Sem dores, Rogério Ceni celebra boa forma antes de série decisiva

O sorriso voltou ao rosto de Rogério Ceni. Depois de seis meses de sofrimento no Reffis para se recuperar de uma cirurgia no ombro direito, o goleiro do São Paulo ainda teve de conviver com as dores e com a incerteza de estar em campo a cada jogo. Esse cenário, porém, está ficando para trás. O capitão tricolor não precisou ser poupado sequer uma vez e comemora a boa forma.

– Agora estou bem. Estou 100% e sem dor – disse o goleiro.

Desde o retorno contra o Flamengo, no dia 29 de julho, Ceni esteve nos 11 jogos disputados pelo São Paulo, fez dois gols e liderou o time em uma ascensão no Brasileirão. Foram apenas dez gols sofridos em sete vitórias e quatro derrotas. Ele conta que esse período não foi fácil.

– Estava perdido no meu primeiro jogo. No segundo (contra o Bahia, pela Sul-Americana), estava cansado. Depois fui pegando ritmo. No jogo contra o Corinthians, estava com muitas dores na coxa direita. Contra o Botafogo ainda estava com dores, mas não senti dores contra o Bahia (no último domingo). Estou treinando bem e com a mesma tranquilidade e mobilidade de 2011 – disse Ceni.

A boa forma de Rogério Ceni vem em boa hora para o São Paulo. O time inicia nesta quarta-feira uma série de três duelos muito difíceis, considerados jogos-chave. Depois de encarar o Internacional no Morumbi, o time mede forças com Santos e Atlético-MG, ambos longe da torcida tricolor.

– São dois jogos fora. Temos de tentar fazer o máximo possível de pontos. O santos não está bem na tabela, mas tem um bom time. O Atlético é o líder da competição, e o Inter está colado em nós. Essa sequência dirá muito com relação à nossa capacidade de brigar por uma vaga na Libertadores. O ideal é somarmos nove pontos (risos), mas quanto mais, melhor. Estou preparado.

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*