Volante do São Paulo quer resgatar bola aérea que deu títulos a Muricy

Marcado pelo desenho tático com três zagueiros e pela eficiência nas jogadas de bola aérea durante o período em que se sagrou tricampeão brasileiro pelo São Paulo, entre 2006 e 2008, o técnico Muricy Ramalho ganhou voto de um de seus principais titulares para voltar a implementar o estilo. Para o volante Souza, o São Paulo tem de fazer uso de tal estratégia após vencer o Grêmio com gol do zagueiro Lucão, de cabeça, após cobrança de falta de Paulo Henrique Ganso.

“Temos que aproveitar nossos jogadores que são altos. Em 2006 e 2007 ele fez equipes muito boas na bola aérea e precisamos retomar isso sem levar os gols na bola aérea. Falhamos nisso contra o Fluminense e precisamos melhorar”, afirmou Souza, em entrevista coletiva nesta segunda-feira.

Para a partida de quarta-feira, contra o Atlético-PR, em Uberlândia, Souza não poderá contar com o companheiro Maicon no meio de campo, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. As opções de Muricy para a vaga são Hudson, Denilson e João Schmidt, com certo favoritismo para o primeiro, contratado após boa campanha no Paulistão pelo Botafogo.

“Se for o Hudson muda um pouco na marcação, acho que ele não tem tanta ofensividade como o Maicon, perdemos um pouco na saída, mas ganhamos na marcação. Vai entrar para ajudar, o Maicon é uma perda grande pela saída de bola que ele tem, mas ganhamos na marcação porque o Hudson fica mais plantado. Não muda muita coisa”, afirmou Souza, sobre a possível alteração.

Emprestado pelo Grêmio até o fim do ano, Souza também já aponta favoritismo para o Cruzeiro nesse Brasileirão, apesar das poucas rodadas.

“É um pouco cedo, mas você vê o Cruzeiro que tem uma base do ano passado se destacando e estão na rente por tudo que fez no ano passado e por ter agregado jogadores como o [Marcelo] Moreno. Eles estão um pouco à frente, mas isso a gente resolve em campo. O resto está tudo nivelado, por isso precisamos valorizar os jogos”, diz.

 

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*