Bruno relata Michel Bastos cabisbaixo e aprova Wellington Nem no São Paulo

Fora dos planos do São Paulo e sem jogar desde o dia 5 de outubro, contra o Sport, Michel Bastosestá cabisbaixo. O relato é do lateral-direito Bruno. Recuperado de lesão muscular, ele falou sobre a situação de ter um companheiro com contrato e treinando, mas fora dos planos para 2017.

– Ele está bem. O grupo é unido. Conversamos todos os dias. Claro que queria ajudar lá dentro. É profissional. Treina e está bem. Claro que às vezes encontramos o Michel meio cabisbaixo, mas é normal. Nos treinos sempre faz a parte dele. É uma família e apoiamos sempre – disse Bruno.

Segundo Bruno, Michel Bastos se mostra participativo nos treinos. Nesta sexta-feira, por exemplo, o meia marcou um dos gols na vitória por 5 a 0 sobre o América de Rio Preto, em jogo-treino no CT da Barra Funda.

– Ele diz que queria ajudar. Mas não larga nunca. Podem pensar que ele faz corpo mole e tal, mas não. Mesmo sem jogar, está torcendo no dia a dia. Ficamos felizes. O grupo sempre tem de conversar e e erguê-lo, porque ele pode jogar em qualquer lugar do mundo – afirmou.

Michel Bastos está na mira do Santos, que pensa em fazer uma troca com o São Paulo. A boa relação dos presidente Modesto Roma e Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, pode contribuir para uma eventual negociação. O Tricolor, no entanto, considera difícil encontrar um jogador alvinegro que interesse e seja viável. Isso porque os destaques como Lucas Lima, Zeca e Ricardo Oliveira não devem ser liberados pela direção do rival e pelo técnico Dorival Júnior.

A atividade desta sexta-feira foi observada por Maicon, Breno, Ytalo, Kelvin, João Schmidt e Thiago Mendes, atletas que ficaram no Reffis nos últimos dias. O presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, e o vice-presidente de futebol José Alexandre Médicis também estiveram no CT da Barra Funda.

Companheiro de Wellington Nem no Figueirense e no Fluminense, Bruno elogiou a contratação do reforço do São Paulo. Ele foi emprestado pelo Shakhtar Donetsk por um ano.

– Muito bom, porque é rápido e veloz. Sempre fez gol quando jogávamos juntos. Vai ajudar muito. O São Paulo está de parabéns, foi uma bela contratação. Precisamos nos reforçar, porque terminando o campeonato outros jogadores podem sair. O Wellington é um excelente jogador, atuamos juntos. Ele está muito feliz de vestir essa camisa, nós conversamos. Mas precisamos, sim, e a direção está trabalhando para ter um ano 2017 melhor com títulos.

 

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*