Arouca cobra R$ 700 mil de direito de arena do São Paulo na Justiça

Arouca, que disputou o Brasileirão pelo Vitória e tem contrato com o Palmeiras até o próximo dia 31 de janeiro, cobra R$ 700 mil do São Paulo na Justiça. O volante quer receber o valor referente ao direito de arena de 73 partidas de 2009, divididas em Paulistão, Brasileirão e Libertadores.

O direito de arena é um repasse do clube aos atletas de parte do valor recebido pelos direitos de transmissões televisivas. Arouca, no caso, cobra do São Paulo por todas as partidas em que foi relacionado e esteve no banco de reservas.

O Tricolor, por outro lado, se defende dizendo que tem de pagar, se condenado, apenas pelos jogos que Arouca entrou em campo naquela temporada. No caso, em 41 partidas.

O Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo condenou o clube paulista em segunda instância e deu ganho de causa ao volante. O Tricolor, no entanto, entrou com recurso no Tribunal Superior do Trabalho e teve o argumento negado.

Agora, o São Paulo espera o resultado de um recurso por meio de embargo enviado à Seção 1 Especializada em Dissídios Individuais do TST e um recurso extraordinário ao Supremo Tribunal Federal.

Fonte: Globo Esporte

Um comentário em “Arouca cobra R$ 700 mil de direito de arena do São Paulo na Justiça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.