São Paulo não tem ninguém em vista para contratar no lugar de Vargas

Depois de fracassar na negociação com Vargas, o São Paulo não deve trazer ninguém a curto prazo para cumprir o desejo de Ney Franco, com um novo atacante pela beirada. O presidente do time, Juvenal Juvêncio, afirmou que o mercado não tem boas opções para a posição e que o chileno era o nome ideal para cumprir a sombra de Lucas, negociado com o PSG, da França.

O jogador acabou negociado com o Grêmio após uma novela que envolveu várias mudanças de propostas feitas pelo Napoli, segundo afirmou o dirigente.

“Primeiro, era para ficarmos em silêncio sobre o Vargas, mas depois verificamos que não tinha nada de silêncio. Aí falavam em 13,5 milhões de euros, para a compra, e aí pensamos que ele ia ser a figura ideal para a velocidade, especialmente quando não surgia um jovem da base. Aí começamos a falar sobre o empréstimo, que custaria 1,5 milhão de euro por um ano e meio. Depois, por um ano, depois, o negócio era em três parcelas e foi à vista. O ponto final foi quando eles quiseram a cláusula de ter o jogador de volta a qualquer hora. Não dá, somos um clube sério”, reclamou Juvenal.

“Não temos ninguém a curtíssimo prazo para substituir Vargas. Nós não vemos ninguém no mercado. Claro que vamos olhar, vamos continuar procurando, mas eu não vejo ninguém”, completou.

O técnico do São Paulo, Ney Franco, afirmou no início da semana que queria ter mais um atacante para repor a beirada de campo quando necessário, já que o único jogador da posição disponível, atualmente, é Osvaldo. Pelo menos a princípio, seu desejo não deve ser cumprido.

 

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*