Muricy lamenta voltar com desfalques: “Se o meu médico soubesse…”

Recuperado de uma arritmia cardíaca, provocada principalmente pelo estresse de sua atividade profissional, o técnico Muricy Ramalho voltou a trabalhar nesta segunda-feira e já começou a lidar com novos problemas. O São Paulo estará bastante desfalcado contra o Atlético-PR, na quarta-feira, no Morumbi.

“Se o meu médico soubesse disso, pediria para eu ficar mais uma semana em repouso”, brincou Muricy, apesar de se mostrar contente com as oportunidades que o volante Souza e o meia Kaká ganharam na Seleção Brasileira. “A dificuldade é grande, um efeito do calendário, mas fiquei feliz com as convocações. Isso foi um prêmio para eles.”

Além de Souza e Kaká, o São Paulo perdeu o lateral esquerdo Álvaro Pereira por causa dasdatas Fifa, para a seleção do Uruguai. O substituto imediato Reinaldo terá de cumprir suspensão no meio de semana, assim como o zagueiro Edson Silva.

Na zaga, os desfalques aumentam com as lesões de Rafael Toloi e Lucão – Rodrigo Caio só voltará a atuar em 2015. Para piorar, Antonio Carlos treinou com bola nesta tarde, mas sem deixar de levar a mão à coxa direita e mancar durante a atividade realizada no CT da Barra Funda.

Djalma Vassão/Gazeta Press

Técnico do São Paulo já precisa lidar com uma série de problemas em seu retorno

Muricy acompanhou esse treinamento sem gritar muito ou gesticular. Ele tentará controlar os nervos a partir de agora. “Os médicos fizeram todos os exames. Felizmente, não tenho nada no coração. Era estresse mesmo. Acredito que isso aconteceu porque me sinto responsável quando o time perde. Mas estou bem de novo e pronto para trabalhar”, garantiu, embora tenha prometido delegar mais funções no São Paulo. “Tenho que ficar tranquilo. Não adianta querer consertar o mundo. Acho que aprendi isso.”

Sem Muricy Ramalho, afastado desde o empate por 2 a 2 com o Flamengo, o São Paulo de Milton Cruz perdeu por 3 a 1 para o Fluminense e venceu Huachipato e Grêmio por 1 a 0. “Ficar em casa foi bom pelo lado familiar, mas vai se tornando chato. Eu não podia fazer muita coisa. Tomava remédio direto e só via televisão. Acompanhei alguns jogos, internacionais e também do São Paulo. Mas isso foi a pior parte. É como um jogador lesionado, que quer ajudar e fica agoniado porque não pode fazer nada”, contou o reabilitado comandante.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Um comentário em “Muricy lamenta voltar com desfalques: “Se o meu médico soubesse…”

  1. Tomara que não dê para o ACarlos voltar: ele é um perigo constante para nosso goleiro. Qualquer um improvisado vai ser mais seguro para o time!
    Quanto ao jogos ganhos pelo técnico interino, ambos pelo placar de 1 a 0, acho que deveria ser o objetivo primeiro do time nesta altura do campeonato, em que é mais importante ganhar do que jogar bonito: de um a zero a um a zero, poderemos ir longe (devagar também é pressa). . .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*