Bauza não vê Kardec em outra função e elogia gol: “Bom para autoestima”

O técnico Edgardo Bauza afirmou não enxergar Alan Kardec fazendo outra função que não seja a de centroavante. Para o treinador, a possibilidade de o atacante atuar como um meia-armador está descartada.

“Não acredito que possa jogar na parte de criação. É muito perigoso na área e tratamos de aproveitá-lo aí. Ele tem jogado muitos minutos comigo”, afirmou.

Sobre o gol de Kardec, que deu o empate contra o Santos, neste domingo (27), Bauza afirmou ter sido bom para a confiança do jogador. “Kardec precisava desse gol para a autoestima voltar a crescer”.

Desde a chegada de Edgardo Bauza, Alan Kardec tem sido reserva no São Paulo – nesse ano, foi titular em apenas duas partidas. Um dos motivos é o fato de brigar por posição com Jonathan Calleri.

“Estando com Ganso em campo, prefiro jogar com Ganso e só um jogador de área”, explicou Bauza, descartando a possibilidade de Calleri e Kardec jogarem juntos. “Mas não descarto a chance de jogar com os dois”.

Entrega é elogiada pelo treinador

Sobre o empate em 1 a 1 com o Santos, Bauza elogiou a entrega do time para buscar o empate – Joel abriu o placar aos 13 minutos do segundo tempo e Kardec empatou aos 37 minutos.

“O jogador que não se entrega, não joga no São Paulo. Hoje, como na partida anterior, a entrega foi total. Quando o jogador está cansado, ele me avisa, entra outro. Se tem uma coisa que não pode faltar, é a entrega, a atitude de cada um”, afirmou.

“Fizemos um bom primeiro tempo, nos faltou um pouco mais de profundidade. Depois do gol do Santos, a equipe se desordenou e o eles poderiam ter aumentado. Com as mudanças que fizemos, recuperamos o controle e buscamos o empate. O empate foi o prêmio por não ter se entregado. Penso que o empate foi merecido”.

 

Fonte: Uol

Um comentário em “Bauza não vê Kardec em outra função e elogia gol: “Bom para autoestima”

  1. Prezado Paulo:

    Este discurso de entrega, não se aplicou pelo menos ontem, ao Carlinhos;
    Gosto deste jogador, tem boa técnica;
    Mas observe a falta de empenho durante a partida, muitas vezes se livrando da bola e/ou tocando-a para os companheiros de forma muito displicente e até a entrevista ao término do primeiro tempo, pouco se importando em ter uma postura de comprometimento, dizendo que qualquer das equipes poderia ganhar?;
    Estranho este comportamento;
    Observe os escanteios cobrados, bastou o Lucas /Fernandes acertar um escanteio que obtivemos o empate;

    Sds Tricolores

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*