Marcinho

Teve um começo empolgante no São Paulo quando o time era treinado por Rogério Ceni, precisando até atuar improvisado de lateral direito em algumas partidas. Aos poucos, caiu de rendimento e perdeu a vaga no time. Deve voltar para o São Bernardo.

Wellington Nem

Era considerado uma das principais contratações do São Paulo nesta temporada. Porém, não correspondeu à expectativa dentro de campo e sofreu com as lesões. Emprestado pelo Shakhtar Donetsk até o fim deste ano, está em recuperação de cirurgia no joelho direito e só deve ampliar o vínculo se for até o período de ter condições de voltar a jogar.

 

Fonte: Uol

6 comentários em “Buffarini, Denis e Renan Ribeiro puxam lista de quem vai sair do São Paulo

  1. Edimar é um bom reserva. Nada mais.
    Lugano sair de novo que vai ser foda.
    Negócio é manter os principais, agora que esse time engrenou.
    Senão vai vir outra reformulação, outra confusão, mesma história de sempre

  2. Esse Edimar mesmo que vindo de graça ainda é caro demais, precisamos de um lateral que esteja no nível do clube.

    Acho que se Rodrigo Caio sair ainda tem espaço para Lugano entre os zagueiros, seria muito importante em caso de conseguirmos uma vaga na Libertadores.

    Excetuando-se Morato o restante é hasta la vista.

  3. Talvez o lugano e o Edimar poderiam paremanecer. O lugano por um salário menor o Edmar se for de graça.
    Esssa lista é um exemplo de como o SP contratou mal.
    Eu incluiria o Sidão na lista

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*