São Paulo volta do Chile “com moral” e já concentrado no Fluminense

A delegação do São Paulo desfrutou de Santiago até o início da tarde de quinta-feira, dia seguinte à vitória por 2 a 0 sobre a Universidad de Chile, e em seguida voltou depressa para a capital paulista. Ao contrário do que costuma ocorrer em voos internacionais, os atletas não perderam tempo para deixar o Aeroporto de Guarulhos.

O primeiro a surgir no saguão foi Rogério Ceni. De cabeça baixa e com um boné preto, o goleiroacelerou o passo com o intuito de evitar o assédio e respondeu depressa às perguntas feitas pelos jornalistas. Assim como no Estádio Nacional, basicamente enalteceu os gols do atacante Willian José, até então contestado pela torcida.

Com o triunfo fora de casa, o time brasileiro pode até perder por um gol de diferença na partida de volta, marcada para quarta-feira que vem, no Pacaembu, para avançar à semifinal da CopaSul-americana. Antes disso, no domingo, joga no Morumbi diante do Fluminense, em duelo válido pelo Campeonato Brasileiro.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press

Primeiro a surgir no saguão do aeroporto, o goleiro Rogério Ceni, de boné, passou rapidamente pelos jornalistas

Por bater o atual campeão da Sul-americana, a sensação é de chegar ainda mais forte para o compromisso do fim de semana. “Uma competição dá moral para atuar na outra. Quando se ganha do jeito que a gente ganhou da La U, você ganha confiança. Foi um jogo muito difícil fora de casa, em uma competição muito complicada”, avaliou o meia-atacante Lucas.

 

“Nossa equipe está confiante e tem tudo para fazer uma boa partida contra o Fluminense, que é líder do campeonato. Eles estão vivendo um bom momento, mas se a gente continuar dessa forma pode conseguir uma vitória, que seria importante na busca pela classificação para a Copa Libertadores”, endossou o meia Jadson.

O elenco volta a treinar no CT da Barra Funda na tarde desta sexta-feira, a dois dias do confronto. O atacante Luis Fabiano e o zagueiro Paulo Miranda, desfalques no meio de semana respectivamente por conta de dores musculares e entorse no joelho esquerdo, continuam sendo dúvidas.

Quarto colocado da competição, com sete pontos de frente para o Internacional, primeiro clube fora do G-4, o São Paulo se vê cada vez mais próximo de disputar a Libertadores de novo. Além do Brasileiro, tem como alternativa chegar ao torneio conquistando o título da Sul-americana.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*