Bomba: Tricolornaweb prova comissões cobradas na era Aidar

Ontem prometi que teria uma bomba para divulgar. Deixei claro não se tratar de contratação de jogador, mas algo envolvendo o clube. Não é desta gestão. Mas o fato de ser da passada não invalida os documentos que recebi, em formato de áudio, e que comprovam as denúncias que fizemos ao longo do tempo, e que mesmo assim não atingiram o ex-Vice-presidente de Marketing e Comunicação, Douglas Schwartzmann. O áudio está no final desta matéria. Mas antes é necessário lembrarmos alguns fatos daquela administração.

A gestão de Carlos Miguel Aidar foi marcada por muitas denúncias. Aliás, nunca é demais lembrar que foi o Tricolornaweb quem denunciou, com absoluta exclusividade, a existência de Cinira Maturana e de um contrato com a Far East, onde apareceu o tal de Jack.

Também foi o Tricolornaweb que, depois de muitas denúncias publicadas, descobriu e divulgou o cartão em que Douglas Schwartzmann, então vice-presidente de Comunicação e Marketing, era representante comercial do tal Jack no Brasil e poderia não ser ilegal, mas seria imoral, que ele, nessa condição, oferecesse um contrato que geraria R$ 15 milhões ao Jack por intermediar o negócio com a Under Armour.

zanetti

Pois bem. Quando surgiu a famosa gravação feita por Ataíde Gil Guerreiro com Carlos Miguel Aidar, o ex-presidente afirmou que  ” Douglas Schwartzmann pedia comissão por qualquer negociação feita no clube, enquanto Ataíde explica que um advogado do Palmeiras – que também negociava com a empresa – disse que o ex-vice cobrava 15% de comissão por fechar contrato de uma hamburgueria.

A hamburgueria em questão era a Sport Food, que tinha fechado contratos com o Palmeiras, Corinthians, Santos, Grêmio, Vasco e Cruzeiro. Todos licitamente. Só no São Paulo houve pedido de comissão, por parte de Douglas Schwartzmann.

Na época o vice-presidente de Marketing negou taxativamente essa acusação. Fez, inclusive, que Carlos Miguel Aidar escrevesse uma carta o inocentando de tudo. A carta dizia o seguinte:

“Elegi-o como esse porta-voz por ter sido um amigo fiel, que jamais mediu sacrifícios em prol do São Paulo e da nossa amizade. (Essa carta) trata-se de um reconhecimento pelo empenho, luta, dedicação, conquistas, combatendo o bom combate do dia a dia. Se mais nós dois não fizemos, foi porque nos elegeram como Cristos e nos levaram ao calvário que vivemos”, aponta trecho do documento, assinado por Aidar.

Vejam a carta, na íntegra, abaixo:

 

Cata enviada por AIdar a Schwartzmann pouco depois de sua renúncia (Foto: Reprodução)

 

Depois de algum tempo, e aí vem a bomba!!! tive acesso ao áudio que comprova tudo o que se falou de Douglas Schwartzman. O áudio tem 41 minutos de duração, mas fiz uma edição tirando conversas que não dizem respeito a denúncia. De qualquer maneira, a íntegra está em meu poder e pode ser solicitada, por quem se sentir ofendido, a qualquer momento que terei o prazer de apresentar.

Nessa gravação os senhores verão a que ponto chegou o São Paulo, com a dupla Douglas Schwartzmann e Carlos Miguel Aidar. Apesar da conversa toda travada entre um funcionário do departamento de Marketing e Fernando, da Sport Food, ser nociva a Douglas, pelo que relatei acima e é de conhecimento público, Carlos Miguel Aidar sabia que seu vice pedia comissão para tudo.

Em resumo, os dois interlocutores falam o tempo todo sobre Douglas Schwartzman, tratado vezes pelo nome, vezes por “o cara”, afirmam que ele está acabado no mercado e, com ele, a marca São Paulo. Citam que não foi só para a Sport Food que houve pedido de comissão, mas para demais empresas que foram conversar com o São Paulo. A situação chega ao ponto de Douglas ameaçá-los de várias maneiras, falando, inclusive, que sabe onde os filhos deles estudam. E um delegado de polícia, amigo do sócio de Fernando, é acionado para evitar o pior.

Os amigos do Tricolornaweb vão encontrar os principais trechos nos seguintes pontos desta gravação:

5 minutos: Fernando faz a primeira citação sobre um delegado, amigo de seu sócio;

10 minutos: o funcionário do Marketing e Fernando falam que estão sendo intimidados por Douglas;

12 minutos:  falam que Douglas pede dinheiro para muita gente;

16 minutos: citam a carta que ele exigiu que Carlos Miguel fizesse para ele e Fernando relata a ameaça que sofreu sobre seus filhos;

18 minutos: já no final, Fernando diz que só o São Paulo aceita Douglas. O mercado já o afastou.

Para que a gravação seja ouvida são necessárias algumas identificações:

Cara é Douglas

Baixinho é Carlos Miguel Aidar

Alex é Alexandre Bourgois

Fernando é o representante da Sport Food

O outro interlocutor era um funcionário do Marketing do São Paulo.

 

Não houve roubo ou desvio de dinheiro do São Paulo, isso é fato. Mas, no mínimo, eles causaram prejuízo enorme ao clube, pois as empresas deixaram de patrocinar o São Paulo por não aceitarem pagar comissão. E isso, pergunto, não é para expulsão do Conselho Deliberativo? Lembrem-se que o presidente da Comissão de Ética do Conselho, José Opice Blum, arquivou o processo dizendo não haver prova alguma. O áudio está com excelente qualidade. Basta querer apurar a punir, não assar a pizza.

Sei que o fato é antigo, mas somente agora consegui autorização para divulgar esse áudio.

E se preparem que vem mais por aí. Novos documentos deverão chegar, não me importando se é da administração Carlos Miguel Aidar ou Leco. Chegando, publicarei da mesma forma com fiz com esta comprovação dos desmandos que ocorreram no São Paulo.

 

Paulo Pontes

17 comentários em “Bomba: Tricolornaweb prova comissões cobradas na era Aidar

  1. A matéria é uma peça de jornalismo brilhante. Pelo histórico dos últimos anos, eu temo que o CORPORATIVISMO impedirá o prosseguimento das apurações e as respectivas punições . É lamentável que a Instituição tenha chegado a esse ponto. Pena que não dispomos no âmbito do clube, da seriedade de uma Operação LAVA AJATO. O país está sendo passado a limpo e minha esperança é que nesse contexto, o SÃO PAULO FC também seja passado a limpo.

  2. Os únicos que não tem nenhuma espécie de
    rabo preso são os Sócios-Torcedores !!
    Por isso a necessidade imperiosa dos votos
    dos sócios-torcedores na eleição do presidente do SPFC !

  3. Isto é uma vergonha, a corrupção está acabando com o país, está enraizada na sociedade e alguns acham normal usar o clube para se promover, mentem descaradamente, não têm vergonha na cara, o que adianta enriquecer prejudicando a massa, nunca vi um defunto levar para a sepultura, carros, casas, jóias e dinheiro, eles acham que são eternos e roubando descaradamente vão sair impunes, morram desgraçados e saiam do nosso Tricolor.

  4. Amigo Paulo
    “Não houve roubo ou desvio de dinheiro do São Paulo, isso é fato.”
    Pergunto quanto o SÃO PAULO FUTEBOL CLUBE deixou de auferir de receitas, com este tipo de dirigente?;
    Quanto a imagem do Clube foi prejudicada? Quantos possíveis parceiros este dirigente ESPANTOU?
    Será que desta vez a Comissão de Ética vai defender os interesses do Clube?
    Abs.

  5. Bela reportagem. Caso os dirigentes nao expulsarem esses dirigentes do clube, a torcida pode fazer entrando com uma representacao no ministerio da justica.

  6. Parabéns Paulo.

    Isto é jornalismo! Fora o amor pelo clube!

    E quanto ao SPFC…..nada a declarar, a versão do audio já fala por sí só.
    Clube de esquina, de ADM de fundo de quintal.
    E a oposição morta.

    Parabéns novamente.

  7. Se quem mandasse no tricolor fosse os socios e socios-torcedores garanto que este tipo de coisa ja teria rendido até prisão, mas como quem manda lá é esse opice blum, termina em safadeza.
    E o pior de todos é o Leco que vê estas coisas e se faz de besta.

  8. Por que esse Douglas S continua com livre acesso ao clube e não sofreu, pelo menos, a punição imposta ao Aida?

    Esse áudio é uma prova nova, então perfeitamente cabível a reabertura do procedimento interno no spfc para averiguar e afastar do clube esse cidadão.

    Uma vergonha. A atuação desse cretino no mercado ajudou a jogar na lama o nome do SPFC.

  9. Caro Paulo! Brilhante trabalho.
    Agora, cabe à diretoria, em especial aos Conselheiros, apurarem o fato e dar uma decisão adequada.
    Isso é um fato gravíssimo, inclusive, com ameaça pessoal à um dos interlocutores e membros de sua família. Isso, na minha ótica, deveria ser direcionado ao Ministério Público.

  10. O Aidar nada sabia? O amiguinho analfabeto do Jack, o senhor Dedé nada sabia? E a Cinira, sumiu? Essa turma anda reaparecendo no clube, atrelado a pseudo grupo que se considera oposição. Bando de cretinos que só desejam enriquecer. Outro está dando as carad por aí. … o tal Julio Casares…. cuidado com ele…. vai se lançar à candidato à presidente…. querem afundar o SPFC.

  11. Este funcionário de marketing é do próprio São Paulo Futebol Clube?Ambos os interlocutores concordaram com a divulgação do áudio?Me parece que existem indícios de algo a ser verificado mais profundamente, mas teria sido interessante se esse pessoal tivesse gravado as ameaças ou os pedidos de comissão caso eles tenham ocorrido. A meu ver nesse caso se não houver mais provas ficaria temerário até expulsar o acusado do Conselho, pois as provas estão baseadas em uma conversa de terceiros, sendo assim seria uma palavra contra outra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*