São Paulo vai reformular programa de sócios e mira 80 mil até fim do ano

O São Paulo vai reformular seu programa de sócio-torcedor em abril. A intenção é dar mais atenção aos torcedores que residem fora do estado paulista e praticamente dobrar o número de contribuintes até o fim do ano. Atualmente são cerca de 47.200 sócios, segundo ranking divulgado pelo Movimento por um Futebol Melhor. O Tricolor pretende encerrar 2015 com pelo menos 80 mil. Entre janeiro e dezembro de 2014, o clube arrrecadou R$ 14 milhões com o programa. A a intenção agora é fechar este ano com R$ 28 milhões.

Para isso, o São Paulo intensificou a relação com os sócios-torcedores. No anúncio dacontratação de Ricardo Centurión, o clube deu o pontapé inicial para essa campanha, dizendo que o argentino era “o novo reforço sócio-torcedor do Tricolor”. Na apresentação do meia-atacante, um torcedor entregou a camisa número 20 para o jogador e depois outros sócios tiveram a chance de fazer um bate-bola com o atleta.

Ação parecida foi realizada na apresentação de Dória. Quatro sócias-torcedoras acompanharam o treinamento do São Paulo e almoçaram com o zagueiro. Uma delas, inclusive, participou da entrevista coletiva e fez uma pergunta ao jogador.

Nas mídias sociais, o São Paulo também faz campanha para conseguir novos sócios. O uniforme do time, sem um patrocinador master desde o fim da Copa do Mundo, também tem um anúncio do sócio-torcedor. E os jogadores do Tricolor estão sendo orientados a usar uma camisa específica com a logomarca do programa durante as entrevistas.

Relatório São Paulo (Foto: Divulgação)Levantamento do São Paulo mostra crescimento de sócios entre janeiro de 2014 e no mesmo período em 2015

Neste início de ano, os números são favoráveis para o clube (veja no gráfico acima). Na última quarta-feira, o São Paulo bateu seu recorde de novas adesões em um mesmo dia: 738. Comparando o mês de janeiro de 2014 com o de 2015 há amplo crescimento: foram 421 novos sócios no primeiro mês do ano passado contra 3.640 no mesmo período agora.

Além das ações promovidas, o clube credita o crescimento também ao bom desempenho do time em campo. Reforçado, o São Paulo disputará a Taça Libertadores, competição com forte apelo entre os torcedores. Outro fator é a rivalidade com Corinthians (que tem aproximadamente 80.600 sócios-torcedores), Palmeiras (cerca de 96.100) e Santos (57 mil). O Tricolor entende que a evolução dos rivais nos respectivos programas ajuda a fomentar essa disputa sadia.

Números diferentes

Há uma divergência no número de sócios divulgados pelo Movimento por um Futebol Melhor em relação ao do próprio São Paulo. O clube explica que a diferença se dá pela constante atualização de dados. O Tricolor contabiliza aproximadamente 42 mil sócios, considerados “ativos”. Ou seja, pagam com certa frequência, mas eventualmente deixam de quitar algum mês. Desses, cerca de 22 mil são considerados “adimplentes”, pois pagam todos os meses.

 

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*