2020 começa. Que seja melhor que 2019!

Amigo são-paulino, leitor do Tricolornaweb, começamos a viver 2020. É fato que para o elenco o ano começa na quarta-feira. Também não é menos verdade que para a torcida, o ano começa dia 05 de março, na estreia da Libertadores. Mas a temporada está aberta.

Passamos um ano de irritações com o time. Após um começo entusiasmante, ganhado a Copinha, e um título paulista que escorreu entre nossos dedos com aquele gol no último minuto dos acréscimos, em Itaquera (depois perdemos nos pênaltis), tínhamos uma previsão de coisas boas.

Mas esse vice-campeonato paulista já tinha deixado para trás uma enorme frustração, com a precoce eliminação na Pré-Libertadores para o modesto Talleres, da Argentina. Um pouco mais para a frente viria outra decepção, com a eliminação da Copa do Brasil, na primeira rodada (ainda que fossem as oitavas-de-final) para o modesto Bahia. Mas terminou com o G4, que nos deu direito á classificação direta, para a fase de grupos da Libertadores. É verdade que terminamos em sexto no Brasileiro, mas fomos beneficiados pelas classificações antecipadas de Flamengo e Athlético-PR.

Se formos analisar o início da administração Leco, no final de 2015, temos que reconhecer que houve uma grande evolução. Afinal, por dois anos lutamos contra o rebaixamento. Ano passado fomos à Libertadores, ainda que na fase pré-classificatória. Agora estamos na fase de grupos.

Grande parte da torcida critica duramente Raí. Lá atrás eu disse que não seria possível fazer em um, nem em dois anos, uma arrumação de casa depois de dez anos de destruição. E entendo que, entre erros e acertos, a casa em sendo colocada em ordem.

Em 2019 o Reffis esteve sempre cheio. Inúmeras lesões, em alguns casos repetidas, e o preparo físico abaixo da crítica. A primeira atitude, ainda no final do ano, foi a demissão de fisiologistas e preparadores físicos, o início da montagem de uma comissão técnica definitiva, como sempre tivemos em épocas vencedoras, e isso é um sinal muito positivo.

Problemas localizados foram resolvidos adequadamente: compras de Thiago Volpi, Igor Vinicius e Vitor Bueno. Suficiente? Não. Acho que temos um ótimo time, mas um elenco de médio para fraco.

Ouso dizer que com esse elenco seremos apenas meros coadjuvantes no Paulista, na Libertadores e no Brasileiro. Apesar da situação financeira difícil, títulos trazem retorno financeiro e não se tem lucro sem investimento. Portanto, procurem alternativas e reforcem o elenco, pois não tenho mais saco para ser coadjuvante. Quero o São Paulo ocupando o espaço do protagonismo, seu real e verdadeiro lugar.

Tempo há. Basta querer. E colocar esse departamento de Marketing, há tempos uma vergonha para a grandeza do São Paulo, para trabalhar e vender essa marca, que está numa camisa que entorta varal. O Reffis foi arrumado. Agora é a hora do Marketing.

Bom 2020 a todos, repleto de conquistas.

7 comentários em “2020 começa. Que seja melhor que 2019!

  1. Eu acredito que a mídia e a torcida estão falhando em reconhecer a gravidade da situação do São Paulo. Não há como reconhecer mérito no Raí ou no Leco, seria ignorar solenemente que caminhamos a passos largos para o caos financeiro no clube como nunca antes visto e isso não é exagero. Os sinais estão aí pra qualquer um ver, inevitável venda dos ativos do clube que são os jovens talentos e acúmulo de dívidas atrasadas como é o caso mais recente do processo na FIFA. O exemplo do Cruzeiro está aí gritando nos nossos ouvidos, um dos times brasileiros que talvez em um passado bem próximo se aproximasse mais do nosso São Paulo em seus tempos áureos em questão de organização e patrimônio. Dinheiro não aceita desaforo, e a conta vai chegar. O São Paulo não tem o perfil do Flamengo e do Corinthians que sobrevivem no perrengue devendo todo mundo. Nosso clube se partir pra esse caminho vai perder grande parte de sua identidade.

    • Investimentos vultuosos e resultados pífios em campo. Desclassificações históricas como na pré libertadores. Pautar a exigência nos anos de quase rebaixamento é estabelecer o padrão pela mediocridade. Nem estou comparando com Palmeiras e Flamengo, basta ver times de orçamento muito menores que obtiveram sucesso e ficaram na nossa frente como Santos e Athletico Paranaense. Contamos com os jornalistas e torcedores influentes para lembrar o que é ser são-paulino.

  2. Não é ousadia dizer que o São Paulo será coadjuvante, é a realidade.

    Nem time de série C planejaria de forma tão amadora o ano de 2019, como fizeram Raí e Leco.

    Mantiveram o Fernando Diniz porque é um técnico medíocre, que não tem peito para chegar na direção e pedir reforços, e aceita qualquer coisa para manter o emprego.

    Inúmeras contratações equivocadas, jogadores que nem chegaram a entrar em campo e estão rescindindo contratos, o elenco é desequilibrado.

    Raí não serve para gerir futebol, mas como tudo pode piorar com o Leco, é melhor que fique o ruim, a entrar alguém por critério exclusivamente político.

    O São Paulo é terra arrasada nas mãos dessa diretoria, prova disso é o Arboleda, que colocou a camisa do Palmeiras e postou nas redes sociais, e todos fingiram cegueira. Lamentável.

  3. Feliz Ano Novo Paulo Pontes e leitores do Tricolornaweb!

    Se o time realmente for mantido – começa agora a janela de transferências para a Europa e podemos perder Antony, Liziero e outros – ainda assim não dá para ser muito otimista.

    Podemos até ganhar o Paulista e ir longe na Copa do Brasil, mas para isso dependemos da “recuperação” de Hernanes, Pato e Pablo para que voltem ao seu melhor desempenho.

    Na Libertadores não é provável uma grande campanha e no Brasileirão seremos um coadjuvante que pode ter momentos de brilho.

    Com déficit enorme de 2019 acho mesmo que não é hora de sair fazendo grandes contratações. Prefiro começar o ano com os “pés no chão” e ir aumentando o otimismo quando e SE o time nos der motivos para tanto.

    Saudações Tricolores!

  4. Nao nos esquecamos o problema do SPFC
    esta na diretoria, seus conselheiros e departamentos medicos, fisioterapico e o principal de todos o tecnico que para mim incluem os preparadores fisicos e o trenero da vez. Nao vou falar da qualidade dos jogadores de plantao, eles vieram contratados pelo departamento do Confiem em mim, entao vamos cobrar dele. Ja antecipo ja vi piores elencos renderem muito melhor, entao… Nao acredito, em nada comandado por essa turma, vai ser vexame e vergonha mais um ano. Time de mediocres, esse nao e o meu SAMPAULO, devolvam o origninal seus fdps.

  5. Os principais reforços de 2020 serão Pato e Hernanes.

    Se eles jogarem esse ano, o time muda de patamar. Caso isso não aconteça, então a aposta é na base e torçam para Igor e Antony assumirem o papel de protagonistas.

    O elenco é bom, falta um centroavante como opção que seja brigador, o Trellez é fraco demais para estar no SP.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.