Quero o técnico do Sub-20, não o fake dele.

Amigo são-paulino, leitor do Tricolornaweb, durante o jogo desta quinta-feira, no Pacaembu, lá pelos 40 minutos do primeiro tempo, um amigo me perguntou: “Nosso técnico não seria aquele que era do Sub-20?”. Minha resposta foi rápida: “Esse é fake”.

Cadê o Jardine que ganhou tudo com o Sub-20, que fazia um time jogar bonito, permitia que nós, leigos, entendêssemos a tática montada, e sobrava nos torneios? Cadê o técnico prodígio, que muitos aqui mesmo no Tricolornaweb pediam para ser fixado como técnico do profissional, que em entrevista após um jogo no Morumbi, ainda como interino, batia no peito e bradava que se achava em condição de comandar a locomotiva?

Sei que estamos na pré-temporada, eu mesmo tenho tratado o Paulista como tal. Mas esse período está acabando: resta apenas uma partida, domingo, contra o São Bento. Quarta-feira que vem a cobra vai fumar. E se não souber domar, o ano estará perdido, em pleno mês de fevereiro.

Vi um post do Sombra, comandante do Estádio 97 e nosso colunista, onde ele diz que “se o ano do São Paulo for a Libertadores, o planejamento, incluindo escolha do treinador, foi errada. Se o objetivo é a longo prazo, a derrota e o mau futebol ainda são aceitáveis. Ainda.” Perfeito. Corroboro da mesma opinião. Mas confesso que a essa altura do campeonato, já iniciando o mês de fevereiro, levando-se em conta que o elenco se apresentou em 03 de janeiro, então com um mês de treinamentos e seis jogos realizados, o balanço é muito ruim: duas vitórias e quatro derrotas. Isso, num campeonato por pontos corridos, nos colocaria na zona de rebaixamento.

E notem: podem criticar a diretoria, seja lá o que for, mas garanto que o elenco do São Paulo deste ano é muito melhor do que o de 2018. Digo mais: do time titular, ou que se imagina como o principal, todos, eu disse todos seriam titulares em outras equipes grandes. Portanto o erro está no banco, não no campo.

Contra o Santos sofremos um gol de cabeça, onde Arboleda e Bruno Alves não se entenderam e Thiago Volpi não saiu para cortar a bola na pequena área. Contra o Guarani tomamos um gol de cabeça, onde Arboleda e Anderson Martins marcavam seus jogadores, mas Liziero, a quem caberia acompanhar quem vinha de trás, falhou. Ou seja: bola aérea em nossa área está virando um tormento. Só quero lembrar que o futebol argentino trabalha muito com esse tipo de jogada. E andei vendo alguns lances do Talleres, é um time que joga fechado e quando desce, sempre o faz pelas laterais com bolas alçadas para a área.

Voltando ao jogo desta quinta-feira, verdade seja dita: Jardine mostrou que é muito ofensivo. Enquanto outros técnicos terminariam com dois volantes, mudando apenas as peças da frente, ele terminou com um zagueiro e um volante. O São Paulo massacrou o Guarani. O goleiro deles foi o melhor em campo, fazendo ao menos cinco defesas impressionantes. Isso tudo pode até amenizar a derrota, mas fica a pecha de um técnico que tentou de tudo, mas parou na armadilha do Osmar Los, aquele que quase rebaixou o time lá de Itaquera.

Talvez o erro tenha sido colocar laterais funcionando como meias, pois Bruno Peres e Reinaldo entravam em diagonal, não auxiliavam Helinho e Everton. Talvez o erro tenha sido fazer de Arboleda o armador e elemento surpresa. Sim, em dois momentos a bola foi atravessada de um lado a outro, dentro da área, e foi ele quem aparece para, atabalhoadamente, perder o gol. Talvez o erro tenha sido fazer de Pablo um meia, porque Diego Souza quer ser centro-avante. Não tivemos nem um, nem outro.

Enfim, quando se imaginava que ontem teríamos em campo, finalmente, o time que vai jogar na quarta-feira que vem, para que eles possam folgar no domingo, não tivemos. E não sabemos qual é esse time.

A pré-temporada está acabando. Domingo é o último teste. Que Deus nos ajude.

44 comentários em “Quero o técnico do Sub-20, não o fake dele.

  1. Infelizmente essa falta de títulos de um time outrora vencedor atropela qualquer iniciativa, seja ela qual for. Taí o Flamengo de exemplo, nem sempre ter um elenco estrelado é sinal de garantia de títulos que no ano seguinte.
    Não vai ter mágica nenhuma que faça um time montado numa temporada já possa comemorar o título de campeão. Taí o Inter/RS também apanhando nesse início de temporada. Hoje a torcida do SPFC, não toda, mas apenas uma parte, só sabe atribuir os erros de mais de 10 anos a aqueles que hoje tentam mudar esta cena.
    Ninguém presta, pois não é como no supermercado que você vai lá escolhe e compra o produto. Essa mentalidade tem que evoluir um pouco, saber que o time está em busca de voltar a ter as glórias do passado, mas pra isso é preciso tempo. Leco, Raí, Lugano……..todos querem o melhor para o clube, e estão tentando, acertando e também errando, se vão conseguir só o futuro dirá.

    • O Leco e boa parte dos que estão com ele hoje, fazem parte destes erros de de mais de 10 anos.

      Ou você está ignorando a participação do Leco nas administrações do Juvenal Juvêncio?

      Seu discurso é bem alinhado com essa diretoria, só não queira achar que vocês são os espertões e o resto são um bando de burros.

      O que seria evoluir? se conformar com a fila de títulos? se acostumar a perder?
      99,9% da torcida não suporta o Leco, e não é seu discurso conformista que mudará isto.

      Quando bateu em cachorro morto você se sentiu torcedor do Barcelona, falou em turma da farofa, quando tomou duas pancadas, você sumiu, típico torcedor conformado.

      • ” Ou você está ignorando a participação do Leco nas administrações do Juvenal Juvêncio?”
        Pra vc saber: Juvenal Juvêncio -” Entre 2003 e 2006 atuou como diretor de Futebol, sendo responsável por montar o time campeão da Libertadores e do Mundial Interclubes em 2005. O então presidente Marcelo Portugal Gouvêa teve de insistir para que Juvêncio aceitasse voltar ao clube(…) Tornou-se presidente do clube novamente em 2006, quando conseguiu o título de tricampeão brasileiro em 2006, 2007 e 2008.”
        Já que você é tão sabido da história do SPFC me apresente outro presidente que foi tri-brasileiro. E fazer parte de um administração vitoriosa não é vergonha pra ninguém.
        Esse papo de haters que acham que sabem demais já deu no saco, parecem crianças mimadas que pensam que podem ter tudo só porque querem.
        Se você se acha melhor que Juvenal Juvêncio, que apesar dos seus erros no final, marcou sua gestão com títulos, é só se candidatar e ir buscar os votos que o elejam, ficar no mundo virtual é muito fácil.

        • Conheço muito bem a história do Juvenal Juvêncio, e por não conseguir se desapegar do poder, perdeu a oportunidade de sair como um dos grandes Presidentes da História do São Paulo.

          Teve um fim melancólico, acabou escanteado pelo Aidar, que ele mesmo colocou na presidência.

          A menos que eu esteja louco, você disse:

          “Hoje a torcida do SPFC, não toda, mas apenas uma parte, só sabe atribuir os erros de mais de 10 anos a aqueles que hoje tentam mudar esta cena”.

          Quem esteve nos últimos 10 anos comandando o clube é este mesmo grupo político, que na época do Juvenal Juvêncio, pulverizou a oposição, e o mal do São Paulo foi este.

          Você precisa se decidir, se o Juvenal Juvêncio é um Semideus, quem cometeu os erros de mais de 10 anos, como você mesmo disse?

          Só para te lembrar, o Leco fez parte de todas administrações deste grupo político.

          • “Você precisa se decidir, se o Juvenal Juvêncio é um Semideus, quem cometeu os erros de mais de 10 anos, como você mesmo disse?”

            Desculpe, a palavra Semideus não faz parte do meu vocabulário, até porque sabemos que ninguém é perfeito, apesar de uma grande maioria gostar da hipocrisia. Pregar o que não faz e cobrar dos outros o que deixam de fazer.
            Interessante, que hoje qualquer um a partir de uma conexão de internet pode se vangloriar e criticar, mesmo não tendo feito nada pelo clube, não vivendo o seu ambiente, e achar que tudo é fácil. Pousam de “gideões” mas não tem disposição para enfrentar qualquer desafio, o menor que seja. Assim é sempre mais fácil neh….criticar que não pode se defender… Me poupe.

            • Eu estou criticando? você quem disse que estão tentando consertar erros de mais de 10 anos. Apenas mencionei que o Leco fez parte de todas administrações anteriores, logo, ele contribuiu para os erros que vc disse.

              Todos aqui expressam opiniões a partir de conexões de internet, portanto, podem e devem criticar.

              Posso lhe assegurar que 99% dos que criticam aqui, não tem qualquer interesse político quando as fazem.

              Não torcemos por pessoas, torcemos pelo São Paulo.

              O São Paulo é grande pela torcida que tem em todo o País, não por causa de meia dúzia que se acha dono do clube.

    • Ninguém questiona a boa intenção. Eu reclamo aqui porque tenho essa boa intenção também. Mas se o Leco ME contratar como diretor de futebol, você acha que não vamos cair para a série B do Paulista e Brasileiro? Claro que vamos.

      Não sou torcedor do São Paulo porque os profissionais são bons moços, cheios de boas intenções e sonhos de um mundo melhor. Quero títulos e quero o fim desse vexame. Boa intenção não significa competência. Não basta querer, tem que saber fazer. Os erros são atribuídos proporcionalmente a quem os cometeu. Ataíde, o tio do porsche, o vendedor de perfume, o Raí, todos aqueles treinadores meia boca que se bater no liquidificador não sai suco pra um, toda essa tonelada de jogador BOSTA que nunca deveria ter sido contratado, e principalmente, Aidar, Juvenal e Leco.

      Não se preocupe não, tudo é proporcional a todos eles.

      Agora, se o que você quer, é que fiquemos assistindo mais 10 anos de bosta sendo feita, de forma calada como foram esses 10 anos pra trás, aí você está querendo demais. Já deu, incompetente tem que rodar, não importa se ta la faz 10 anos ou se ta la faz 1 dia. Tem que rodar e pronto.

  2. Sei lá. Eu tenho pra mim que se os caras não sabem nem se o planejamento é para a Libertadores curto prazo, ou se é pra implementar uma filosofia de jogo e portanto para o ano que vem, longo prazo, já está tudo errado. Começar sem nem definir e deixar claro qual vai ser a filosofia, é o fim da picada.
    E isso também não é desculpa, o Guarani treinava em dezembro com 12 atletas apenas, foi chegando gente depois, e veio na nossa casa bater na nossa cara.

    A real é que somos uns bostas atualmente, e dá uma dó gigantesca assistir o Raí arregaçar o Real Madri e Barcelona nos anos 90 e ver ele ser um agente fundamental dessa bosta que nos tornamos hoje. Que mancha na história dele… não adianta ficar colocando corredor de porsche, vendedor de perfume e diretor de ong na diretoria de futebol. Seria melhor colocar um diretor de futebol mesmo.

  3. Em todo lugar estão apontando o verdadeiro culpado… aqui não!!!

    Porque será??? Confiança na “reputação” do diretor de futebol?

    Porque falar que confia no trabalho do diretor de futebol ninguém pode falar, porque não há base em trabalhos anteriores dele!! Ele também é um estagiário efetivado e com o intuito de ser testa de ferro do Leco…

    A coluna que escrevi no mês anterior no amigo do Tricolornaweb já previa tudo que está acontecendo… alguns que foram no último jogo já evidenciaram que jogadores não obedecem instruções do Jardine na beira do campo, coisas do tipo como sobe e vai para a área, o jogador olha e não faz nada…

    Não vai adiantar mandar o Jardine embora e o diretor de futebol ficar lá, porque ele vai cometer outra besteira, assim como fez em começar a temporada passada com o Durivar, como mandar embora o Aguirre a 5 rodadas do fim do campeonato, como efetivar o Jardine depois de 2 jogos, como iniciar essa temporada com o Jardine sem nenhuma bagagem…

    O verdadeiro culpado está sendo apontado por mim desde Janeiro de 2018 e por diversos canais que apoiam o SPFC na internet, até o Arnaldo Ribeiro já disse que está tudo errado no SPFC a começar pelo Diretor de Futebol, mas aqui nunca se fala isso, nunca se critica o Diretor de Futebol…

    Já estou com a pulga atrás da orelha!!!!

    • Danilo,

      A culpa sempre é do oficial mais graduado, em nosso caso o Presidente.

      Se o Diretor de Futebol não é o melhor profissional para o cargo a culpa é de quem o contratou.

      Se esse Diretor de Futebol está tomando decisões equivocadas que põem em risco a instituição – por exemplo promover o aprendiz a gerente sem escalas – o Presidente tem que intervir e corrigir.

      O culpado tem nome, e tem que agir para consertar as besteiras que cometeu.

  4. Paulo Pontes, de onde vc tirou que os titulares do São Paulo jogariam em qualquer time grande do Brasil?

    Diego Souza e Nenê Jogariam no Flamengo? não. No Palmeiras? não. No Corinthians? Não. No Cruzeiro? não.

    Arboleda e Anderson Martins Colocaria Geromel e Kaneman no banco? não. Dedé e Léo? não. Cuesta e Moledo? não.

    Volpi seria titular no Flamengo, Palmeiras, Corinthians, Inter, Atlético e Cruzeiro? Nunca.

    Nem vou falar dos outros.

    Os únicos que seriam titulares são Hernanes e Pablo, e em alguns times o Pablo não seria.

    • de onde vc tirou que o PP falou que os titulares jogariam em “qualquer” grande do Brasil? ele disse “seriam titulares em OUTRAS equipes grandes”. bem diferente.

      • João, quero saber em quais times grandes esses aí jogariam… porque time grande não é médio… grande mesmo só tem uns 6!!! Também achei estranho!!!

      • Ah sim, não se referiu as equipes grandes do Brasil, ele deve ter se referido as equipes grandes do Afeganistão, do Marrocos e da Guatemala.

        Desculpe a minha interpretação equivocada.

        • É João nos grandes mesmo de verdade, ou seja, times que ganham títulos fica difícil encaixar eles, vai ter que garimpar muito… agora se acham time médio grande…

          Essa também não entendi!!!

          Quero saber porque aqui não se aponta o verdadeiro culpado, eu fui o primeiro e agora em todo lugar apontam o verdadeiro culpado, menos aqui!!!

  5. Notícia do dia: Junior Urso pede 500 mil de salário e São Paulo assusta com a pedida.

    Obviamente que alguma Poliana irá dizer: Não tem que pagar mesmo, é um valor alto.

    Aí te pergunto, somando os salários de Igor Vinicius, Leo Pelé, o refugo do Sport, e Biro Biro, não passa de 500 mil? o que essas tranqueiras irão acrescentar?

  6. Acho que deveriam deixar o Jardine montar o time como ele quiser… está uma baita pressão no cara… tem que jogar Nenê com Hernanes, Pablo com D.Souza, Hudson com Jucilei e Liziero…

    Não dá para entrar com 15 em campo!

    Esses caras estão formando elenco… se for colocar todos os medalhões juntos vai dar errado mesmo…

    A culpa é da torcida, a culpa é da imprensa que força a barra quando pergunta se dá para os caras jogarem juntos…

    Deixem o Jardine trabalhar em paz!

  7. Brilhante o post Paulo…
    Não é o futebol que eu esperava do Jardine.
    Sinceramente, nunca imaginei o Jardine escalando um time com dois centroavantes, seria mais fácil escalar sem nenhum, visto que na base o Brenner foi muitas vezes o único 9 do time, e não é jogador de área.

    Acabou o período de testes. No domingo vai com os reservas e na quarta fecha a casinha pra decidir em casa.

  8. Profissional e sub-20 são universos distintos. O despreparo de Jardine já havia sido notado em todas as participações dele como interino. Pecamos pela escolha de um técnico inexperiente em 2017 e é muito cedo para estarmos cometendo o mesmo erro novamente. Indesculpável.
    Entre a teoria e a prática existe um abismo.
    A torcida precisa administrar esse desejo infantil de jogo bonito. Tirando o Palmeiras, cujo técnico é um retranqueiro notório, nenhum time pode jogar ofensivamente no Brasil. A fórmula pragmática funciona melhor por uma simples razão: falta talento. Sem volantes e laterais capazes de propor o jogo, sem pontas que partam para cima, não existe jogo ofensivo.
    Jardine, então, nem chega lá. Ele gostaria de ser ofensivo, mas não consegue. É um wannabe. A tentativa de aplicar essa estratégia ao time limitado do SP deu num esquema no qual os laterais não encostam nos pontas, os pontas não driblam e os volantes, meu Deus, os volantes… Virou um chuveiro atrás do outro e descobrimos que somos péssimos também no jogo aéreo.
    Só lembrando: jogamos contra o Guarani.
    A única chance de salvarmos o ano é demitindo o Jardine agora.

    • Sinto informar que demitir o Jardine não salva o ano. O que pode salvar o ano, é ele assumir o time de verdade como técnico e não como amigo dos jogadores.

        • Sim. Deixa ele e torce… trocar o técnico agora é a certeza de perder a vaga. Exatamente como o Rai cagou no não passado. Se Aguirre tivesse continuado até o fim do ano, teríamos conquistado a vaga da liberta sem precisar da pré.

          • 02 de fevereiro e já estamos pensando em como salvar o ano kkkk
            Tá bãããããããããão o planejamento e execução do pessoal da diretoria ein?

            Dessa vez vão escolher o treinador certo! Ah vão sim! Segue o retrospecto desde 2009, quando caiu o Muricy. Vamos ver quantas vezes escolheram o treinador certo?
            2009 | Milton Cruz
            2009 – 2010 | Ricardo Gomes
            2010 | Milton Cruz
            2010 | Sérgio Baresi
            2010 – 2011 | Paulo César Carpegiani
            2011 | Milton Cruz
            2011 | Adílson Batista
            2011 | Milton Cruz
            2011 – 2012 | Emerson Leão
            2012 | Milton Cruz
            2012 – 2013 | Ney Franco
            2013 | Milton Cruz
            2013 | Paulo Autuori
            2013 – 2015 | Muricy Ramalho
            2015 | Milton Cruz
            2015 | Juan Carlos Osorio
            2015 | Doriva
            2015 | Milton Cruz
            2016 | Edgardo Bauza
            2016 | André Jardine
            2016 | Ricardo Gomes
            2016 | Pintado
            2017 | Rogério Ceni
            2017 | Pintado
            2017 – 2018 | Dorival Júnior
            2018 | André Jardine
            2018 | Diego Aguirre
            2018 | André Jardine

            Tá baba!

          • Marcelo, respeito sua preocupação com uma mudança drástica às vésperas da partida decisiva. É muito radical mesmo. Mas, veja, o Jardine já dançou. É um morto-vivo. O elenco já desembarcou, não comprou as coisas que ele fala. O time contra o Guarani ficou tentando dar chuveirinho 90 minutos, contra o Santos não chutou a gol. Um mês é pouco, eu sei, mas o time não tem nenhuma característica definida. Ele não pôs em prática a ofensividade presente no discurso dele. Eu acho que se a gente troca agora de técnico, coloca um macaco velho qualquer, empata ou perde de pouco essa primeira partida. Ganha a de volta e vamos para a próxima fase. E vamos ganhando tempo para montar o elenco mais humildemente, sem pretensões filosóficas porque o elenco não tem qualidade para isso.

  9. Que bom que voce concorda que o Jardine não deve ser nosso técnico, assim como falo desde o início da temproada que #JardineAindaNão, o mais grave é que mais um ano perdemos a oportunidade de ter um bom técnico no inicio de temporada, mais um ano perdemos a oportunidade de trazer um bom treinador.
    Vejam: Tinhamos Abel Braga e San Paoli (não sei com se escreve) como dois grandes nomes e a diretoria optou por um estágiario para ser treinador.
    Esse ano temos um bom time, mas na mão de um cara que não sabe o que esta fazendo.
    Chega, precisamos de um treinador.
    Chega, nao podemos mais errrar por planejar errado
    Chega nao podemos mais ser a quinta força do Estado, sim, pq hoje o Guarani é a quarta força
    Quando isso vai mudar? Teremos que esperar ser rebaixado ?
    #JardineAindaNão #CucaJá

  10. Esse ano eu me contentaria com o time jogando bonito, pra frente , acertando mais de 3 passes seguidos em direção ao gol, nem precisava de títulos. Pois então, primeiro dia de fevereiro e já sinto que o ano está perdido . Falta mto pra chegar 2020?

  11. O SPFC tem um dos maiores orçamentos do futebol brasileiro, graças à enorme torcida que garante retorno à patrocinadores, mídia, licenciados, além de boa arrecadação nos jogos.

    Como explicar que pela segunda vez nos últimos três anos iniciamos a temporada com um técnico que NUNCA dirigiu uma equipe profissional?

    Rogério Ceni fracassou. André Jardine pela amostra dada também fracassou, tendo 3 vitórias em 11 jogos no comando do time e sem demonstrar nada de novo.

    Chega de meias palavras. A médio e longo prazo com Jardine seremos rebaixados. Não dá para ter ilusões.

    Presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, contrate HOJE um treinador para tentar salvar a participação na Libertadores.

  12. Bom dia tricolores,
    Concordo que o time é melhor que do ano passado se considerar que o elenco é o mesmo reforçado do Hernanes e do Pablo, o Jardine é para mim uma experiência que surfou na onda do Carille, que deu certo por um tempo em Itaquera, e a nossa torcida muitas vezes entrou no embalo, quantas vezes aqui mesmo vi alguém pedindo o Jardine como técnico, eu de minha parte não comungo com promoção de técnico de base, base é base e profissional é outra coisa mas sempre respeito a decisão da diretoria e dou apoio a quem quer que seja, torça para dar certo até provar que não tem capacidade para tal pelo menos no momento atual, o time é reflexo do treinador e este me parece perdido, ninguém sabe o que fazer em campo e isso tem que mudar urgente, se diretoria errou que conserte, se alguém não está produzindo, afaste, se o treinador não tem competência, substitua, o melhor gestor é aquele que se antecipa aos problemas, quanto ao ano perdido não concordo, temos 4 torneios para disputar, paulista, libertadores, copa do Brasil e brasileirão e quero ganhar preferencialmente libertadores, brasileirão ou copa do Brasil isso quer dizer que meu ano termina em dezembro, então estamos precisando sim que o comandante assuma o seu posto e corrija o rumo para não bebermos água no fim do ano. abraços.

  13. Time horroroso ontem, quando vi a escalacao com Diego Souza, ja pensei ja era, nao sei o tanto tem que escalar o Diego Souza sera que tem algum contrato que obrigue o treinador escala-lo todo jogo?
    Nao é possivel que o Jardine nao enxergue isso, por causa desse erro, dessa teimosia, tinhamos um Diego lento, com uma cara de desanimado, desinteressado, e o Pablo que era para estar no lugar do Diego perdido por causa dessa burrice do Jardine, e para ajudar mais a caga…quando foi substituir, em vez de tirar o Diego e colocar o Nene para armar e o Pablo a frente e manter o Helinho mesmo nao estando muito bem, mas pelo menos incomodava um pouco pois é novo é rapido.
    Entao 2019 promete muitas emocoes, quer dizer muitas decepçoes, e se nao passar pelo Talleres na quarta, jardine pode pegar o chapeu, ou volta de onde nunca deveria ter saido treinar molecada ou vai para um clube menor aprender a ser treinador de verdade.

  14. Deram um reset no trabalho do Aguirre, a defesa estava sólida os zagueiros raramente falhavam, atrás estávamos seguros. Nunca pedi o Jardine, acredito que treinar e ser campeão do sub 20 é um trabalho que não o habilita treinar o time principal. Desde o primeiro jogo na Flórida Cup percebi que ele não aprendeu nada com Aguirre, a defesa desarrumada e confusa. Não vamos ganhar nada com este técnico e com nenhum que não saiba jogar defensivamente. Imaginem este time na mãos do Bauza ou do Osório. Até mesmo com Aguirre o time estaria melhor.

  15. Acho que a velhice está me transformando numa pessoa menos tolerante e muito mais IMEDIATISTA. Depois de 10 anos de permanência no limbo do futebol, penso que, ou o time mostra que tem gabarito suficiente para permanecer “dentre os grandes”, como canta o nosso hino, ou então é melhor já dar um pé-na-bunda de forma solene, no Rai, no Lugano, no Jardine, no Mancini, no Carlinhos Neves… e todo esse staff bichado e corroído, porque um pé-na-bunda do Renan Canalheiros do Morumbi, também conhecido pelas alcunha de Leco, é impossível dada a servidão do nosso CD.

  16. Concordo com tudo. O problema é pulso e curriculum do treinador. Olha o exemplo do Palmeiras, que estava com o Roger e perdido, veio o Felipão e tudo mudou.
    O treinador tem que ser mais forte que os jogadores, nitidamente o Jardine é refém do Nene e do Diego Souza. Eu não entendo essa teimosia de tentar encontrar uma vaga para escalar o Diego Souza. Tecnicamente ele é até um bom jogador, mas está destruindo o tricolor. Ontem ele entrou e não ficou na meia e não foi centroavante.
    Ele é lento, pouco participativo, não é e nunca foi decisivo, não é vitorioso, enfim, nada justifica sequer a contratação dele. Estava no Sport, quase esquecido dos grandes clubes !
    Ontem por exemplo, ele matou o Pablo, um jogador que está crescendo (não o acho craque nem nada), mas que pode ajudar mais ainda o time.
    Outra coisa, fazer testes agora ? Começou o ano com um time e agora esta com outro totalmente diferente ?
    Está nítido que o nosso problema é treinador.
    Eu acho que o Rai cometeu dois graves erros em uma atitude só: perdemos um treinador que nos levou a liderança o ano passado e queimamos um ótimo auxiliar. Eu acho que tinha que manter o Aguirre, dar força pra ele. Se o Nene e o Diego Souza fizeram birra, a diretoria devia afastar os dois dando força para o Aguirre. Futebol também é isso, liderança, tem que ter quem manda.
    Não consigo imaginar o Jardine motivando um Nene, um Diego Souza.
    Outra coisa, tem que parar de usar o Helinho, bom menino, bom de bola, mas nitidamente ainda perdido. Porque contrataram o Biro Biro ? Ele é ruim assim que não dá nem pra fazer um teste ? Porque contrataram então ?
    O São Paulo parece um time sem planejamento, e isso já vem de 10 anos !
    Uma pena. Eu fico me perguntando, como pode um time gigante, que nunca caiu, tricampeão mundial, terceira maior torcida do Brasil, chegar nesse ponto !
    O ano passado foi o único ano que os adversários passaram a nos olhar com um pouco de preocupação. Hoje voltou ao normal dos últimos anos, qualquer time que vai planejar um campeonato, se for grande já conta vitória contra o tricolor, se for pequeno ou médio, coloca empate. Nos apequenamos.
    Hoje o tricolor é o time com mais pressão para trabalhar, justamente devido a todos esses fatos já mencionados. E por essa principal razão que não podemos fazer testes, ainda mais com o treinador a vésperas da Libertadores.
    Não consigo entender tamanha falta de coerência, parece que a nossa diretoria vive em outra esfera, em outro mundo. Assistam a entrevista do Jardine ontem, ele viu evolução no time ?! Como pode. E assim vamos caminhando na mesmice de sempre. Podem me xingar a vontade, mas pra mim, o meu amado tricolor paulista se apequenou, hoje somos um time médio, mediano, que vive da sua história. Simples assim. Não botamos medo em ninguém.

  17. Paulo Pontes, de onde vc tirou tirou que o elenco é muito melhor?

    Fake são os sete reforços que trouxeram, quando na verdade reforço mesmo são apenas Pablo e Hernanes. Todos sabem que o elenco ainda é limitado, e precisa de reforços de verdade.

    Todos os titulares do São Paulo, seria titular em qualquer time do Brasil? Tá de brincadeira cara?

    O único titular que seria titular em qualquer clube no Brasil, até no Palmeiras, é o Hernanes.

    Você só esqueceu de mencionar que no jogo contra o Santos, o São Paulo não chutou uma bola a gol no jogo todo.

    O Guarani é um time horroroso, e mesmo assim o São Paulo não conseguiu sequer o empate.

    Os parágrafos 5 e 6, deve ter sido o Leco quem escreveu, não é possível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.