Vitalícios conversam por apoio a MAC e situação fará reunião

A tentativa de candidatura à presidência do São Paulo firmada pelo ex-superintendente Marco Aurélio Cunha já causou os primeiros efeitos. Conselheiros vitalícios que estão insatisfeitos com a gestão do presidente Juvenal Juvêncio começaram nesta terça-feira diálogos entre si para discutir o apoio a Marco Aurélio e costurar uma chapa com no mínimo 55 nomes, que daria direito à candidatura.

Para pelo menos entrar na eleição, Marco Aurélio, que não é vitalício, precisa de uma chapa com o apoio de 55 conselheiros vitalícios. No total, são 160 entre os 240 conselheiros do São Paulo. Aliados de Juvenal Juvêncio, na situação, ainda acham que o ex-superintendente terá dificuldade para formar uma chapa, pelo controle construído por Juvenal sobre o Conselho nos últimos anos. Duvidam muito mais da chance de Marco Aurélio ser eleito. Colocam a possibilidade como pouco provável.

Assim como o próprio Juvenal Juvêncio, o grupo de situação ainda está longe de um consenso pelo nome que tentará a sucessão, em abril de 2014. Os aliados do presidente temem pela rejeição das três possibilidades: o vice social Roberto Natel, o vice-presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, e o diretor de futebol Adalberto Baptista.

Nas próximas semanas, a situação fará reuniões internas para discutir a estratégia política e a aceitação dos nomes levantados pelo presidente. A estratégia é tratar os possíveis candidatos à sucessão com cuidado até o fim deste ano, para evitar rejeição precoce no Conselho.

Roberto Natel é o preferido de Juvenal Juvêncio desde o ano passado. Pela pouca popularidade, porém, pode enfrentar resistência interna. A alternativa de segurança do presidente é Leco. O vice-presidente fez parte da diretoria de futebol entre 2006 e 2011, nas duas primeiras gestões de Juvenal após voltar a ocupar a cadeira mais importante do São Paulo. Adalberto Baptista, hoje braço-direito do presidente, é nome improvável após os fracassos do futebol em 2013.

Fonte: Lance

3 comentários em “Vitalícios conversam por apoio a MAC e situação fará reunião

  1. Ai nação tricolor, a terceira maior torcida do Brasil não pode ficar de braços cruzados e deixar meia duzia de incompetentes resolver o futuro do nosso tricolor. Temos que pressionar estes conselheiros para apoiar o MAC, que no meu modo de ver, é o mais capacitado para dirigir o soberano. Vamos nos manifestar atraves de twiter, face e fazer protestos no estadio e se não resolver teremos que ser mais radicais e parar de comprar camisas, socio torcedores e esvaziar o Morumbi. Vamos mostrar para esse bando de carniça que a nação tricolor tem força. Chega de palhaçada!!!

  2. Quem tinha que escolher presidente era a torcida e meu voto vai para Marco Aurélio Cunha e como a eleição é só ano que vem,pq ñ ROGÉRIO M1TO CENI???

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*