São Paulo tenta enterrar ‘fantasma’ das semis

O São Paulo faz nesta quinta-feira seu primeiro jogo pelas semifinais da Copa Sul-Americana tentando exorcizar o fantasma de eliminações nesta fase em competições mata-mata. O rival, Universidad Catolica, foi supervalorizado pelo técnico Ney Franco, que considera o confronto como o mais difícil do Tricolor.

Ney Franco mudou o discurso a respeito dos seus adversários na Sul-Americana, pois antes sequer considerava a Universidad Catolica uma das favoritas ao título. Na lista do treinador constavam o Grêmio e a Universidad do Chile, ambas equipes eliminadas nas quartas de final, a última após levar um passeio de 7 a 0 no placar agregado.

A Universidad Catolica não fez uma boa campanha no Campeonato Chileno deste ano (foi eliminada) e tem passado com dificuldades pelos seus adversários na Sul-Americana. O time chileno só superou o Atlético-GO, lanterna do Brasileirão, nas oitavas de final, porque conseguiu marcar um gol fora de casa.

“Acho que vai ser o enfrentamento mais difícil. Quando você joga com uma equipe que tem a mesma proposta de jogo, fica um jogo mais aberto, é mais interessante. A gente vê isso no Campeonato Brasileiro. Quando enfrenta uma equipe do mesmo porte, fica um jogo mais bonito. Acho que vai ser mais difícil do que foi a ‘La U’. A gente vai ter que jogar muito”, falou Ney Franco.

O São Paulo não tem tido sorte em semifinais. Desde que ganhou seu último torneio mata-mata em 2005 (Mundial de clubes), o Tricolor já foi eliminado oito vezes nesta fase das competições que disputou.

A última vez que o São Paulo caiu numa semifinal foi neste ano, quando o Tricolor perdeu por 2 a 0 para o Coritiba fora de casa, se despediu da Copa do Brasil e deu início a uma crise que culminou na demissão do técnico Emerson Leão.

O clima de turbulência daquela época faz parte do passado. Atualmente, o São Paulo vive um período de euforia por ter conseguido voltar para a Libertadores após dois anos de ausência. Mas existe uma cobrança entre os jogadores e Ney Franco pela conquista de um título, para acabar com o incomodo jejum de quase quatro temporadas sem levantar um troféu.

“Não estou aliviado de maneira nenhuma, gostaria de terminar esse ano com título. Pelo que o clube investiu, merece. Está em nossas mãos, é tudo ou nada para a gente. Temos experiências negativas em mata-mata, na Copa do Brasil, sabemos o que fazer. Não podemos nos conformar com Libertadores, temos de conquistar títulos”, reforçou Luis Fabiano.

UNIVERSIDAD CATOLICA X SÃO PAULO

Data: 22/11/2012 (quinta-feira)
Horário: 20h15 (de Brasília)
Local: Estádio San Carlos de Apoquindo, em Santiago (Chile)
Árbitro: Omar Ponce (Equador)

Universidad Catolica
Cristopher Toselli; Claudio Sepúlveda, Hans Martínez, Cristián Álvarez e Alfonso Parot; Francisco Silva, Tomás Costa, Michael Ríos e Sixto Peralta; Francisco Pizarro e Nicolás Castillo
Técnico: Martín Lasarte

São Paulo
Rogério Ceni; Paulo Miranda, Rhodolfo, Rafael Tolói e Cortez; Wellington, Denilson, Jadson; Lucas, Luis Fabiano e Osvaldo
Técnico: Ney Franco

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*