São Paulo encara majestoso à frente na tabela após quatro anos

O São Paulo realizará no próximo sábado um clássico com o Corinthians no Estádio do Morumbi em uma condição inédita se levada em consideração as últimas quatro temporadas do Campeonato Brasileiro. Em ótima fase dentro de campo, principalmente após a vitória sobre o Flamengo no Maracanã, o tricolor se vê também à frente do rival na tabela de classificação, algo que não acontece desde o segundo turno da edição de 2014 da competição nacional.

Naquela oportunidade, tricolores e alvinegros se enfrentaram pela 23ª rodada com o São Paulo ocupando o posto de vice-líder, com 42 pontos, enquanto o Corinthians de quarto colocado e dono de 32 pontos. Na Arena, mesmo pior colocado, os donos da casa não só souberam utilizar a torcida a seu favor como acabaram saindo de campo vitoriosos por 3 a 2 e com os três pontos na bagagem.

Desde então, o São Paulo não só se viu sempre atrás na tabela de classificação, como duelou em situação completamente distinta de seu rival. A maior vantagem aconteceu justamente no último Majestoso disputado pelo Brasileirão. No segundo turno de 2017, o tricolor brigava contra o rebaixamento e era o 17º, enquanto o rival ocupava a liderança isolada na 25ª rodada. Em jogo polêmico por conta das decisões da arbitragem, o resultado final foi de empate em 1 a 1.

Foi em 2015 que o jejum superado apenas para a partida do próximo sábado teve início. Naquele ano, outro em que o Corinthians se sagrou campeão, o tricolor chegou aos jogos dos dois turnos em condições inferiores quanto à classificação. No primeiro, o empate no Morumbi tinha os times como sétimo e vice-colocados, respectivamente. Já no segundo, quando os são-paulinos foram goleados na Arena, estavam na quarta posição e o rival era líder.

A escrita foi mantida no ano seguinte, porém, com resultados melhores para o São Paulo dentro de campo. Na 15ª rodada, os times empataram por 1 a 1 na Arena Corinthians, resultado de certa forma comemorado pelo São Paulo treinado na época por Edgardo Bauza, que ocupava a oitava posição e buscava recuperação diante da eliminação que havia sofrido na Libertadores de 2016.

A data de 5 de novembro, aliás, foi possivelmente a mais comemorada pela torcida tricolor naquele anos. Isso porque foi a data em que as colocações de ambos os times não surtiram efeito durante os 90 minutos e o São Paulo, 12º na tabela de classificação, goleou o Corinthians, oitavo, por 4 a 0. Todos os gols, porém, foram marcados por jogadores que não podem repetir o feito no próximo sábado. Autores dos tentos, Chávez, David Neres, Luiz Araújo e Cueva já vestem outras camisas.

O fim do jejum é um dos pontos positivos que o São Paulo tem a seu favor no próximo sábado. Entretanto, para vencer o Corinthians, o treinador Diego Aguirre terá de lidar com uma lista de desfalques que conta com Sidão e Everton, ambos suspensos, e Jucilei lesionado. Como “aliado”, o tricolor ainda terá as mais de 47 mil pessoas, seu maior público na temporada.

Confira as colocações de São Paulo e Corinthians antes dos clássicos desde o segundo turno de 2014:

2014 (Segundo turno) – São Paulo (2º) X Corinthians (4º)
2015 (Primeiro turno) – São Paulo (7º) X Corinthians (2º)
2015 (Segundo turno) – São Paulo (4º) X Corinthians (1º)
2016 (Primeiro turno) – São Paulo (8º) X Corinthians (2º)
2016 (Segundo turno) – São Paulo (12º) X Corinthians (7º)
2017 (Primeiro turno) – São Paulo (7º) X Corinthians (1º)
2017 (Segundo turno) – São Paulo (17º) X Corinthians (1º)
2018 (Primeiro turno) – São Paulo (2º) X Corinthians (7º)

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.