6 comentários em “Opinião de São-paulino: pré-jogo Corinthians x São Paulo

  1. Deixem-me deixar, aqui, meu palpite para hj. Sem nenhuma razão mas com muita paixão, digo: futebol é jogo; jogo tem um componente a mais chamado sorte, ou imponderável. Acho que o Autuori é aquele cidadão que tem sorte como treinador do SP. Meu palpite é que vamos ver ela brilhar no Pacaembú logo mais à noite e o tricolor vai sair de lá campeão.
    É o que estou sentindo, tomara que esteja correto.
    Bom jogo a todos. . . . . .

  2. Teria a maior satisfação, como torcedor procurar discorrer sobre quais movimentos seriam necessários ou quais e como os jogadores poderiam atuar de forma a vencer o jogo de hoje, criticar ou elogiar este ou aquele jogador procurando antever sua atuação.
    Mesmo quando o time vem bem é característica do torcedor corrigi-lo no seu imaginário, para coloca-lo adiante dos adversários.
    Todavia quando não vem bem, além das preferências naturais, procura respostas e indica soluções para tudo aquilo que entende estar prejudicando a equipe, de toda forma busca mudanças que lhe possibilitem novamente ter prazer em assistir seu time de coração atuar.
    O espaço que Paulo Pontes nos concede é o caminho ideal para que estas questões sejam colocadas em bom nível, possibilitando a todos além de contribuírem, terem a satisfação de verem suas previsões realizadas através de uma vitória ou derrota.
    Mas lendo o “algum me disse” de hoje fica claro que as coisas estão imutáveis, somente uma cabeça pensa e decide, levando todos os comentários para uma única direção, não nos permitindo divergir em opiniões ou conjecturar mudanças.
    Bom jogo a todos.

    • Perfeito meu caro confrade…com tristeza constatamos que a derrocada tricolor foi anunciada e nada aconteceu. O caos já está estabelecido. É só verificarmos a classificação do campeonato para, sem paixão, comprovarmos que mais umas duas rodadas e estaremos nos assentando confortavelmente na zona de corte, rumo à série B. Esperar o quê? O estatuto do clube foi ignorado e a falta de alternância no poder, mesmo contestada no âmbito judicial, está sedimentada, provocando a asfixia gerencial. Falta oxigênio nas iniciativas, faltam ideias novas…enfim, só resta lamentar a proximidade do fundo do poço…

    • Como todo pipoqueiro é muito bom negociante: quando muita gente pede sua saída para melhorar o ambiente do time, a diretoria ainda lhe dá aumento salarial – segundo comentário na Band, para que continue sendo expulso e tumultuando o vestiário e, lógico, errando muitos gols . . .

      • A atual crise foi provocada pelos atos de uma gestão equivocada liderada por quem se autodefine como o “melhor gestor de todos os tempos”! Ninguém veste a camisa e entra em campo sem o aval do gestor. Até o treinador necessita passar pelo crivo dele, então, nada mais justo que cobra-lo. Não vou cobrar o LF, o Lucio pelas seguidas falhas e nem o Juan pela sua grossura. Alguém tem que se responsabilizar pela presença deles com a nossa camisa, e esse alguém tem nome e sobrenome…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*