Trio de ferro vê mercado inflacionado e passa Natal sem presentes em SP

O São Paulo anunciou a chegada do lateral direito Luis Ricardo, o Corinthians tem tudo acertado com o lateral esquerdo Uendel e o Palmeiras se reforçou com o atacante Rodolfo, enquanto acerta com Marquinhos Gabriel para o mesmo setor. Nenhum dos clubes, no entanto, conseguiu assegurar até o Natal de 2013 uma contratação de impacto para presentear o torcedor. O motivo dos fracassos em grandes negociações é basicamente a mesma para todos: o mercado inflacionado e com poucas opções para o Brasil neste fim de ano.

O São Paulo serve para exemplificar o obstáculo. O clube sonha com o volante Jucilei, do Anzhi Makhachkala (RUS), mas tem problemas para conseguir os 5 milhões de euros (R$ 16 milhões) que os russos. A situação é a mesma com Eduardo Vargas, atacante chileno do Napoli (ITA), e com Marcelo, revelação do Brasileirão pelo Atlético-PR. Não há como investir alto para trazer reforços se não houver investidores dispostos a bancarem parte da transação.

No Palmeiras, a diretoria já veta a contratação de grandes nomes também por motivos financeiros. O meia Elano, do Grêmio, foi oferecido, mas está descartado. O jogador não se enquadra no modelo de produtividade por conta dos altos salários. A diretoria alviverde ainda observa a situação de Ronaldinho Gaúcho, cujo contrato com o Atlético-MG se encerra neste fim de ano. O zagueiro Lúcio, do São Paulo, também oferecido, é esperado para rescindir com o rival antes das negociações.

A postura palmeirense contempla apenas negociações mais baratas, sem custos de transferências e sem salários tão altos. Por isso, a negociação com atletas badalados só acontecerá se não houver vínculo com outro clube, e caso os interessados aceitem se enquadrar no atual modelo administrativo.

No Corinthians, apenas Uendel, da Ponte Preta, foi contratado. Ele assinará contrato com o novo clube em janeiro. Além dele, o clube busca um reforço para a lateral direita. Alessandro se aposentou, e Edenilson está sendo vendido à Udinese (ITA). O clube negociou com Rafinha, do Bayern de Munique, mas viu o interessado renovar contrato na Alemanha.

Os três paulistas intensificam as tentativas por reforços a partir da virada do ano. Além de um lateral direito, o Corinthians busca outros jogadores para elevar o nível do elenco, e tenta se livrar de atletas ociosos, como Ibson e Guilherme Andrade. O São Paulo tenta contratar um primeiro volante e pelo menos dois atacantes. O Palmeiras espera acordos com os laterais Jorge Moreira, do Libertad (PAR) e William Matheus, do Goiás.

Fora da capital paulista, o Santos contou com o aporte financeiro do grupo de investimento Doyen Sports, que firmou a contratação do atacante Leandro Damião, por R$ 41 milhões. O clube ainda negocia com Rildo, da Ponte Preta e Eduardo Vargas, do Napoli. A diretoria santista ainda sonhou com o meia Diego, revelado pelo clube e atualmente no Wolfsburg (ALE).

 

Fonte: Uol

Um comentário em “Trio de ferro vê mercado inflacionado e passa Natal sem presentes em SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*