São Paulo joga por empate no Chile para eliminar Huachipato

Qualquer empate basta ao São Paulo, na noite desta quarta-feira, para eliminar o Huachipato e avançar às quartas de final da Copa Sul-americana. Pela vitória por 1 a 0 no primeiro jogo, é possível se classificar até mesmo com uma derrota por um gol de diferença, desde que o adversário também seja vazado. O cenário fica ainda melhor se levado em conta o retrospecto do time brasileiro de nunca ter sido eliminado por chilenos.

“Vamos ver o que acontece. Futebol está imprevisível”, minimiza o goleiro e capitão Rogério Ceni, que vê no torneio a principal chance de ser campeão antes de se aposentar no fim da temporada, aos 41 anos. Na outra ponta da equipe, o centroavante Alan Kardec também não se apoia na possibilidade de empatar. “Nosso objetivo é fazer mais gols para aumentar nossa vantagem. Se ficarmos sentados em cima da vantagem, isso pode acabar nos prejudicando”, entende.

Entre Ceni e Kardec, Muricy Ramalho segue com desfalques. Apesar de voltar a contar com o lateral esquerdo uruguaio Álvaro Pereira, o zagueiro Paulo Miranda e o meia Paulo Henrique Ganso, o treinador são-paulino não terá o zagueiro Rafael Toloi, o volante Souza, os meias Maicon (que entrou na lista de baixas de última hora, por conta de dores nas costas) e Kaká e os atacantes Ademilson e Luis Fabiano, afora Rodrigo Caio, que só volta em 2015.

Com a volta de Ganso, é provável que a formação volte a ter dois meias (Michel Bastos continuaria ajudando na armação) e apenas dois atacantes (com somente Alexandre Pato na companhia de Kardec). No sistema defensivo, a única dúvida é quanto a lateral direita. Como o lado oposto voltará a ter em Álvaro Pereira um jogador de mais marcação, o ofensivo Auro pode retomar a titularidade. Caso contrário, a vaga ficará com Paulo Miranda, zagueiro que costuma ser improvisado.

Fernando Dantas/Gazeta Press

Apesar de vantagem, ataque são-paulino promete não esperar o adversário somente no campo de defesa

Hudson, que vinha atuando como lateral nas últimas partidas, também se coloca à disposição para exercer qualquer função no duelo, marcado para 19h30 (de Brasília). “Estamos prontos para outra já. Não dá tempo de ficar cansado. É tudo ou nada. É nossa chance de chegar mais rapidamente à Libertadores. É um título, e o São Paulo, pelo seu tamanho, tem que disputar sempre”, falou.

A missão do Huachipato é complicada. Derrotado no jogo de ida mesmo com um jogador a mais, depois da expulsão de Luis Fabiano no primeiro tempo, o time joga contra um tabu de cinco eliminações chilenas para o São Paulo em competições sul-americanas (três da Universidad Católica, uma da Universidad de Chile e uma do Unión Española). Mais do que isso: precisa fazer dois gols de diferença para seguir na competição. Se vencer por 2 a 1, por exemplo, a vaga será brasileira, pelo gol fora de casa.

Para piorar, o time de Talcahuano foi goleado no fim de semana pelo Unión La Calera, por 4 a 0, em pleno Estádio CAP, palco da partida desta quarta-feira, e não foi poupado por seu treinador de críticas. “Tivemos um jogo horrível em todos os sentidos, cometemos erros que não havíamos cometidos ao longo do campeonato, rendimentos individuais muito baixos”, analisou Mario Salas, que chegou a tratar o confronto com o São Paulo como menos importante do que a ideia de se manter na primeira divisão, porém mudou o discurso às vésperas da partida.

FICHA TÉCNICA
HUACHIPATO-CHI X SÃO PAULO

Local: Estádio CAP, em Talcahuano (Chile)
Data: 15 de outubro de 2014, quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Antonio Arias (PAR)
Assistentes: Rodney Aquino (PAR) e Carlos Cáceres (PAR)

HUACHIPATO: Miguel Jiménez; Esteban González, Claudio Muñoz, Omar Merlo e Bryan Véjar; Francisco Arrué, Leonardo Povea, Leandro Ezquerra e Martín Rodríguez; Matías Sanchez e Andrés Vilches
Técnico: Mario Salas

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Paulo Miranda (Auro), Antônio Carlos, Edson Silva e Álvaro Pereira; Denilson, Hudson, Michel Bastos e Ganso; Alexandre Pato e Alan Kardec
Técnico: Muricy Ramalho

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*