Assaltos na Libertadores e time limitado: causas da eliminação

Amigo são-paulino, leitor do Tricolornaweb, o São Paulo foi roubado escandalosamente, assaltado e por isso está fora das finais da Libertadores, eliminado que fora, além da arbitragem, por um time infinitamente superior ao nosso. O Atlético Nacional não tem culpa do que a Conmebol nos preparou. O time colombiano joga futebol, não dá pontapé, dá aula de como praticar esse esporte. Graças a Juan Carlos Osorio, técnico que montou esse time e impôs seu padrão de jogo, seguido pelo atual treinador.

Mas fiquemos na revolta com a arbitragem. Sou radicalmente contra violência, mas ontem torci muito para que José Di Leo desse um murro na cara do juiz canalha, ou que Lugano, mesmo que encerrasse ali sua carreira por uma suspensão longínqua, desse um chute no saco daquele fdp.

Mas voltemos ao primeiro jogo, no Morumbi. Ali, quando escrevi meu editorial, por mais que tenha achado que Maicon foi infantil, expressei minha opinião de que o árbitro foi excessivamente severo e não caberia expulsão naquele lance. No máximo amarelo. E também amarelo para o jogador do Nacional pela encenação.

A expulsão de Maicon nos causou a derrota por 2 a 0. Ali houve um erro crasso de Bauza, que abriu o time para tentar o gol, quando o correto seria fechar, pois 0 a 0 nos possibilitaria jogar pelo empate na Colômbia.

Ontem foi um acinte, um escárnio. Começa pelo gol do Atlético Nacional, o primeiro, cujo impedimento não foi marcado. Depois o pênalti escandaloso sobre Hudson, também não marcado. Imaginem que, com arbitragem correta, poderíamos ter ido para o vestiário com 2 a 0, ou seja, placar nosso. Mas fomos com 1 a 1.

Não vou discutir aqui o pênalti de Carlinhos. Por mais que seja polêmico, pois ele estava de costas, é claro que abriu os braços e aumentou a extensão do corpo. Mas aí Inês já era morta e a situação só piorou ainda mais com as expulsões de Lugano e Wesley.

Estou puto sim com as arbitragens, mas não podemos nos esquecer de algumas coisas:

  • O time do Atlético Nacional é muito bom, bem melhor que o São Paulo. Não deu um pontapé, deu aula de futebol e não tem culpa do que aconteceu. Respeitou o São Paulo, pois poderia ter aplicado uma goleada quando estavam 11 contra 9;
  • O time teve muito brio e fez um grande primeiro tempo. Isso tem que ser reconhecido por todos os torcedores. Além do mais, chegamos à semifinal da Libertadores, algo que nenhum torcedor do Tricolor ou adversário acreditava que isso poderia acontecer.
  • Os erros das arbitragens nesses dois jogos não podem servir de desculpa para acharmos que só fomos eliminados por esse motivo. O elenco do São Paulo é fraco e precisa de reforços urgentes se almejar alguma coisa no Campeonato Brasileiro e na Copa do Brasil;
  • Leco precisa sair um pouco de sua sala, deixar de lado as articulações políticas, pensar um pouco mais no clube como um todo mas, principalmente, no futebol. Ir à Conmebol, voltar a inserir o São Paulo no lugar de onde nunca deveria ter saído.
  • Nesse ponto acima sinto muita saudade de Juvenal Juvêncio e Eduardo Mesquita Pimenta. Não que eu morresse de amores pelo JJ e nem estou pedindo para que Leco consiga árbitros que roubem para nós. Mas naquela época o São Paulo não era roubado como hoje. Falta um presidente de presença nos bastidores da CBF e da Conmebol.

Vamos tocar a vida em frente, pois temos um jogo mais do que importante domingo, pelo Brasileiro. Mas que o tal de Patricio Polic não atravesse a minha frente. Não posso medir as consequências da atitude que eu teria se isso acontecesse.

10 comentários em “Assaltos na Libertadores e time limitado: causas da eliminação

  1. Critica o beto e fácil ibero vê a alguém aqui provar que o beto esta errado quando diz que a eliminação do soberano foi do bauza .

    Vou espera os argumentos

    Pra sempre soberano

  2. O pior cego
    o ‘e aquele q nao enxerga, nada.
    Radicalizar, creditando culpa no DT Bauza
    ‘e mesmmo ser um radical da dependente,
    BAUZA, nos guiou a uma semifinal
    e a CONMEBOL, nos operou sem anestesicos.
    nao enxergam seu dependentes enrustidos,
    falar q escalou mal ou trocou mal e coisa de dragonete enrustido
    Bauza, tem o poder equacionou o da melhor forma ele
    treina o time, e nao ‘e um ou outro mane di mierda q vai
    fazer o resultado mudar, colocando os seus preferidos
    eu falo mal do Kardek esse vago enttrou no clima???l, nem ao lado
    dos colegas na hora das reclamacoes estava,
    como essa torcidinha di mierda q questiona um time limitado
    q chegou as semifinais e foi oopoerado pela Conmebol via esse
    filha da puta safado e korno.
    finalmente a culpada de tudo e a diretoria de com certeza deve continuar
    subsidiando as dpendentes e as dragonetes da vida e se esquecer do seu principal patrimonio, o torcedor comum.
    Tambem a diretoria deve manter esses merdas q do preparo fisico e fisiologico para q o time sempre esteja virando a folha, e os torcedores continuem a pedir por favor BAUZA va embora, merecemos, eu nao, to fora, sacanagens ja vi muitas nao preciso de continuar nelas e ja vi tudo na vida com meu SAMPAULO, o meu,
    nao essse desssa torcida mesquinha e esses dirigente petralhenhos.

  3. Bauza, parabéns seu time foi soberano , soberanissimo,de uma grandeza infinita, parabéns, mesmo do coração, dentro dele, do fundo.Esse é mesmo meu São Paulo resgatado. Porem, apesar de amar futebol , esse é dos esportes o mais corrompido. Estrupado, direcionado, induzido de todos q conheco . Ainda um filha da PUTA, encomenndado pela conmebol Muda o resultado, inverte tudo e fica por isso mesmo. Já não bastam a kartolaiada, to constatando q o otário chama-se L O R E N Z O, sou mesmo, amo futebol foi meu esporte preferido durante minha vida, mas agora com o coracao partido, acabou, ngm conserta nada e nm qurem.
    ‘ E uma pena, um esporte lindo porem ….. a regra principal SACANEAR NOS.

  4. Meu caro Paulo Pontes.
    Não é do meu feitio dar uma de torcedor chorão.
    Já é tradicional, assaltos e manipulação de resultados no futebol, principalmente na América do Sul.
    Como torcedor do São Paulo, dei muita risada com o que aconteceu com os gambás na libertadores passada, com o Boca no Pacaembú. Foi um roubo histórico.
    Quero dizer, com muito orgulho, que nosso time foi muito bem, o juiz interferiu e muito no resultado. Que estava totalmente pronto para dar a classificação para os colombianos, e que o mesmo aconteceu no morumbi. O Maicon foi ingênuo mas não era pra ser expulso.
    O futebol sulamericano é totalmente corrupto.
    Gostaria de continuar com o mesmo técnico, mesmo elenco e reforços e tenho certeza, faremos um belo papel no brasileiro e em 2017.
    Abraço.

  5. Paulo Pontes concordo com você. Na verdade nosso “planejamento” se é que teve foi muito mal feito. Ficamos 45 parados no tempo, claro que qualquer idiota sabia que o Atlético Nacional tem melhor elenco que o SPFC. O SPFC se preocupo somente em manter o Maicon e achou que isso bastasse. Bauza poupando os jogadores em partidas importantes do brasileirão e que no final de nada adiantou. Logico que a arbitragem ontem foi tendenciosa, só lembrando que o SPFC é um dos cabeças para a criação de uma nova liga, que acabaria com a Conmebol.
    Então meu amigo é complicado ainda mais que não temos um presidente que tenha moral como nosso querido finado Juvenal. Acorda Leco vamos atrás de reforços porra.

  6. No penúltimo paragrafo, correção: Não dá para ter resultados excelentes jogando com reservas e juniores e ainda ser prejudicado pelos ladrões.
    Resultados excelentes, não juniores excelentes.

    Não consegui postar abaixo do meu comentário.

  7. Bauza foi bem. Por mais que tenha injustiçado Rogério, tirando uma importante peça de ataque do time, provocando até o empréstimo do jogador, e por mais que faça improvisos ridículos para substituir Ganso – como foi o caso de escalar Ytalo nessa posição contra a Ponte – no geral o cara mandou bem.

    Um time jogando fora de casa, desfalcado e com a pressão fe ganhar de 2 gols de vantagem, fez até que um bom primeiro tempo. Mena pôde ser chamado de Av. Mena e deixava RC de costas para a bola nos cruzamentos, mas pelo esforço se seguraram e o gol do atletico nacional saiu em cima de Lugano.

    E esse primeiro tempo foi uma amostra do melhor que a libertadores pode oferecer. Em tudo que ambos os times deixaram a desejar, compensaram com vontade em um jogo eletrizante, cheio de tentos. Hudson foi a alma do SPFC.

    Mas o juiz já dava sinais de seu showzinho de desonestidade. Hudson apanhava, Mena apanhava e Centurion apanhava. Aliás, Centurion levou mais que mulher de malandro. E o juiz não fazia nada.

    A desproponacionalidade era grande. Hudson levou amarelo por reclamação aos 5 minutos, enquanto os colombianos às vezes nem falta sofriam mesmo com faltas duras.

    A cereja do bolo foi o pênalti claro, não marcado, em cima de Hudson, aos 44 do primeiro tempo. Aí acabou o melhor que a libertadoras tem a oferecer e o segundo tempo foi aquilo que a competição sulamericana tem de pior. Muita falta, muuta reclamação e pouco futebol. Sinceramente, de fosse o contrário, teria tido confronto e vandalismo nos vestiários depois do jogo. Mas os brasileiros em geral são mais sangue de barata que os habitantes dos paises vizinhos.

    Enfim, foi uma lástima. Mas pelo menos Bauza provou que consegue tirar leite de pedra quando não tenta ser professor Pardal e o tricolor pode sair de cabeça erguida. Ninguém acreditava que esse time chegaria tão longe.

    As observações são: precisamos de 2 zagueiros. Maicon e RC valem 0,7 cada um… Estamos com 1,4 com os dois. Lugano, em fim de carreira, foi só marketing e Lucão dispensa comentários. Lyanco também não é lá essas coisas. Ou seja, reforço na zaga, urgente!

    Gol: precisa trocar. Não é porque R1Mito estava em fim de carreira, com desempenho pífio em seus últimos 4 anos, que podemos deixar alguém com desempenho pífio no lugar.

    Laterais: precisa melhorar, mas de 0 a 10, estamos com nota 5… Quando o resto do time joga, a gente passa de ano.

    Meias e volantes: mesmo com a saída de Ganso, m bastos, João Schmidt e Hudson são boas opções

    Ataque: mesmo sem Calleri, temos Kardec e Centurion, que estão em péssima fase, mas q já foram craques… Quem sabe voltam a jogar bola? E luiz Araújo será grande um dia.

    No geral, os reforços mais urgentes são no gol, na zaga e se possível na lateral.

  8. Só fazer uma observação… em 5 ou 7 minutos que Luiz Araujo teve oportunidade de pegar a bola ele fez muito mais que o Centurion… quero muito ver ele começando o jogo de domingo como titular!

  9. Estranho que timaços pararam muito antes da gente.
    Estranho que mesmo com um time limitado fomos derrotados pela arbitragem.
    Estranho que mesmo sem o nosso melhor jogador e melhor armador do Brasil precisaram da arbitragem para nos vencer.
    Estranho que com todos os problemas de contusão e arbitragem (novamente) estamos relativamente bem no Brasileiro, mesmo dando prioridade à Libertadores e poupando jgadores.
    Acho que querem um elenco de 2 craques por posição.
    O time do São Paulo é muito bom e tem mais uns 5 que podem entrar sem problemas. Não dá para ter resultados jogando com reservas e juniores excelentes e ainda ser prejudicado pelos ladrões.
    Em condições normais somos melhores que as peppas e os travecos.

  10. Juiz ladrao da porra, o time jogou muito bem no primeiro tempo, no segundo foi mediano devido ao cansaço.

    O mais engraçado foi o Maicon pegar 3 jogos de suspençao por causa do vermelho.

    Essa Conmenbol eh uma Fanfarrona.

    Agora eh Foco no Brasileiro e na Copa do Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.