Muda o técnico, mas não muda, nem mudará, o que deveria.

Amigo são-paulino, leitor do Tricolor na Web, o São Paulo demitiu o técnico Émeson Leão nesta terça-feira e agora está a procura de um novo treinador. Muitos nomes começam a ser especulados. A depender da dica dada pelo presidente Juvenal Juvêncio, que será um técnico que trabalha no Brasil e está empregado, eliminamos diversas opções e ficamos com estas: Marcelo Oliveira, Falcão, Cuca e Vadão.

Estou acompanhando com muita atenção todo o debate que se fez em nosso site. Alguns nomes de uma relação que apresentei, na coluna “Opinião de São-paulino”, bem aceitos, outros odiados, enfim, não há um consenso sobre quem seria o nome ideal para assumir o comando técnico do Tricolor.

Mas todos concordam – e aqui há unanimidade – que a mudança deveria ocorrer no comando do clube. Juvenal Juvêncio e sua trupe deveriam pegar o boné e dar o lugar a gente jovem, gente com vontade de trabalhar em prol do São Paulo. Mas todos sabem, também, que isso não vai acontecer. O mandato de Juvenal Juvêncio se encerra em 2014 e ele não vai praticar o gesto nobre de renunciar. Então…

E pior: não vejo possibilidade de mudança radical em 2014. Muitos cobraram os sócios por esta situação que vivemos. Sou sócio do São Paulo, votei em várias eleições, e posso explicar o que digo. Nós, sócios, elegemos o conselheiro, que vai eleger o presidente. Ocorre que o Conselho Deliberativo do São Paulo é formado por 240 conselheiros, dos quais 2/3 (160) são vitalícios; dos 80 que serão eleitos em 2014, metade (40) será por antiguidade e os demais 40, efetivamente eleitos pelos sócios. Então, pergunto: como é que os sócios podem mudar a estrutura que comanda o clube? Lembrem-se que 70 por cento dos conselheiros vitalícios são aliados a Juvenal Juvêncio. Então…chance zero de mudar.

A única possibilidade de mudança no comando seria a oposição, completamente sem força, se aglutinar em torno de algum cardeal, que não seja alinhado a Juvenal, e esse cardeal conseguir apoio dos situacionistas. Um nome que se ventila no Morumbi é o de Fernando Casal de Rey, mas está difícil convencê-lo a assumir essa misão.

Deixando a política de lado, Juvenal Juvêncio tem que ser muito rápido na escolha e contratação do novo técnico, mas sem fazer outra besteira. Chega de experiências mal sucedidas como Baresi, Adilson Batista e Carpegiani, entre outros. O ano de 2012 está praticamente perdido, mas, dependendo da agilidade e da inteligência, ainda podemos salvar alguma coisa.

A torcida fará a sua parte apoiando, se a decisão for acertada e se os reforços vierem. Mas também usará seu papel de protestar se tudo continuar nesse teatro de horrores em que nos encontramos.

Muitos me ligaram e perguntaram se eu sabia quem seria o novo técnico. Conversei com vários conselheiros e os nomes aparecem aos montes. Mas o nome mais forte e fácil de ser contratado nesse instante, pelo que senti, é o de Levir Culpi. Posso estar enganado, mas ele deve ser a bola da vez. E que Deus nos proteja.

 

23 comentários em “Muda o técnico, mas não muda, nem mudará, o que deveria.

  1. Paulo, ha uma possibilidade náo comentada, a do atual presidente morrer, você não conta com esta possibilidade?
    Fernando Casal del Rey? Para ele afundar o SPFC assim como fez no passado? Como a memória das pessoas é curta…
    Se o destino nos tirou Marcelo Portugal G porque não nos tira esta criatura nefasta que comanda o clube?

  2. Prezado Paulo,
    Você escutou alguma coisa de que o São Paulo estaria na verdade é interessado em contratar o Ganso e não Elano, como tem saído na imprensa?
    Ouvi de uma pessoa, confesso que sem condição alguma de se saber se era confiável ou não, pois não a conheço suficiente, que o Santos até aceitaria fazer negócio, pois está num um impasse com o atleta. Para isso, o São Paulo além de uma boa quantia em dinheiro, estaria disposto a incluir até um jogador na transação, e esse jogador seria o Casemiro.
    Mas, novamente, com analiso com os pés no chão, como o caso Lugano, pois 45% do jogador pertencem à DIS, empresa que não tem bom (ou nenhum) relacionamento com o São Paulo, e isso pode ser um entrave em qualquer negociação.
    Mas considerando que o São Paulo adora contratar jogadores com problemas físicos/médicos, Ganso cairia como uma luva. No Reffis, é claro.
    Sei que é fofoca, mas já que estamos em época de boatos para desviar o foco da má administração, nada mais justo que comentarmos mais esse.

    • Régis, não ouvi nada a respeito do Ganso, mas vou tentar descobrir alguma coisa. Sobre o Elano a fonte é muito confiável: é o próprio presidente do Santos, que esteve na Jovem Pan e com quem eu conversei.

  3. O problema não é técnico e sim falta de vergonha na cara dos dirigentes e jogadores.
    Meu filho foi gerente de uma casa noturna por mais de 3 anos (saiu no começo deste ano) e cansou de ver jogadores do São Paulo por lá. Figurinhas carimbadas principalmente domingo, segunda e terça até 4 ou 5 da manhã. As vezes de quinta e sexta, mas alguns jogadores não gostavam desses dias porque tem muita gente e a exposição é maior.
    Todos esses jogadores bebiam. Como ficar acordado até esse horário, bebendo e ir treinar no dia seguinte? Com qual preparo ele chega para o jogo?
    Alguns estão no São Paulo e confesso que tenho nojo de olhar para cara deles, por saberem que não estão jogando nada porque não querem.
    Detalhe importante é que os dirigentes do clube sabem disso.

  4. SE FOR PRA TRAZER TECNICO PORCARIA NÃO TRAZ, ESPERA ATE O FIM DO ANO VAI COM O MILTON CRUZ MESMO E TRAZ UM TECNICO DECENTE PARA NO QUE VEM ENTRARMOS COM TUDO.
    INFELIZMENTE TEMOS QUE DAR 2 PASSOS PRA TRAZ PARA DAR 1 PRA FRENTE, NÃO ADIANTA SAIR FAZENDO LOUCURA , CONTRATANDO QUALQUER UM E DEPOIS FICAR IGUAL ESSE ANO SEM PLANEJAMENTO , O SPFC É MUITO GRANDE PRA FICAR COM TECNICOS MEDIANOS , FAZ UM PLANEJAMENTO SE QUER USAR GAROTOS DA BASE CONTRATE UM TECNICO QUE SAIBA TRABALHAR COM A BASE ( SUGESTÃO NEY FRANCO ), OU CONTRATE UM TECNICO QUE SE ADAPTE AOS JOGADORES DO ELENCO , SE NÃO DER O NEY FRANCO TENTE O MARCELO OLIVEIRA PELO MENOS MOSTRA UM ENTENDIMENTO PARA ARMAR O CORITIBA, SERIA UMA APOSTA EU SEI MAS PELO MENOS É ALGUEM QUE ESTA EM ALTA , E PELO AMOR DE DEUS NADA DE LEVIR CULPI, VADÃO, OSVALDO DE OLIVEIRA ESSES TECNICOS ANOS NOVENTA JA DERAM O QUE TINHAM QUE DAR.

  5. Sobre os sócios, com todo respeito, então estamos fodidos. Torço para que o Fernando ₢asal de Rey faça algo, pois se continuarmos dependendo do Juvenal iremos cair. Não há um adversário que não fale para mim, logo após aquela coletiva infeliz de terça: ” nossa, seu presidente é meio doidão, hein?”. Nunca houve um presidente no SPFC que fizesse o torcedor passar tanta vergonha com uma coletiva. Acho que nem o Bastos Neto. É, realmente, lamentável.

    O Levir Culpi foi o único técnico que nos levou à final da Copa do Brasil, que perdemos nos minutos finais da dolorosa partida contra o Cruzeiro. Mas acho que precisamos de alguém de fora. Alguém que traga algo inédito ao Brasil, pois só assim para sairmos dessa draga e escapar das previsões apocalípticas.

    No mais, parabéns pelo trabalho, Paulo Pontes. O Tricolornaweb é um dos melhores sites são paulinos da internet. Mais uma vez, parabéns.

  6. SE FOR O LEVIR CULPI JURO QUE NÃO ASSISTIREI MAIS NENHUM JOGO ESTE ANO SO PODE SER BRINCADEIRA DE MAL GOSTO O JJ VIROU A CASACA E CORINTHIANO DO PODE

  7. Sabias palavras amigo Paulo Pontes…
    O que realmente deveria mudar era a saída deste pseudo presidênte decadente e ultrapassado chamado Juvenal Juvêncio. As coisas continuarão como estão se ele não renunciar, spu realista e nada vai mudar até 2014 quando encerrar o mandato deste cara.
    Tenho até medo de disputar um compeonato brasileiro forte e o time acabar caindo para a segunda divisão por conta de ditadores iguais a Dualib, Mustafá, Eurico Miranda e outros exemplos.
    Torço de coração que ele saia o mais rápido possível, mais antes disso ficaremos acostumados com campanhas pífeas e passando vergonha em mata mata que não ganhamos desde 2005.
    #FORAJUVENAL

    • E vamos nós com Milton Cruz denovo
      Um técnico desempregado, sem títulos denovo. (Levir Culpi)
      Um elenco desqualificado denovo.
      Um presidente ditador denovo.

      • Eu só discordo quanto ao elenco desqualificado. Entendo que é um elenco acomodado e que não rende o que deveria. E isso já tem uns 4 anos que é assim. Não é um super time, mas no mercado será muito difícil encontrar peças de reposição melhores do que temos (dentro das nossas possibilidades financeiras). Temos algumas deficiências aqui e acolá, mas no papel é um bom time. Basta ver que o Coritiba e Palmeiras não tem elencos melhores que o nosso e estão na final da Copa do Brasil.
        Só não há explicação do porquê que alguns jogadores atuavam tão bem em seus times anteriores e quando chegam ao Morumbi caem vertiginosamente de produção.
        Técnico também parece não ser, pois Leão só chegou no final de 2011 e esse cenário se repete, como eu falei, há mais de 4 anos.

        • Pode ser que você esteja certo, mas eu não acho que seja acomodação.
          Paulo Miranda e Edson Silva – Paulo Miranda não é ruim, mas precisaria estar inserido em um esquema muito seguro para não compremeter. Edson Silva é lento e fraco demais tecnicamente (cintura dura)
          Fabricio – Aqui não existe análise. Parece ser boa pessoa, mas está repetindo o ano passado dele no Cruzeiro, portanto previsível sua temporada de contusões.
          Cortez, Oswaldo, Douglas e Jadson – acredito que irão melhorar o rendimento ainda pois foram destaques em seus times.
          Maicon – lento, inseguro (novo Cleber Santana)

          • Cícero e Casemiro – estes sim me parecem casos de acomodação.
            Denilson – sacrificado em uma função que não é a sua ( volante de marcação ).
            Rodolpho – bom jogador, no entanto está sacrificado por uma zaga desprotegida
            Denis – goleiro somente mediano (bom reserva)
            LF – ainda tem faro de gol, mas a velocidade lhe falta em alguns momentos e o temperamento explosivo pode ser prejudicial para o grupo.

          • EU ACREDITO QUE NÃO SEJA ACOMODAÇÃO,(TIRANDO O CASEMIRO ESSE É ACOMODADO), NA MINHA MODESTA OPINIÃO FALTA É ESQUEMA TATICO, COMO NOS NÃO TEMOS BONS ZAGUEIROS EXCEÇÃO DO RODOLFO E NEM VOLANTES DE MARCAÇÃO TEMOS QUE JOGAR FECHADO SAINDO NO CONTRA ATAQUE USANDO A VELOCIDADE DO LUCAS E TORCER PARA O JADSON SER MAIS CONSTANTE NAS PARTIDAS

          • Edson Silva e Maicon foram muito bem no Figueirense no ano passado. Inexplicavelmente no São Paulo não jogam nada. Tinha referências muito boas de um colega de Santa Catarina de que Maicon foi o maior responsável pelo sucesso do time no ano passado (O Figueirense terminou o ano na frente do São Paulo). O jogador que está no Morumbi não pode ser o mesmo que ele citou.
            Edson Silva realmente ele alertou para um futebol limitado, mas que daria, no mínimo, um bom reserva. Para mim, nem isso.
            E João Felipe e Fernandinho. Não são jogadores ruins, mas no Morumbi parece que desaprenderam a jogar. Por que? Se o tal de Romarinho tivesse vindo ao Morumbi, seria mais do mesmo.

  8. Se for Levir Culpi é melhor tirar licença de torcedor até o final do ano. Todavia, a parte boa, é que se for com a camisa do São Paulo lá no restaurante dele em Curitiba, com certeza, vai ter um bom desconto.

  9. Pelo amor de Deus, se vir esse Levir Culpi, ai fecha a conta e passa a régua.

    Acho que as organizadas e torcedores da capital deveriam protestar ao máximo, e se vir esses dinossauros, ja deveriam pedir a cabeça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.