Após bronze com Brasil, Brenner quer terminar bem ano no São Paulo

Após defender a Seleção Brasileira no Mundial sub-17 da Índia, o atacante Brenner reforçou o treino do São Paulo nesta terça-feira, no CCT da Barra Funda. Revelado em Cotia, o jogador de 17 anos deixou o país asiático satisfeito com suas atuações, apesar de não ter voltado com a medalha de ouro.

“Uma experiência muito boa, jogar pela Seleção Brasileira dá bastante visibilidade. É uma sensação única representar o meu país, gratidão enorme”, disse Brenner, em entrevista à Spfc Tv.

Dono de uma campanha invicta na primeira fase, o Brasil superou Honduras e Alemanha na sequência. Nas semifinais, contudo, perdeu por 3 a 1 para a Inglaterra, que acabou se sagrando campeã do torneio. Em seguida, a Seleção fez 2 a 0 em Mali e ficou com o terceiro lugar.

“Consegui ajudar a equipe, fiz três gols e dei três assistências, mas o mais importante era quando a gente ganhava. Infelizmente não conseguimos o título, mas lutamos pelo terceiro lugar”, resignou-se o atacante, artilheiro do Brasil na competição.

De volta a São Paulo, Brenner encontrou uma situação muito mais tranquila em relação àquela em que embarcou para a Índia. A sete rodadas para o término da competição, a equipe de Dorival Júnior ocupa o 11º lugar, com 40 pontos, cinco acima da zona de rebaixamento.

Reintegrado ao elenco tricolor, Brenner fica à disposição do técnico Dorival Júnior para o confronto com o Atlético-GO, no próximo sábado, às 19 horas (de Brasília), no Serra Dourada.

“Espero continuar ganhando, terminar o Campeonato Brasileiro numa boa colocação para no ano que vem começar com uma boa pré-temporada e fazer um ótimo campeonato”, projetou Brenner, que desfalcou a equipe tricolor desde o dia 24 de setembro. “Estava com saudade do São Paulo. É minha casa, né. O pessoal me recebeu muito bem, gostei bastante de voltar”, comemorou.

Multicampeão na base do São Paulo, ele soma duas partidas pelo time profissional, entrando no segundo tempo das derrotas para Atlético-PR (1 x 0) e Bahia (2 x 1), em junho e agosto, respectivamente.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*