Zagueiro artilheiro no São Paulo tem média superior a de Pato

Os dois gols marcados na vitória por 2 a 1 sobre o Oeste, no último domingo, elevaram Antônio Carlos ao posto de maior zagueiro-artilheiro da história do São Paulo, pelo menos em média de gols. No elenco, ele só tem números inferiores aos de Luis Fabiano. O desempenho é superior até ao do astro corintiano Alexandre Pato.

O camisa 4 acumula sete gols em 24 jogos pelo Tricolor, com média de 0,29 gol por jogo. A média de Turcão, que era a melhor entre os defensores até domingo, foi de 0,16 (são 35 gols em 224 exibições, entre 1951 e 1956). Pato coleciona 17 gols em 61 jogos pelo Corinthians, ou seja, média de 0,27 gol por jogo.

Considerando só os jogadores que estão no clube, apenas o Fabuloso é mais letal. Quinto maior goleador da história são-paulina, o camisa 9 soma 179 gols em 270 jogos, com média de 0,66 gol por jogo.  Ganso, por exemplo, tem 50 jogos a mais que Antônio Carlos e dois gols a menos: cinco.

– Sempre fiz muitos gols, e fico feliz. Me sinto muito bem no São Paulo e posso dizer que estou em casa. Vivo um grande momento da minha carreira – disse Antônio Carlos, que já é o artilheiro da equipe na temporada.

O cenário é inusitado por se tratar de um zagueiro, mas Antônio Carlos sonhava com isso em seus primeiros anos como jogador. Afinal, era atacante no início da carreira.

– Eu comecei de atacante, mas não tinha nada demais, não fazia gol, não fazia nada, só a parede. Ficava lá na frente para disputar com os zagueiros – contou, antes de explicar que também foi volante antes de se firmar como um xerife na defesa.

– Quando jogava de volante eu tinha preocupação com posicionamento e impulsão. No primeiro jogo que fiz como zagueiro, marquei dois gols também, no juvenil, aí fiquei direto – lembrou o zagueiro de 30 anos, que passou por Olaria e Bangu antes de chegar à base do Fluminense e ser promovido ao elenco profissional.

Marcar dois gols em um duelo, como se percebe, não é novidade. No São Paulo, já foram três vezes: contra Oeste, Vitória e Medellín (COL).

Fonte: Lance

Um comentário em “Zagueiro artilheiro no São Paulo tem média superior a de Pato

  1. Já falei aqui antes. Coloca ele no lugar do Luis Fabiano que todo mundo ganha:
    ele melhora seu desempenho – não tão bom como zagueiro – e o SP vai marcar mais gols.
    Falando nisto, aproveitando o inferno astral do Alexandre Pato no Corinthians, faço aqui uma sugestão: Troca, pura e simples, “na orelha”, como dizemos aqui no interior, do Pato pelo LFabiano. Cada time continua pagando seu atleta.
    Pode vir a ser bom para todo mundo. Quem sabe os dois se reabilitam como jogadores de futebol e seus clubes ganham com isso. Lembro que já existe histórico desse tipo ( Casagrande, Mirandinha), de craques se re-inventando no outro clube de igual importância. E nem na vida pessoal deles havera grandes mudanças. . . .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*