Shaylon comemora primeiro ano de profissional e espera manter o nível

Promovido a profissional do São Paulo por ninguém menos do que Rogério Ceni, ídolo máximo do clube, o garoto Shaylon, de apenas 20 anos, encerrou seu primeiro ano no time de cima com 16 jogos oficiais e dois gols. Os números, embora tímidos, não demonstram a importância do atleta para o elenco, principalmente na reta final do Brasileirão, quando o meio-campista emendou três jogos seguidos como titular e deixou a impressão de que pode ganhar mais espaço no ano que vem.

Sua melhor atuação aconteceu na vitória, por 2 a 1, sobre o Coritiba em pleno Couto Pereira, pela 37ª rodada do Brasileirão. Na ocasião, Shaylon deu uma assistência, bateu a falta que originou a virada do Tricolor e ainda quase deixou sua marca, acertando uma bola na trave. Depois de ver o São Paulo iniciar a temporada repleto de expectativa com a chegada de Ceni, brigar contra o fantasma do rebaixamento e fechar o ano em alta com a torcida, o jogador fala sobre a experiência positiva, principalmente para os jogadores que foram integrados ao CT da Barra Funda em 2017.

– Foi um ano muito bom e de um aprendizado enorme. Coletivamente, foi difícil para todos porque brigamos contra as últimas colocações, mas para os garotos da base foi produtivo. Acredito que terminamos a temporada fortalecidos para ter um grande 2018, porque o São Paulo é grande e tem que brigar por títulos, disse o meio-campista em entrevista ao site oficial do clube do Morumbi.

Apesar de não ter recebidos tantas oportunidades como certamente gostaria, Shaylon entende as decisões da comissão técnica e nunca reclamou da sua condição de suplente. Afinal, em sua posição, o garoto de Cotia tinha a concorrência de nomes de peso como Hernanes, Cueva, Marcos Guilherme e Petros.

Longe dos holofotes, o meio-campista pôde viver um ano atípico. Haja visto que trabalhou, em apenas uma temporada, com ídolos do clube, como Rogério Ceni, Hernanes e Lugano. Isso sem contar a chegada do também ídolo Raí, que assumiu recentemente o cargo de diretor executivo de futebol do São Paulo.

– Convivi com grandes jogadores, pessoas e líderes, como Lugano e Hernanes. São caras que ganharam tudo na carreira, jogaram Copa do Mundo, Liga dos Campeões e enfrentaram os melhores atletas do mundo. Valorizo bastante este aprendizado, revelou o jogador.

– Pude mostrar o meu futebol, jogar e ajudar os meus companheiros. E que a próxima temporada seja de conquistas e uma nova sequência na equipe, finalizou Shaylon, que tem contrato com o Tricolor do Morumbi até janeiro de 2021.

Um comentário em “Shaylon comemora primeiro ano de profissional e espera manter o nível

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*