Temor de Autuori com sequência é virar turno na zona de descenso

Os próximos quatro jogos do São Paulo serão seus últimos no primeiro turno do Campeonato Brasileiro. Por isso também, o curto intervalo entre eles preocupa a comissão técnica, que teme, além do cansaço e de eventuais lesões dos atletas, iniciar a segunda metade da competição ainda na zona de rebaixamento.

Virar o turno na faixa de descenso seria um marco preocupante. Em 2012, os últimos quatro colocados depois de 19 rodadas – Palmeiras (16 pontos), Atlético-GO (16 pontos), Sport (15 pontos) e Figueirense (14 pontos) – foram justamente os que acabaram caindo.

O São Paulo terá quatro confrontos em oito dias: Botafogo (no domingo, no Rio de Janeiro), Náutico (em 3 de setembro, no Recife), Criciúma (no dia 5, em São Paulo) e Coritiba (no dia 8, em Curitiba). O último período para treinamentos antes dessa maratona começa na manhã desta terça-feira.

“Considero essa sequência importantíssima para sinalizarmos se vamos sair rapidamente dessa situação”, diz o técnico Paulo Autuori, que, da reapresentação do elenco até a véspera do próximo duelo, vai tentar conciliar a necessidade de trabalhos táticos com a atenção para o aspecto físico dos atletas.

“Temos que jogar mais verticalmente. O coletivo tem que melhorar muito. Vamos ter um jogo extremamente difícil contra o Botafogo”, acrescentou o treinador, no domingo, dia da vitória por 2 a 1 sobre o Fluminense, no Morumbi, a sua primeira em oito jogos do Brasileiro atual sob seu comando.

O receio da comissão técnica é o mesmo da diretoria, que consultou a Confederação Brasileira de Futebol sobre uma alteração. O clube, que já foi atendido pela entidade diversas vezes, agora pede que ela aguarde a divulgação da data de estreia do São Paulo na Copa Sul-americana para verificar a possibilidade de adiar a partida contra o Náutico para alguma semana livre.

Fonte: Gazeta Esportiva

Um comentário em “Temor de Autuori com sequência é virar turno na zona de descenso

  1. É muita sacanagem dessa CBF,é desumano jogar 4 partidas em 8 dias,é absurdo e irregular,pois a lei diz que os jogadores precisam de um intervalo de 66 horas entre um jogo e outro,se ñ adiarem a data do jogo contra o naútico fica provado que estão querendo rebaixar o SPFC,é inadmissível essa sequencia de 4 jogos em 8 dias,é desumano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*