Setor popular do Morumbi faz sucesso e continuará na próxima temporada

A forma de assistir jogos no Morumbi mudou nos últimos dois meses. Antes sempre a última opção do torcedor são-paulino, o setor amarelo da arquibancada virou prioridade desde que o valor do ingresso passou a ser R$ 10.

Nesta quinta-feira, contra o Atlético-GO, às 21h, não deve ser diferente. Os resultados da iniciativa têm agradado à diretoria. Tanto que a medida, que seria só até este ano, já está confirmada para continuar em 2013 (leia mais abaixo).

Público e renda aumentaram no estádio desde que o setor popular foi lançado, em 5 de agosto, na partida contra o Sport. Nos seis jogos deste Brasileirão antes do novo preço no setor (o antigo era R$ 30), a média foi de 15.375 pagantes. Nos últimos nove, com a nova medida em vigor, a média é de 23.100. Número próximo ao do Corinthians, dono da melhor média do torneio.

A arquibancada amarela, que está mudando de cor, costumava receber menos de 300 pessoas por partida, o que era equivalente a menos de 3% do público no Morumbi. Agora, o setor chega a ser responsável por abrigar cerca de 40% da torcida que marca presença.

– Esse torcedor vem só para incentivar. Esse lado é só benéfico. É o torcedor que vem com a mulher e os filhos. Se ele tiver quatro crianças abaixo de sete anos (não pagam ingresso), vem a família toda por R$ 20 – afirmou Roberto Natel, vice-presidente social do clube e principal responsável pelo estádio.

Além do novo torcedor que passou a frequentar o Cícero Pompeu de Toledo, muitos também migraram de setor, já que o preço está mais acessível na parte popular.

Para o jogo desta quinta-feira, 13 mil ingressos já foram vendidos antecipadamente e a expectativa é de que o público fique em torno dos 20 mil presentes. Nesta reta final, em que o time não pode vacilar, o Morumbi é fundamental. Mais de 70% dos pontos conquistados no campeonato foram dentro de casa. Além disso, os são-paulinos são responsáveis por três dos cinco melhores públicos do Brasileirão.

Com a palavra, Roberto Natel, vice-presidente social do São Paulo:

“Antes do setor popular, a arquibancada amarela tinha entre 1% e 3% do público dos jogos. Com o setor popular, começou a ter cerca de 40%.

A gente fez a mudança e, ao mesmo tempo, o torcedor viu o time cada vez melhor, com mais confiança. As duas coisas atraem.

É um setor que aumentou nossa renda. Antes, a média ali era de 150 a 300 pessoas por partida. Hoje a gente vê 8 mil a 9 mil pessoas. Tem muita gente que frequenta esse setor que migrou de um lado para o outro, mas houve um aumento. O total vinha sendo de 17 mil, hoje vai para 25 mil, 27 mil. O São Paulo quer incentivar esse torcedor.”

Paulista-2013 não terá setor popular

A diretoria são-paulina confirma que os ingressos a R$ 10 para a arquibancada amarela serão mantidos no ano que vem, mas alerta que a medida não poderá ser colocada em prática durante o Paulistão, que define preço mínimo para as entradas.

No Paulistão deste ano, o preço mínimo de ingressos era de R$ 30. O valor para o ano que vem ainda não está definido, mas será referendado ainda neste mês, após reunião do Conselho Arbitral da Federação Paulista de Futebol (FPF), com a presença dos 20 clubes que participarão do torneio. A tendência é a de que o valor mínimo deste ano seja mantido para o estadual de 2013.
Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*