Ataque funciona, São Paulo bate o Avaí e se reabilita no Brasileiro

Não importava a posse de bola, o número de cruzamentos, tampouco o de finalizações. O São Paulo precisava ganhar, nem que fosse por meio a zero, como se diz no futebol. E ganhou. Pronto. Para alívio dos 12.427 torcedores presentes no Morumbi nesta segunda-feira, Lucas Pratto e Luiz Araújo marcaram na vitória por 2 a 0 sobre o Avaí, pelo Campeonato Brasileiro, resultado que ameniza a crise tricolor e deixa em segundo plano questões que outrora podem vir a ser importantes.

Veja os melhores momentos

O São Paulo jogou bem? Mais ou menos. Apresentou aquele futebol vistoso do início do ano? Não. Levou sustos como em outras partidas? Sim, chegando a deixar os torcedores impacientes, no segundo tempo. E Lugano, que voltou ao time, foi brilhante? Também não, mas nem por isso comprometeu. Mas de que importa? Após dias tão amargos e confusos, tudo que o são-paulino queria mesmo era voltar para casa com o sabor da vitória e a confiança um pouco melhor para o clássico que se aproxima contra o Palmeiras, no próximo sábado.

E a felicidade começou a vir pelos pés de Pratto, que marcou seu oitavo gol no ano, mas com boa contribuição de Cícero e Marcinho. Foi o volante que iniciou a jogada com ótimo lançamento, bola que o atacante escorou para o argentino fuzilar as redes. Tricolor na frente com dez minutos de jogo.

Em outros tempos, um gol rápido no Morumbi era sinal de pressão do São Paulo e, dependendo da fragilidade do adversário, goleada. Mas sabemos que não é assim que as coisas estão. Pratto até teve outras duas chances, mas as equipes foram para o intervalo com o jogo aberto. Tanto que o Avaí voltou melhor, pressionou e, por um momento, fez o são-paulino pensar: será que vai acontecer tudo de novo?

Não aconteceu. No fim, Luiz Araújo, que entrou no segundo tempo, decretou o placar. Pronto. Após três eliminações consecutivas e estreia com derrota no Brasileiro, o São Paulo de Rogério Ceni voltou a vencer. Daí em diante, pouca importa se o treinador apresentou números em entrevista, se fugiu da realidade, se derrubou quadro, prancheta ou bola de tênis em alguém. Importante era vencer. Sábado tem mais, e a jornada promete ser muito mais ingrata.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 2 X 0 AVAÍ
Local: Morumbi, São Paulo (SP)
Data-Hora: 22/5/2017 – 20h
Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN)
Auxiliares: Flávio Gomes Barroca (RN) e Vinicius Melo de Lima (RN)
Público/renda: 12.427 pagantes/R$ 311.239,00
Cartões amarelos: Thiago Mendes (SAO), Luan e Betão (AVA)
Cartões vermelhos: –
Gols: Pratto (10’/1ºT) (1-0), Luiz Araújo (45’/2ºT) (2-0)

SÃO PAULO: Renan Ribeiro; Buffarini, Lugano, Rodrigo Caio e Júnior Tavares; Jucilei, Thiago Mendes (Thomaz, aos 6’/2ºT) e Cícero; Cueva (João Schmidt, aos 36’/2ºT), Marcinho (Luiz Araújo, aos 26’/2º) e Pratto. Técnico: Rogério Ceni.

AVAÍ: Kozlinski; Leandro Silva, Betão, Alemão e Capa; Luan, Judson (Simião, aos 28’/2ºT), Diego Tavares (Lourenço, aos 27’/2ºT) e Marquinhos (Iury, aos 37’/2ºT); Denílson e Rômulo. Técnico: Claudinei Oliveira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*