Bruno Alves ressalta período de ajustes de olho em vaga

Convocado para defender a Seleção Equatoriana neste momento decisivo das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, Arboleda tem compromisso marcado com a equipe de seu país no próximo dia 10, diante da Argentina, no Estádio Olímpico Atahualpa, e desta forma não enfrentará o Atlético-MG com o Tricolor no dia 11, em Belo Horizonte, pelo Campeonato Brasileiro de 2017.

O desfalque do camisa 4 abrirá uma disputa por um lugar na equipe são-paulina, e o recém-contratado Bruno Alves se candidata para receber uma nova oportunidade com o técnico Dorival Júnior. Contratado do Figueirense, onde disputou mais de 100 jogos, o zagueiro de 26 anos fez duas partidas pelo São Paulo: foi titular diante da Ponte Preta (2 x 2), tendo inclusive marcado um gol quando estreou, e entrou no triunfo sobre o Vitória (2 x 1), em Salvador.

O cenário para enfrentar os campineiros, aliás, foi semelhante ao atual: Arboleda estava suspenso após retornar da seleção, e o time teve tempo para trabalhar no CT da Barra Funda antes do confronto no Morumbi já que a competição nacional estava paralisada durante as Eliminatórias.

Na ocasião, Bruno Alves agarrou a oportunidade e deu conta do recado. E, agora, o jogador quer repetir a dose. “A expectativa é boa. Todos têm aproveitado este período para trabalhar firme, assim como foi da última vez, e queremos corresponder. E tenho certeza de quem for o escolhido pelo Dorival dará conta do recado para representar bem o São Paulo”, disse o defensor, que acrescentou.

“É importante ter esta semana de trabalho. Quanto mais tempo para trabalhar, melhor. E o Dorival tem aproveitado bem isso. Também temos a oportunidade de buscar o entrosamento ideal com o Rodrigo Caio, caso realmente apareça uma chance, e isso valoriza ainda mais a nossa preparação”, avaliou.

Com 31 pontos, o Tricolor está na 14ª colocação e terá pela frente um adversário que detém 34 pontos: os mineiros ocupam o nono lugar. “Queremos encarar o Atlético-MG de igual para igual, assim como fizemos contra o Vitória (2 x 1) fora de casa, porque precisamos de um resultado positivo neste confronto direto na tabela. Conseguimos respirar fora da zona de rebaixamento, mas não podemos relaxar. Precisamos dos três pontos”, finalizou.

 

Fonte: Site Oficial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*