Bancado, Muricy diz: “Eu mesmo me demito se não estiver bem”

A garantia dada pelo presidente do São Paulo de que Muricy Ramalho ficará no clube enquanto quiser não fez diferença para o treinador. Nesta sexta-feira, ao ser questionado sobre o que havia dito Carlos Miguel Aidar dois dias depois da eliminação para o Bragantino na Copa do Brasil, ele disse que se demitiria por conta própria se for o caso.

“Não me seguro em emprego, não estou mais nessa fase. Não precisa alguém falar para mim o que eu devo fazer. Não precisa alguém chegar e me mandar embora. Se eu não estiver me sentindo bem, eu mesmo é que saio”, disse.

Na quinta-feira, embora publicamente tenha assegurado Muricy independentemente dos resultados, Aidar questionou o desempenho do time e admitiu que sua paciência “está pertinho do fim”. Um recado aparentemente não muito bem digerido pelo comandante da equipe.

“Não podemos perder jogos como perdemos. Ele tem razão, mas, no futebol, se a paciência acaba, você tem que continuar trabalhando. Não acabou o campeonato, estamos em quinto lugar e temos que seguir. Se toda vez perder a paciência no futebol, não tem mais futebol”, opinou, baixando a cabeça para o chefe, porém.

“Sou muito realista. Tem quer direito de, no momento certo, estar falando. Tenho que aceitar se acabar a paciência. Se o time joga o que jogou na quarta-feira, você quer falar o quê? Tem coisa que tem que aceitar. Não posso ficar bravo com a crítica, não merecíamos outra coisa. Tem que ficar quieto”, continuou.

Na manhã desta sexta-feira, o vice-presidente de futebol, Ataíde Gil Guerreiro, reuniu-se com o elenco para cobrar reação imediata no clássico de domingo, contra o Palmeiras, no Pacaembu. Ao mesmo tempo, no entanto, o dirigente passou confiança para os jogadores se recuperarem da derrota para o Bragantino em pleno Morumbi.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

2 comentários em “Bancado, Muricy diz: “Eu mesmo me demito se não estiver bem”

  1. COM MURICY O VEXAME ESTÁ GARANTIDO:

    ELIMINADO POR 3 “SUPER TIMES” PAULISTAS, NÃO É O PALMEIRAS, SANTOS OU CORINTHIANS, SÃO OS TIMES MAIS “TRADICIONAIS” E “PODEROSOS” DO FUTEBOL BRASILEIRO:

    Ponte Preta (Segunda divisão)
    Penapolense (time montado apenas para o paulistão)
    Bragantino (Penúltimo colocado da SEGUNDONA)

    Qual o motivo de manter um TREINEIRO desse no SPFC ganhando uma fortuna? Só para agradar as MURICETES ?

    Time mal treinado, sem esquema tático, qualquer técnico de várzea faria melhor que o entregador de camisas e enchedor de saco dos garotos da base.

    BURRICY, SE VC AMA O SPFC COMO DIZ, NÃO O FAÇA MAIS PASSAR VERGONHA, PEÇA DEMISSÃO AGORA!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*